China recusa investigar os Biden e exige que os EUA cancelem sanções contra tecnológicas

(dr) Xinhua

O presidente da China, Xi Jinping

Primeiro foi o aumento do número de empresas chinesas na “lista negra” dos Estados Unidos (EUA), que as impede de entrar neste país. Depois a ‘sugestão’ de Donald Trump a Pequim para que investigue os negócios dos Biden (Joe, democrata na corrida à presidência, e o filho Hunter) na China.

Segundo noticiou na terça-feira o Diário de Notícias, à subida de tom desta tensão entre os EUA e a China, o governo de Pequim apela a que Donald Trump corrija estes “caminhos errados” e deixe de “interferir” na soberania daquele país.

Na terça-feira, o Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) da China disse que o país continuará a tomar “medidas firmes e resolutas para proteger sua segurança soberana”, quando questionado sobre a “lista negra” dos EUA de empresas chinesas.

O governo dos EUA alargou esta segunda-feira a “lista negra” de comércio para incluir algumas das principais ‘startups’ de inteligência artificial da China, justificando que se tratava de uma retaliação à forma como Pequim trata as minorias muçulmanas.

A medida fez escalar a tensão antes das negociações comerciais de alto nível em Washington nesta semana. A decisão tem como alvo 20 agências de segurança pública chinesas e oito empresas, incluindo a empresa de vigilância por vídeo Hikvision, além de líderes em tecnologia de reconhecimento facial SenseTime Group e Megvii Technology.

Numa conferência de imprensa em Pequim, o porta-voz Geng Shuang desafiou os EUA a “corrigir seus caminhos errados e parar de interferir nos assuntos da China”.

Thomas Peter / EPA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com o presidente da China, Xi Jinping

Já num comunicado do MNE, lia-se: “Pedimos aos Estados Unidos que parem imediatamente de fazer comentários irresponsáveis sobre a questão de Xinjiang, que parem de interferir nos assuntos internos da China e que removam as entidades chinesas relevantes da Lista de Entidades o mais rápido possível”.

“A China tomará todas as medidas necessárias para proteger resolutamente os seus interesses”, avançou o MNE, sem detalhar quais serão as possíveis medidas de retaliação, revelou a agência Lusa esta quarta-feira.

Apesar da nova fonte de tensão entre os dois países, o ministério confirmou na terça-feira que uma delegação composta pelo vice-primeiro-ministro Liu He, o ministro do Comércio ou o governador do banco central chinês, vai retomar esta semana, em Washington, as negociações para um acordo que ponha fim à guerra comercial.

 

Fora de questão investigar os Biden

De acordo com o Diário de Notícias, na mesma conferência de imprensa, o porta-voz do MNE chinês afastou qualquer cenário de investigação a Joe Biden e ao seu filho, como tinha sido sugerido por Donald Trump.

O presidente dos EUA – que está alvo de um ‘impeachment’ no Congresso por ter pedido ao presidente da Ucrânia que investigasse os Biden – sugeriu na semana passada que Pequim “iniciasse uma investigação” sobre a o democrata que concorre à Presidência em 2020 e seu filho Hunter, ambos com negócios na China.

Donald Trump disse que Joe Biden e o seu filho são “corruptos”, mas não mostrou provas que apoiem esta acusação. O MNE chinês sublinhou que não tinha intenção de intervir nos assuntos internos dos EUA, quando questionado sobre a sugestão do Presidente norte-americano.

ZAP // //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Cientistas descobrem um novo benefício de tomar chá

https://vimeo.com/366605754 Se já se sabia que beber chá era bom para a nossa saúde, uma nova investigação vem confirmar ainda mais essa ideia. Cientistas encontraram no chá um novo benefício para o nosso cérebro. Várias investigações apontam …

Governo da Escócia quer novo referendo sobre independência em 2020

A ministra principal da Escócia e líder do Partido Nacionalista Escocês (SNP), Nicola Sturgeon, afirmou esta terça-feira que quer um novo referendo sobre a independência em 2020 e abrir negociações com Londres até ao fim …

As bactérias contradizem Darwin: a mais apta não sobrevive

Uma recente investigação levada a cabo pela Universidade de Copenhaga, na Dinamarca, revela que, no que diz respeito às bactérias, a "sobrevivência das mais cooperativas" excede a "sobrevivência das mais fortes". As bactérias são capazes de …

A Via Láctea roubou minúsculas galáxias à sua vizinha

Utilizando dados obtidos pelo Telescópio Gaia, os cientistas chegaram à conclusão que a Via Láctea "sequestrou" galáxias da Grande Nuvem de Magalhães, uma outra galáxia que a orbita. No nosso Universo, a regra é orbitar: a …

Pode ter sido encontrada (e ignorada) vida em Marte em 1976, defende antigo cientista da NASA

O antigo cientista da agência espacial norte-americana Gilbert V. Levin afirma que foram encontradas evidências de vida em Marte na década de 70. No entender do especialista, deviam ter sido levado a cabo mais investigações …

Era marketing. Fortnite voltou (e está diferente)

Depois de 10 temporadas, um buraco negro engoliu a ilha na qual diariamente milhões de jogadores tentavam sobreviver, matando-se uns aos outros. Durante um dia e meio, ninguém podia jogar. O susto acabou esta terça-feira, …

Cientistas determinam o que diminui a fertilidade das mulheres com o avanço da idade

Investigadores da Universidade de Copenhaga mapearam alguns dos mecanismos que podem afetar a fertilidade das mulheres desde a adolescência até a menopausa. A fertilidade natural das mulheres flutua entre altos e baixos na forma de uma …

Dono do Paris Saint-Germain quer comprar o Leeds (e torná-lo no novo Manchester City)

A Qatar Sports Investments (QSI), empresa que é detida por Nasser Al Khelaifi, quer dar o salto para o mercado inglês e adquirir o Leeds United, emblema que milita atualmente no segundo escalão. Na semana em …

Município italiano proíbe Google Maps. App faz com que muitas pessoas se "percam"

O autarca do município italiano de Baunei, na Sardenha, proibiu o uso do Google Maps na região, argumentando que "muitas" pessoas se perderam por causa de "sugestões enganosas" do serviço de localização. A informação é …

Pedalar mais dá direito a prémios. Tecnologia portuguesa desperta interesse de Copenhaga

Depois de se ter estreado em Matosinhos e de ter despertado interesse em Nova Iorque, um programa português que premeia comportamentos de mobilidade ambientalmente sustentáveis chamou a atenção em Copenhaga. O AYR, desenvolvido pela empresa CEiiA …