China constrói maior radiotelescópio do mundo para detetar vida extraterrestre

1

sc CCTV+ / Youtube

-

A China está a construir o maior radiotelescópio do mundo na província de Guizhou, no sudoeste do país, para entre outras coisas, tentar detetar vida extraterrestre.

O projeto, que começou em junho de 2011, tem um custo estimado em 110 milhões de dólares, cerca de 96 milhões de euros, avança a BBC.

O radiotelescópio terá 4,6 mil painéis triangulares e vai estar localizado numa cavidade natural, conhecida como “karst”, para dar suporte ao disco do telescópio.

Terá uma estrutura semelhante à do radiotelescópio de Arecibo, em Porto Rico, atualmente o maior observatório do mundo, com 305 metros de diâmetro.

O novo radiotelescópio, que deve estar concluído em setembro do próximo ano, quer ocupar esse trono e, por isso, vai ter 500 metros de diâmetro – área que ocupa o equivalente a 30 campos de futebol.

A China espera que a alta precisão deste radiotelescópio permita aos astrónomos estudar a Via Láctea e outras galáxias, que seja capaz de detetar estrelas a grande distância da Terra e ainda que funcione como uma poderosa estação terrestre para missões espaciais.

A maior expectativa, no entanto, continua a ser a de que este projeto potencialize a incessante procura pela vida extraterrestre.

Em julho deste ano, a NASA anunciou a descoberta do Kepler 452-B, um planeta com características semelhantes às da Terra e cuja proximidade com o Sol é ideal para apoiar a existência de uma atmosfera e água no estado líquido.

Segundo especialistas, porém, ainda não é possível detetar sinais de rádio ou potenciais indícios de vida extraterrestre com a infraestrutura atualmente disponível.

A agência espacial acredita, contudo, que o cenário se vai alterar quando o FAST – Five hundred meter Aperture Spherical Telescopeigla – iniciar os trabalhos.

ZAP / BBC

1 Comment

  1. Nem sequer “ouvem” o próprio povo e querem “ouvir” os extraterrestres?!
    Estes chinocas estão cada vez mais loucos!..

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.