China recusa investigar os Biden e exige que os EUA cancelem sanções contra tecnológicas

(dr) Xinhua

O presidente da China, Xi Jinping

Primeiro foi o aumento do número de empresas chinesas na “lista negra” dos Estados Unidos (EUA), que as impede de entrar neste país. Depois a ‘sugestão’ de Donald Trump a Pequim para que investigue os negócios dos Biden (Joe, democrata na corrida à presidência, e o filho Hunter) na China.

Segundo noticiou na terça-feira o Diário de Notícias, à subida de tom desta tensão entre os EUA e a China, o governo de Pequim apela a que Donald Trump corrija estes “caminhos errados” e deixe de “interferir” na soberania daquele país.

Na terça-feira, o Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) da China disse que o país continuará a tomar “medidas firmes e resolutas para proteger sua segurança soberana”, quando questionado sobre a “lista negra” dos EUA de empresas chinesas.

O governo dos EUA alargou esta segunda-feira a “lista negra” de comércio para incluir algumas das principais ‘startups’ de inteligência artificial da China, justificando que se tratava de uma retaliação à forma como Pequim trata as minorias muçulmanas.

A medida fez escalar a tensão antes das negociações comerciais de alto nível em Washington nesta semana. A decisão tem como alvo 20 agências de segurança pública chinesas e oito empresas, incluindo a empresa de vigilância por vídeo Hikvision, além de líderes em tecnologia de reconhecimento facial SenseTime Group e Megvii Technology.

Numa conferência de imprensa em Pequim, o porta-voz Geng Shuang desafiou os EUA a “corrigir seus caminhos errados e parar de interferir nos assuntos da China”.

Thomas Peter / EPA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com o presidente da China, Xi Jinping

Já num comunicado do MNE, lia-se: “Pedimos aos Estados Unidos que parem imediatamente de fazer comentários irresponsáveis sobre a questão de Xinjiang, que parem de interferir nos assuntos internos da China e que removam as entidades chinesas relevantes da Lista de Entidades o mais rápido possível”.

“A China tomará todas as medidas necessárias para proteger resolutamente os seus interesses”, avançou o MNE, sem detalhar quais serão as possíveis medidas de retaliação, revelou a agência Lusa esta quarta-feira.

Apesar da nova fonte de tensão entre os dois países, o ministério confirmou na terça-feira que uma delegação composta pelo vice-primeiro-ministro Liu He, o ministro do Comércio ou o governador do banco central chinês, vai retomar esta semana, em Washington, as negociações para um acordo que ponha fim à guerra comercial.

 

Fora de questão investigar os Biden

De acordo com o Diário de Notícias, na mesma conferência de imprensa, o porta-voz do MNE chinês afastou qualquer cenário de investigação a Joe Biden e ao seu filho, como tinha sido sugerido por Donald Trump.

O presidente dos EUA – que está alvo de um ‘impeachment’ no Congresso por ter pedido ao presidente da Ucrânia que investigasse os Biden – sugeriu na semana passada que Pequim “iniciasse uma investigação” sobre a o democrata que concorre à Presidência em 2020 e seu filho Hunter, ambos com negócios na China.

Donald Trump disse que Joe Biden e o seu filho são “corruptos”, mas não mostrou provas que apoiem esta acusação. O MNE chinês sublinhou que não tinha intenção de intervir nos assuntos internos dos EUA, quando questionado sobre a sugestão do Presidente norte-americano.

ZAP // //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Tubarões reúnem-se todos os anos em Israel (e não se sabe porquê)

Um grupo de investigadores iniciou a quinta temporada de um estudo de um fenómeno incomum: uma concentração de tubarões num lugar na costa mediterrânea de Israel. Os funcionários da Estação de Investigação Mrina Morris Kahn, da …

Casa Pia 0-3 FC Porto | Jogo desbloqueado na segunda parte

O FC Porto venceu hoje o Casa Pia por 3-0, na segunda jornada do Grupo D da Taça da Liga, mas precisou de 50 minutos para fazer o primeiro golo ao penúltimo classificado da II …

Quanto vale a vida do seu cão (e a importância que isso tem)

Quanto vale a vida do seu cão? A resposta a esta pergunta pode ser mais importante do que aquilo que pensa e pode mudar drasticamente o preço que pagamos pela sua saúde e bem-estar. Os norte-americanos …

Asteróide passará esta sexta-feira pela Terra a 27.000 km/hora

Um asteróide de grandes dimensões passará pela Terra, atingindo o seu ponto mais próximo do nosso planeta esta sexta-feira, dia 6 de dezembro. O corpo celeste, importa frisar, não representa qualquer perigo para o Homem. …

Banco de França vai testar moeda digital em 2020

O governador do Banco de França anunciou na quarta-feira o lançamento de testes no próximo ano para uma moeda digital, que pode servir de precedente para uma iniciativa do mesmo tipo à escala da zona …

Atlético de Madrid na corrida por Gabigol

O Atlético de Madrid entrou na corrida pela contratação de Gabigol, o artilheiro que está ao serviço do Flamengo por empréstimo do Inter de Milão. A notícia é avançada pelo jornal italiano Gazzetta Dello Sport, …

Australiana condenada a prisão por ter mentido no currículo

Uma australiana de 45 anos foi condenada a um ano de prisão efetiva por ter mentido no seu currículo para conseguir uma vaga no Governo regional, conta esta quinta-feira a ABC Australia. Veronica Hilda Theriault foi …

Homem da comunicação de Rui Rio pertence à maçonaria

João Tocha, o homem que o líder do PSD escolheu para fazer parte da sua comunicação, é maçon, avança a revista Visão esta quinta-feira. Em declarações à Visão, João Tocha, iniciado no Grande Oriente Lusitano …

Marco Silva despedido do Everton

O treinador português Marco Silva foi hoje despedido pelo Everton, clube da Primeira Liga inglesa de futebol, um dia depois do desaire por 5-2 no reduto do rival da cidade, o campeão europeu Liverpool. “O Everton …

Líder Supremo do Irão aprova medidas para reconhecer como "mártires" os mortos dos recentes distúrbios

O líder supremo do Irão aprovou as recomendações de um relatório oficial propondo o reconhecimento como "mártires" dos mortos nos recentes distúrbios no país sem que tenham "desempenhado qualquer papel", indicou esta quinta-feira o seu …