China desenvolve método revolucionário para combater cancro por modificação do ADN

Kristyna Wentz-Graff / OHSU

O CRISPR é uma ferramenta parametrizável que permite aos cientistas cortar uma porção de código genético e reinserí-la novamente num ponto específico da cadeia de DNA, permitindo o seu estudo em tempo real

A China está a desenvolver ativamente um método elaborado nos Estados Unidos – a modificação do ADN humano por meio da tecnologia Crispr-Cas9.

Num hospital oncológico na cidade de Hangzhou, uma equipa de médicos está a tentar que o corpo dos pacientes combata as células tumorais através de modificações do código genético do organismo.

Em entrevista à Sputnik, o vice-diretor do hospital, Wu Shixiu, afirmou que, por enquanto, os testes estão a ser bem sucedidos. O método já revelou a sua eficácia no tratamento de cancro.

A tecnologia Crispr-Cas9 foi criada nos Estados Unidos em 2012. O Cas9 é uma proteína especial relacionada ao sistema imunitário adaptativo CRISPR. Através dessa proteína é possível detetar fragmentos estranhos de ADN, removê-los e substitui-los por novos. Ou seja, a tecnologia permite modificar o ADN.

Nos EUA e na Europa este método foi testado durante muitos anos em condições laboratoriais com a utilização de determinados biomateriais. Relativamente à China, a tecnologia está a ser testada já em pacientes.

Eis o esquema: os médicos recolhem uma amostra de sangue de um paciente e, através da tecnologia Crispr-Cas9, detetam o fragmento de ADN que inibe a capacidade do sistema imunitário de combater as células tumorais e removem-no.

De seguida, o sangue que contém as células com estrutura modificada de ADN é injetado novamente no paciente para incentivar o corpo a lutar contra a doença por conta própria e vencer as células cancerígenas.

Pela primeira vez, os testes dos médicos chineses foram descritos pela revista científica Nature no fim de 2016. O artigo causou alguma polémica na comunidade científica. A tecnologia Crispr-Cas9 é bastante nova, isto é, todos os efeitos colaterais que pode causar ainda não foram estudados completamente.

Por exemplo, recentemente, cientistas da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, estabeleceram que o método, além de modificar o genoma em geral, afeta outras partes dele, o que causa mutações inesperadas.

Em segundo lugar, vários investigadores ocidentais estão preocupados com o lado moral do assunto. Será que é justo interferir no genoma humano? Neste sentido, os médicos chineses têm a sua própria postura. Wu Shixiu assinalou que o mais importante é ajudar o paciente, já que existem possibilidades de aumentar as suas chances de sobreviver.

É óbvio que os testes estão a ser realizados com o consentimento por parte dos pacientes.

“Por enquanto, dos testes participaram 21 pacientes. A eficácia correspondeu a 40% aproximadamente. Uma pessoa está viva já há quase um ano. Todos os pacientes sofriam de cancro do esófago. Antes de experimentarem a nova tecnologia, passaram por quimioterapia, radioterapia e fizeram operações”, explicou Wu Shixiu.

“Ou seja, todos os pacientes já experimentaram todos os outros métodos de tratamento. Se não se decidissem a experimentar esta tecnologia, os outros métodos já não poderiam ajudá-los”, acrescentou o cientista.

O médico indicou que, por enquanto, ainda passou pouco tempo para reconhecer o novo método como 100% eficaz, levando em consideração o pequeno número de participantes dos testes. Contudo, no momento, os testes estão a demonstrar vários êxitos.

“No momento, podemos dizer que o método é eficaz. Por enquanto, é difícil dizer para que tipo de doenças oncológicas este método é o melhor”, assinalou o médico, apontando que a área de uso do método poderá ser bastante ampla.

“O método de modificação do ADN, segundo a nossa experiência, e a experiência de outros estabelecimentos chineses que testam esse método, é bastante seguro. Ao menos é mais seguro que o uso de medicamentos. Quanto aos efeitos colaterais, podem ser observadas erupções na pele e o aumento da temperatura do corpo”, adicionou Shixiu.

Com a ajuda do Crispr-Cas9 é possível curar não apenas o cancro. A Nature comunicou que um grupo de cientistas canadianos conseguiu modificar o gene receptor da SIDA.

Apesar disso, a comunidade científica encara o novo método com muito cuidado. Entre os riscos relacionados ao uso desta nova tecnologia, médicos norte-americanos destacaram a possibilidade de falhar na modificação de genoma e a dificuldade de prever as consequências para as futuras gerações de portadores de genes modificados.

Contudo, os médicos chineses estão mais animados quanto à implementação da nova tecnologia, frisou Wu Shixiu.

Nós somos otimistas no que se refere às vantagens potenciais da utilização da nova tecnologia na medicina, ao contrário dos EUA. Lá, é dada muita atenção aos efeitos negativos do novo método. Eu acho que, neste sentido, se percebe a diferença cultural ente o Oriente e o Ocidente, a diferença de sistemas“, destacou o médico.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. “Entre os riscos relacionados ao uso desta nova tecnologia, médicos norte-americanos destacaram a possibilidade de falhar na modificação de genoma e a dificuldade de prever as consequências para as futuras gerações de portadores de genes modificados” – o que os médicos norte-americanos se esqueceram de destacar foi a possibilidade de a cura do Cancro afectar os interesses dos lobbies farmacêuticos, para os quais um doente crónico a precisar de tratamento ao longo de anos enquanto definha lentamente, é muito mais lucrativo do que um doente curado com um só tratamento.

    Os tratamentos são sempre concebidos e projectados na optica da optimização do lucro dos laboratórios (que são negócios corporativos privados), e não na optica da saúde pública. Deixar os doentes oncológicos morrer depressa não é bom negócio… Mas curá-los de uma só vez, ainda menos.

RESPONDER

Investir em peças de Lego é mais rentável que comprar ações

Hoje em dia qualquer coisa pode ser construída com Legos. Segundo um estudo de uma professora da Escola Superior de Economia da Rússia, há empresários que preferem investir nas famosas peças da Lego do que …

Sporting vs Moreirense | Bom arranque vale triunfo ao leão

O Sporting não quis deixar fugir os seus adversários directos na luta pelo título e também venceu nesta primeira jornada da segunda volta. Os “leões” receberam e bateram o Moreirense por 2-1, num jogo em …

Alemã tricotou o "cachecol dos atrasos do comboio" e agora vendeu-o por sete mil euros no eBay

A passageira alemã Claudia Weber vendeu no eBay o cachecol que tricotou durante um ano e que representa o longo tempo de espera pelo comboio que a levava ao trabalho, todos os dias. A peça é …

Duas irmãs fingiram ser homens para salvar a barbearia da família

Jyoti e Neha, irmãs de 18 e 16 anos, respetivamente, fingiram ser homens para salvar a barbearia da família, localizada no estado de Uttar Pradesh, Índia, depois de o pai adoecer em 2014 "Eu estava a …

Tesla anuncia novos despedimentos (e são mais de três mil)

O presidente executivo da Tesla afirmou que a empresa vai suprimir cerca de três mil empregos e alertou para o "caminho muito difícil que tem pela frente" para produzir carros elétricos do Modelo 3 acessíveis …

InSight da NASA prepara-se para ouvir a "pulsação" de Marte

A NASA publicou esta semana imagens do sismómetro da sonda espacial InSight, que se prepara para ouvir a "pulsação" do solo marciano.  A agência espacial norte-americana descreve regularmente através da sua conta no Twitter como …

"Africa", dos Toto, vai tocar para sempre no deserto da Namíbia

"Africa", a canção dos "Toto", hit desde que foi lançada, em 1982, está a tocar para sempre no meio de um deserto na Namíbia, no continente que lhe dá nome. A instalação artística, da autoria de …

Liv deixou a escola por causa do bullying. Hoje, aos 20 anos, tem um negócio milionário

A empresária Liv Conlon abandonou os estudos aos 16 anos porque sofria bullying, montou um negócio imobiliário e agora a sua empresa fatura mais de um milhão de libras por ano. Hoje, ajovem de Bothwell, na …

Há um avião abandonado no aeroporto de Madrid (e ninguém sabe quem é o dono)

O avião, um Mc Donnell Douglas MD87, é o único naquelas condições em Barajas. Procura-se o dono da aeronave que está em “evidente estado de abandono”, de acordo com o aeroporto. Há um avião esquecido no …

Trump cancela viagens de democrata Nancy Pelosi. "Apanhe um voo comercial"

Donald Trump obrigou a presidente da Câmara dos Representantes, a democrata Nancy Pelosi, a desmarcar as viagens que tinha agendadas a Bruxelas e ao Afeganistão. Donald Trump usou o argumento do shutdown, a paralisação dos gastos …