Ucrânia encontrou o uso perfeito para as terras radioativas de Chernobyl

Solar Chernobyl / Facebook

Inauguração dos painéis solares em Chernobyl

A Ucrânia está a aproveitar os terrenos inabitáveis de Chernobyl para instalar painéis solares e produzir energia solar.

Segundo a agência AFP, as autoridades ucranianas anunciaram a inauguração de uma instalação de geração de energia solar de um megawatt, localizada a apenas 100 metros da central nuclear de Chernobyl.

Num investimento de cerca de 1 milhão de euros, os cerca de 3800 painéis solares da nova estação de Chernobyl ocupam 1,6 hectares e produzem energia suficiente para abastecer cerca de 2000 residências.

A nova instalação energética está localizada na Zona de Exclusão de Chernobyl – a zona oficial interdita ao redor do local do desastre nuclear.

“Hoje estamos a conectar a estação ao sistema de energia da Ucrânia”, disse na passada sexta-feira, Yevgen Varyagin, chefe da Solar Chernobyl, a empresa ucraniana e alemã que está por detrás do projeto. Os planos são a produção de 100 megawatts de energia no local.

Segundo a Voice of America, as autoridades ucranianas ofereceram aos investidores cerca de 2500 hectares de terreno para a construção de painéis solares. Para além do preço barato da terra, o local mostra-se bastante atraente para empresas do setor da energia, pois oferece conexões diretas à rede elétrica do país.

A contaminação do local aconteceu a 26 de abril de 1986, quando o reator número quatro da central nuclear de Chernobyl explodiu. Segundo algumas estimativas, a precipitação chegou a contaminar três quartos da Europa, especialmente a Ucrânia, Rússia e Bielorrússia.

Ainda hoje, os efeitos do acidente de Chernobyl se fazem sentir, principalmente na Europa Central – como o mostra o aparecimento de javalis radioativos a vaguear nas florestas e montanhas da República Checa, a 1600 km da central nuclear.

Após o desastre, as autoridades soviéticas retiraram centenas de milhares de pessoas e o vasto território ficou abandonado. Agora, 32 anos depois da catástrofe, a Ucrânia volta a usar os terrenos de Chernobyl para criar energia.

Solar Chernobyl. Presentation.

Publicado por Solar Chernobyl em Sábado, 6 de Outubro de 2018

Esta é a primeira vez que se produz energia no local desde que o último reator de Chernobyl foi fechado, em 2000, encerrando toda a atividade industrial da área. De acordo com as autoridades ucranianas, os humanos não poderão habitar na zona atingida pela radiação pelos próximos 24 mil anos.

ZAP // Gizmodo

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Algo confuso !!!
    Então os terrenos estão interditos à permanência de humanos e criam zonas de produção de energia solar?
    Os trabalhadores que instalam os paineis, e os que fazem a manutenção, não são humanos?
    Vão usar robots para aqueles trabalhos?

    • Uma coisa é viver lá outra é trabalhar lá uns dias.
      O nível de radiação diminui muito rapidamente no início e depois cada vez mais lentamente.
      Hoje em dia pode-se perfeitamente entrar lá, viver lá é que só daqui a umas centenas de anos.

        • Mas tu és lerdo ou quê?!!! Vai ao googlemaps e passeia pelas ruas de chernobyl e vais perceber que vês algumas pessoas a pé e alguns carros estacionados e tudo! Não se vive lá, mas há muitos profissionais que se deslocam lá com bastante frequência.

    • Ó Beaver… onde é que tens andado?!!! Em Chernobyl houve sempre pessoas, ainda que de passagem. Toda a região tem sido permanentemente monitorizada e para o efeito há equipas técnicas que lá vão com regularidade. Agora viver… não vive lá ninguém…

  2. “os humanos não poderão habitar na zona atingida pela radiação pelos próximos 24 mil anos”, e não é que calha mesmo na altura que acabo de pagar a minha casa ao banco! Se calhar meto-me noutro empréstimo e compro uma casita em Chernobyl.

RESPONDER

Em 2018, só nove crianças foram colocadas em famílias de acolhimento

Apenas nove crianças tiveram uma medida de proteção em regime de acolhimento familiar em 2018, sendo que quase todas as crianças sinalizadas pelas comissões de menores ficaram na família, a maioria junto dos pais. De acordo …

Militar da GNR diz que droga apreendida na "casinha" era da Juve Leo

Decorreu, esta quinta-feira, a terceira sessão do julgamento da invasão à academia do Sporting, que decorre no tribunal de Monsanto, em Lisboa. O militar da GNR João Oliveira admitiu hoje, em tribunal, que a posse da …

Continental vai acabar com 5500 empregos em todo o mundo até 2028

A alemã Continental vai suprimir 5.500 empregos no mundo até 2028, num contexto de abrandamento conjuntural e de queda da procura por motores a combustão, anunciou esta quarta-feira o fornecedor automóvel germânico. Com o objetivo de …

Tailândia. Exploração sexual de mulheres e crianças denunciados no primeiro discurso do Papa

O Papa Francisco denunciou esta quinta-feira que "mulheres e crianças estão particularmente vulneráveis, violentados e expostos a toda a forma de exploração, escravatura, violência e abuso", na primeira intervenção proferida na Tailândia, um dos destinos …

Forças de segurança ameaçam com nova manifestação a 21 de janeiro

As associações de profissionais da PSP e da GNR que se concentraram junto ao Parlamento, esta quinta-feira, anunciaram um novo protesto para 21 de janeiro, caso o Governo não atenda às suas reivindicações. O anúncio foi feito …

Mortes por cancro do pâncreas duplicaram em Portugal nos últimos 25 anos

As mortes por cancro do pâncreas mais do que duplicaram em Portugal nos últimos 25 anos, correspondendo a um aumento médio anual de 3%, revela um estudo esta quinta-feira divulgado pela Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia …

Bebé que foi encontrado no lixo já teve alta hospitalar

O bebé que foi encontrado num ecoponto, perto de Santa Apolónia, em Lisboa, já recebeu alta hospitalar e será agora entregue a uma família de acolhimento. O recém-nascido que foi encontrado num ecoponto, em Lisboa, recebeu …

Procurador-geral de Israel acusa Netanyahu em três casos de corrupção

O primeiro-ministro israelita em funções foi acusado, esta quinta-feira, de fraude, suborno e abuso de confiança em três casos de corrupção. O procurador-geral de Israel, Avichaï Mandelblit, acusou hoje o primeiro-ministro em funções, Benjamin Netanyahu, de …

Burros estão a ser dizimados a nível global (e a culpa é da medicina chinesa)

Cerca de 4,8 milhões de burros são abatidos anualmente por causa de um produto destinado à medicina chinesa: um gelatina com alegados efeitos curativos, feita a partir das peles dos animais. A denúncia é feita pela …

Governo vai apostar no aumento da agricultura biológica

A ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, disse na quarta-feira que o Governo vai apostar no aumento e valorização da área agrícola em modo biológico e na gestão mais eficiente de recursos. Falando em Aveiro …