China recusa investigar os Biden e exige que os EUA cancelem sanções contra tecnológicas

(dr) Xinhua

O presidente da China, Xi Jinping

Primeiro foi o aumento do número de empresas chinesas na “lista negra” dos Estados Unidos (EUA), que as impede de entrar neste país. Depois a ‘sugestão’ de Donald Trump a Pequim para que investigue os negócios dos Biden (Joe, democrata na corrida à presidência, e o filho Hunter) na China.

Segundo noticiou na terça-feira o Diário de Notícias, à subida de tom desta tensão entre os EUA e a China, o governo de Pequim apela a que Donald Trump corrija estes “caminhos errados” e deixe de “interferir” na soberania daquele país.

Na terça-feira, o Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) da China disse que o país continuará a tomar “medidas firmes e resolutas para proteger sua segurança soberana”, quando questionado sobre a “lista negra” dos EUA de empresas chinesas.

O governo dos EUA alargou esta segunda-feira a “lista negra” de comércio para incluir algumas das principais ‘startups’ de inteligência artificial da China, justificando que se tratava de uma retaliação à forma como Pequim trata as minorias muçulmanas.

A medida fez escalar a tensão antes das negociações comerciais de alto nível em Washington nesta semana. A decisão tem como alvo 20 agências de segurança pública chinesas e oito empresas, incluindo a empresa de vigilância por vídeo Hikvision, além de líderes em tecnologia de reconhecimento facial SenseTime Group e Megvii Technology.

Numa conferência de imprensa em Pequim, o porta-voz Geng Shuang desafiou os EUA a “corrigir seus caminhos errados e parar de interferir nos assuntos da China”.

Thomas Peter / EPA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com o presidente da China, Xi Jinping

Já num comunicado do MNE, lia-se: “Pedimos aos Estados Unidos que parem imediatamente de fazer comentários irresponsáveis sobre a questão de Xinjiang, que parem de interferir nos assuntos internos da China e que removam as entidades chinesas relevantes da Lista de Entidades o mais rápido possível”.

“A China tomará todas as medidas necessárias para proteger resolutamente os seus interesses”, avançou o MNE, sem detalhar quais serão as possíveis medidas de retaliação, revelou a agência Lusa esta quarta-feira.

Apesar da nova fonte de tensão entre os dois países, o ministério confirmou na terça-feira que uma delegação composta pelo vice-primeiro-ministro Liu He, o ministro do Comércio ou o governador do banco central chinês, vai retomar esta semana, em Washington, as negociações para um acordo que ponha fim à guerra comercial.

 

Fora de questão investigar os Biden

De acordo com o Diário de Notícias, na mesma conferência de imprensa, o porta-voz do MNE chinês afastou qualquer cenário de investigação a Joe Biden e ao seu filho, como tinha sido sugerido por Donald Trump.

O presidente dos EUA – que está alvo de um ‘impeachment’ no Congresso por ter pedido ao presidente da Ucrânia que investigasse os Biden – sugeriu na semana passada que Pequim “iniciasse uma investigação” sobre a o democrata que concorre à Presidência em 2020 e seu filho Hunter, ambos com negócios na China.

Donald Trump disse que Joe Biden e o seu filho são “corruptos”, mas não mostrou provas que apoiem esta acusação. O MNE chinês sublinhou que não tinha intenção de intervir nos assuntos internos dos EUA, quando questionado sobre a sugestão do Presidente norte-americano.

Taísa Pagno ZAP // //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Astrónomos descobrem uma super-Terra perto de uma estrela gelada

Uma equipa de investigadores descobriu uma super-Terra a orbitar GJ 740, uma estrela anã fria localizada a cerca de 36 anos-luz do nosso planeta. Nos últimos anos, os cientistas têm levado a cabo uma busca exaustiva …

Já pode "adotar" um pedaço de Notre-Dame para ajudar na sua reconstrução

Uma organização está a dar a oportunidade de o público ajudar na reconstrução de artefactos específicos da catedral de Notre-Dame, em França, que foi parcialmente destruída por um incêndio em 2019. De acordo com a cadeia …

Proporção divina identificada na gerbera

Descobrir como se formam os padrões distintos e omnipresentes das cabeças das flores tem intrigado os cientistas há séculos. Quando se pede a alguém que desenhe um girassol, quase todas as pessoas desenham um grande círculo …

Audi apresenta o novo Q4 e-tron que traz uma autonomia até 520 km

Ainda antes do verão, a Audi vai colocar no mercado o seu primeiro SUV elétrico concebido de raiz e não adaptado a partir de uma plataforma concebida para motores a combustão. O Q4 e-tron destaca-se pela …

Vanuatu em alerta depois de um corpo com covid-19 ter dado à costa

Vanuatu proibiu viagens de e para a sua principal ilha três dias depois de ter dado à costa um corpo de um pescador filipino, que testou positivo à covid-19. De acordo com a Radio New Zealand, …

Cientistas russos querem criar a primeira vacina comestível contra a covid-19

O Instituto de Medicina Experimental de São Petersburgo, na Rússia, anunciou o seu plano de concluir dentro de um ano os testes pré-clínicos da primeira vacina comestível do mundo contra o novo coronavírus. Em entrevista à …

Em plena crise política, o país mais pobre das Américas ainda não recebeu nenhuma vacina

Numa altura em que a maior parte dos países já têm o processo de vacinação a decorrer, o governo do Haiti ainda não garantiu uma única dose da vacina contra o coronavírus. O país mais pobre …

Afinal, Leonardo da Vinci não esculpiu o busto de Flora

Está terminada a controvérsia que durou mais de cem anos após a aquisição do Busto de Flora em 1909, por Wilhelm von Bode. A datação por radiocarbono revelou, recentemente, que a obra não foi …

Crise climática "implacável" intensificou-se em 2020, diz relatório da ONU

Houve uma intensificação "implacável" da crise climática em 2020, com a queda temporária nas emissões de carbono devido ao confinamento a ter um impacto pouco significativo nas concentrações de gases de efeito de estufa, revelou …

Já se sabe o que causou a misteriosa "tempestade de asma", que vitimou dez pessoas em 2016

Em 2016, na cidade de Melbourne, aconteceu o evento de "tempestade de asma" mais grave do mundo. Os cientistas descobriram agora o culpado. No dia 21 de novembro de 2016, as urgências de um hospital em …