Ucrânia encontrou o uso perfeito para as terras radioativas de Chernobyl

Solar Chernobyl / Facebook

Inauguração dos painéis solares em Chernobyl

A Ucrânia está a aproveitar os terrenos inabitáveis de Chernobyl para instalar painéis solares e produzir energia solar.

Segundo a agência AFP, as autoridades ucranianas anunciaram a inauguração de uma instalação de geração de energia solar de um megawatt, localizada a apenas 100 metros da central nuclear de Chernobyl.

Num investimento de cerca de 1 milhão de euros, os cerca de 3800 painéis solares da nova estação de Chernobyl ocupam 1,6 hectares e produzem energia suficiente para abastecer cerca de 2000 residências.

A nova instalação energética está localizada na Zona de Exclusão de Chernobyl – a zona oficial interdita ao redor do local do desastre nuclear.

“Hoje estamos a conectar a estação ao sistema de energia da Ucrânia”, disse na passada sexta-feira, Yevgen Varyagin, chefe da Solar Chernobyl, a empresa ucraniana e alemã que está por detrás do projeto. Os planos são a produção de 100 megawatts de energia no local.

Segundo a Voice of America, as autoridades ucranianas ofereceram aos investidores cerca de 2500 hectares de terreno para a construção de painéis solares. Para além do preço barato da terra, o local mostra-se bastante atraente para empresas do setor da energia, pois oferece conexões diretas à rede elétrica do país.

A contaminação do local aconteceu a 26 de abril de 1986, quando o reator número quatro da central nuclear de Chernobyl explodiu. Segundo algumas estimativas, a precipitação chegou a contaminar três quartos da Europa, especialmente a Ucrânia, Rússia e Bielorrússia.

Ainda hoje, os efeitos do acidente de Chernobyl se fazem sentir, principalmente na Europa Central – como o mostra o aparecimento de javalis radioativos a vaguear nas florestas e montanhas da República Checa, a 1600 km da central nuclear.

Após o desastre, as autoridades soviéticas retiraram centenas de milhares de pessoas e o vasto território ficou abandonado. Agora, 32 anos depois da catástrofe, a Ucrânia volta a usar os terrenos de Chernobyl para criar energia.

Solar Chernobyl. Presentation.

Publicado por Solar Chernobyl em Sábado, 6 de Outubro de 2018

Esta é a primeira vez que se produz energia no local desde que o último reator de Chernobyl foi fechado, em 2000, encerrando toda a atividade industrial da área. De acordo com as autoridades ucranianas, os humanos não poderão habitar na zona atingida pela radiação pelos próximos 24 mil anos.

ZAP // Gizmodo

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Algo confuso !!!
    Então os terrenos estão interditos à permanência de humanos e criam zonas de produção de energia solar?
    Os trabalhadores que instalam os paineis, e os que fazem a manutenção, não são humanos?
    Vão usar robots para aqueles trabalhos?

    • Uma coisa é viver lá outra é trabalhar lá uns dias.
      O nível de radiação diminui muito rapidamente no início e depois cada vez mais lentamente.
      Hoje em dia pode-se perfeitamente entrar lá, viver lá é que só daqui a umas centenas de anos.

        • Mas tu és lerdo ou quê?!!! Vai ao googlemaps e passeia pelas ruas de chernobyl e vais perceber que vês algumas pessoas a pé e alguns carros estacionados e tudo! Não se vive lá, mas há muitos profissionais que se deslocam lá com bastante frequência.

    • Ó Beaver… onde é que tens andado?!!! Em Chernobyl houve sempre pessoas, ainda que de passagem. Toda a região tem sido permanentemente monitorizada e para o efeito há equipas técnicas que lá vão com regularidade. Agora viver… não vive lá ninguém…

  2. “os humanos não poderão habitar na zona atingida pela radiação pelos próximos 24 mil anos”, e não é que calha mesmo na altura que acabo de pagar a minha casa ao banco! Se calhar meto-me noutro empréstimo e compro uma casita em Chernobyl.

RESPONDER

Boris endurece discurso e admite que novas medidas podem prolongar-se por seis meses

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, avisou esta quarta-feira que um pacote de medidas mais apertadas para combater a pandemia do novo coronavírus (covid-19), incluindo o encerramento de bares e restaurantes às 22:00, pode ficar em …

Novo estudo já marcou data para o fim da pandemia (e normalidade pode estar para breve)

Um novo estudo da McKinsey prevê que o fim da pandemia só deve chegar no terceiro ou no quarto trimestre de 2021 nos países desenvolvidos. Contudo, o retorno à normalidade deve acontecer mais cedo. O artigo …

Torre Eiffel evacuada devido a ameaça de bomba

A Torre Eiffel foi evacuada ao fim da manhã desta quarta-feira na sequência de uma ameaça de bomba, avança a imprensa internacional.  A notícia foi avançada pelo jornal francês Le Figaro e pela agência Reuters. De acordo …

Plano de Recuperação. CGTP deixa aviso em relação ao salário mínimo, CIP apoia aposta do Governo

António Costa reuniu-se esta terça-feira com os parceiros sociais a propósito do Plano de Recuperação e Resiliência. Isabel Camarinha, secretária geral da CGTP, considera que a resposta do Governo face à valorização dos salários é …

Putin estará a comandar campanha para denegrir Biden, admite CIA

Esta terça-feira foi divulgado um documento da CIA que aponta para interferência russa na degradação da imagem de Joe Biden. Vladimir Putin está "provavelmente a comandar" uma campanha para denegrir Joe Biden, candidato do Partido Democrata …

Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: Três minutos desastrosos, um sir alemão e o público que voltou a um estádio

Começou a época 2019-20. O futebol regressou aos estádios, mas o público não — excepto nos Açores. Em Alvalade, nem público, nem jogadores — alinhou a pandemia. O Benfica vingou-se do desaire europeu, o FC Porto …

Pais ajudaram a PJ a apanhar Rui Pinto na Hungria (onde desapareceram 2 sacos de provas)

A Polícia Judiciária (PJ) perseguia Rui Pinto desde 2015, mas só conseguiu apanhá-lo na Hungria em 2019, após ter seguido os seus pais. Um dado revelado em tribunal no julgamento do caso Football Leaks, onde …

Advogados podem ter de processar os próprios familiares para conseguirem subsídio

Os advogados terão de provar a quebra de rendimentos - poderão ter de desencadear ações judiciais contra os próprios familiares que se recusarem a sustentá-los - para acederem a um subsídio destinado a compensá-los pela …

Suécia pondera alterar estratégia e aplicar medidas mais drásticas em Estocolmo

Depois de um grande aumento de casos na capital do país durante a última semana, as autoridades suecas ponderam alterar toda a sua estratégia de combate à pandemia e adotar novas medidas. A Europa foi considerada …

"O PS não se pode calar." Líder parlamentar promete combate à extrema-direita

Para a líder parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes, os tempos atuais "não estão para brincadeiras ou para aventureirismos". A líder parlamentar do PS prometeu, esta terça-feira, o combate político aos "populismos" oriundos de correntes de …