Chegou Wonder Woman – para acabar com a maldição das super-heroínas de Hollywood

(dr) DC Entertainment / Warner Bros. Pictures

Mulher Maravilha: Gal Gadot, Wonder Woman (2017)

Mulher Maravilha: Gal Gadot, Wonder Woman (2017)

“Wonder Woman” está a caminho de por fim à maldição das super-heroínas em Hollywood, um género no qual Charlize Theron (“Aeon Flux”), Halle Berry (“Catwoman”) e Jennifer Garner (“Elektra”) fracassaram, mas no qual Gal Gadot parece ter chegado para triunfar.

Com 11 milhões de dólares arrecadados na noite da sua estreia nos Estados Unidos, tudo indica que o novo filme pode superar os 100 milhões durante o fim de semana, muito acima dos prognósticos conservadores do estúdio Warner Bros, que esperava uma facturação entre 65 e 75 milhões.

Se a projecção se confirmar, esta será a melhor estreia da história para um filme realizado por uma mulher, neste caso Patty Jenkins. A melhor marca para uma realizadora até agora pertence a Sam Taylor-Johnson, com “Fifty Shades of Grey”, que estreou em 2015 com uma receita de 93 milhões.

Protagonizado por Gal Gadot, Chris Pine e Robin Wright, “Wonder Woman” conta a origem da super-heroína desde o tempo em que era conhecida simplesmente como Diana, princesa da ilha paradisíaca de Themyscira, onde começa o treino para se tornar numa poderosa amazona.

A personagem, que foi antes introduzida no universo cinematográfico da DC Comics, com a sua presença em 2016 em “Batman vs Superman: Dawn of Justice”, esteve envolvida em controvérisa por diversas vezes nos últimos meses, quer pela sua postura “feminista” quer pelo facto de a protagonista ser israelita.

Em dezembro, a ONU despediu a Mulher Maravilha do cargo de “embaixadora honorária para o empoderamento da mulher”, para o qual a tinha convidado em outubro. Em maio, uma sessão exclusiva para mulheres realizada nos EUA gerou polémica. E a semana passada, foi o Líbano a proibir a exibição do filme porque… Gadot é israelita.

Mas, indiferente a estas polémicas, Gal Gadot parece apostada em vingar Charlize Theron, Halle Berry e Jennifer Garner, e acabar de vez com a maldição das super-heroínas de Hollywood.

ZAP // EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Governo estuda regime de lay-off específico para setor do turismo

O primeiro-ministro, António Costa, e o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reuniram-se na quinta-feira com a Confederação do Turismo de Portugal para estudar um regime de lay-off específico para esse setor. Devido ao grande impacto …

"Vou apertar com Rangel para ver se ele resolve aquela merda". Escutas comprometem Vieira na Operação Lex

Novas escutas reveladas comprometem o presidente benfiquista na Operação Lex. "Vou apertar com Rangel para ver se ele resolve aquela merda", disse Luís Filipe Vieira. A revista Visão relevou as conversas telefónicas, ouvidas durante quase um …

Beneficiários da ADSE vão pagar mais pelas consultas

Os beneficiários da ADSE passarão a pagar mais pelas consultas, escreve esta sexta-feira o Jornal de Negócios e o semanário Expresso, que citam a proposta da nova tabela de preços do sistema de saúde dos …

"Classe distinta". Bruno Fernandes já fez aquilo que nunca ninguém tinha feito na Premier League

O internacional português Bruno Fernandes esteve diretamente envolvido em 13 golos nos primeiros dez jogos que disputou com a camisola do Manchester United. É uma marca que nunca nenhum outro jogador da Premier League conseguiu …

OMS: Portugal não foi escolhido por acaso para acolher a Champions. Foi dos que melhor lidou com a covid-19

Portugal “não foi escolhido por acaso” para acolher a final da Liga dos Campeões de futebol, mas porque “foi um dos países que melhor lidou” com a covid-19, assinala um conselheiro da Organização Mundial da …

Há quatro anos, Ronaldo saiu em lágrimas e Paris foi surpreendida pelo "patinho feio"

Foi precisamente há quatro anos que Portugal sagrou-se campeão europeu de futebol. Na final da competição, a Seleção derrotou a anfitriã França, por 1-0. Portugal começou o Euro 2016 com o pé esquerdo. Num grupo com …

China alerta para pneumonia "mais mortal" do que a covid-19. Informações "incorretas", garante Cazaquistão

A Embaixada da China no Cazaquistão alertou esta quinta-feira os cidadãos chineses para uma pneumonia desconhecida, cuja mortalidade é "muito maior" do que a covid-19. De acordo com o jornal chinês Global Times, que cita um …

Cláusula "secreta" permite nacionalização encapotada do Novo Banco

Na eventualidade de um cenário adverso, um mecanismo exigido por Bruxelas prevê a intervenção direta do Estado no Novo Banco. Isto pode levar a uma espécie de nacionalização encapotada. A venda do Novo Banco ao fundo …

Descoberta uma mina de ocre pré-histórica nas cavernas subaquáticas do México

As cavernas subaquáticas ao longo da península de Yucatán, no México, contêm um vasto labirinto de relíquias arqueológicas. A vasta rede de cavernas submersas guardam segredos dos Maias. Porém, uma nova descoberta remonta a episódios …

Da alta velocidade entre Porto Lisboa ao novo aeroporto. Os dez pilares de Costa e Silva para a retoma do país

O diretor diretor executivo da petrolífera Partex, António Costa Silva, convidado pelo Governo para estudar um plano de retoma económica para o período pós-pandemia, já apresentou as suas ideias ao Executivo socialista. Num documento com …