EUA coloca 28 organizações chinesas em lista negra por abusos contra minorias étnicas

Os Estados Unidos (EUA) colocaram na segunda-feira 28 organizações chinesas numa lista negra pelo alegado envolvimento em abusos contra a minoria étnica uigur e outras na província de Xinjiang, no noroeste da China.

As organizações, que incluem agências governamentais e empresas tecnológicas especializadas em equipamento de vigilância, ficam proibidas de comprar produtos de empresas americanas sem a aprovação de Washington, informou o Expresso.

O Gabinete de Segurança Pública de Xinjiang e outras 19 agências mais pequenas fazem parte da lista, bem como grupos comerciais especializados em tecnologia de reconhecimento facial.

Segundo o Departamento de Comércio, as organizações visadas estão “implicadas em violações e abusos dos direitos humanos” e na “campanha da China de repressão, detenção arbitrária em massa e vigilância de alta tecnologia de uigures, cazaques e outros membros de grupos minoritários muçulmanos”.

Nos últimos anos, têm-se acumulado relatos de que mais de um milhão de pessoas, principalmente da etnia uigure, está detido em campos de internamento em Xinjiang. Grupos de defesa dos direitos humanos e antigos detidos descrevem-nos mesmo como “campos de concentração”, onde os prisioneiros são obrigados a assimilar a cultura han, maioritária na China.

As autoridades de Pequim descrevem os campos como “centros de educação vocacional” onde os uigures recebem orientação profissional, justificando a sua existência com a necessidade de afastar as pessoas do extremismo religioso, terrorismo e separatismo.

Na semana passada, durante uma conferência de imprensa no Vaticano, o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, disse que a China “exige que os seus cidadãos adorem o Governo e não Deus”. Em julho, mais de 20 países do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas assinaram uma carta conjunta, criticando a forma como Pequim trata os uigures e outros muçulmanos.

Esta não é a primeira vez que os EUA impõem uma proibição comercial a grupos chineses. Em maio, a Administração Trump colocou o gigante de telecomunicações Huawei em lista negra devido a receios de segurança relativamente aos seus produtos.

Os dois países estão atualmente em guerra comercial, impondo taxas alfandegárias sobre os produtos do outro. Ainda esta semana, delegações americanas e chinesas reúnem-se em Washington para tentar aliviar as tensões.

ZAP // //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Arquitetura óssea pode inspirar asas de aeronaves mais fortes

Uma nova descoberta na estrutura interna do osso pode levar a um melhor tratamento da osteoporose e a componentes de aeronaves mais duráveis. A densidade tem sido a referência para medir a força óssea. No entanto, …

Até as estrelas têm auroras (e já as podemos ver)

Uma equipa internacional de astrónomos observou sinais de rádio estranhos vindos de uma anã vermelha. Estas ondas bizarras estavam a ser produzidas pela interação com um exoplaneta que orbitava a estrela, criando uma aurora. Apesar de …

Tiroteios em dois bares fazem oito mortos na Alemanha

Pelo menos oito pessoas morreram hoje em dois tiroteios em dois bares na cidade alemã de Hanau, no centro do país, indicou a polícia local, sem precisar o número. O primeiro tiroteio ocorreu num bar de …

Descobertos sarcófago e altar dedicado ao fundador de Roma do século VI a.C.

Os dois objetos foram descobertos numa área subterrânea perto da Cúria, foi anunciado esta terça-feira. Um sarcófago considerado "excecional" e um altar do século VI a.C., que poderá ter sido dedicado a Rómulo, fundador de Roma, …

40 anos depois, cientistas identificam falha fundamental na eficiência dos painéis solares

Os painéis solares são uma das invenções mais impressionantes, mas é emergente descobrir como torná-los ainda mais eficientes. Recentemente, uma equipa de cientistas resolveu um mistério de 40 anos em torno de um dos principais …

SIC vai lançar serviço de streaming e canal de e-sports este ano

A SIC vai avançar para uma plataforma de streaming ainda em 2020. A "Netflix à portuguesa" ainda não tem nome, mas tem como objetivo "encontrar mais e novas audiências". Em entrevista ao jornal Público, o CEO …

Dagmar Turner tocou violino enquanto lhe era removido um tumor do cérebro

Uma paciente do King's College Hospital, no Reino Unido, tocou violino enquanto os médicos lhe removiam um tumor do cérebro. Desta forma, foi possível preservar a sua capacidade de tocar e a sua paixão de 40 …

"Não é aceitável". Tribunal de Contas refuta acusações de Manuel Heitor

O Tribunal de Contas (TdC) refutou as acusações do ministro do Ensino Superior sobre a auditoria ao modelo de financiamento do setor, considerando-as inaceitáveis e infundadas. "O tribunal tem o máximo respeito pela opinião dos auditados, …

"Lava que se farta". Isabel dos Santos recorre da absolvição de Ana Gomes

A empresária angolana recorreu para o Tribunal da Relação de Lisboa por causa das publicações no Twitter nas quais a antiga eurodeputada acusa a empresária, por exemplo, de "lavar que se farta". Em janeiro, o Tribunal …

Ministro considera "inaceitável" que TAP pague prémios em ano de prejuízos

O ministro das Infraestruturas e da Habitação considerou "inaceitável" que a TAP, empresa que "tem 100 milhões de euros de prejuízos" em 2019, atribua prémios a uma minoria de trabalhadores. "É uma falta de respeito para …