Chegou Wonder Woman – para acabar com a maldição das super-heroínas de Hollywood

(dr) DC Entertainment / Warner Bros. Pictures

Mulher Maravilha: Gal Gadot, Wonder Woman (2017)

Mulher Maravilha: Gal Gadot, Wonder Woman (2017)

“Wonder Woman” está a caminho de por fim à maldição das super-heroínas em Hollywood, um género no qual Charlize Theron (“Aeon Flux”), Halle Berry (“Catwoman”) e Jennifer Garner (“Elektra”) fracassaram, mas no qual Gal Gadot parece ter chegado para triunfar.

Com 11 milhões de dólares arrecadados na noite da sua estreia nos Estados Unidos, tudo indica que o novo filme pode superar os 100 milhões durante o fim de semana, muito acima dos prognósticos conservadores do estúdio Warner Bros, que esperava uma facturação entre 65 e 75 milhões.

Se a projecção se confirmar, esta será a melhor estreia da história para um filme realizado por uma mulher, neste caso Patty Jenkins. A melhor marca para uma realizadora até agora pertence a Sam Taylor-Johnson, com “Fifty Shades of Grey”, que estreou em 2015 com uma receita de 93 milhões.

Protagonizado por Gal Gadot, Chris Pine e Robin Wright, “Wonder Woman” conta a origem da super-heroína desde o tempo em que era conhecida simplesmente como Diana, princesa da ilha paradisíaca de Themyscira, onde começa o treino para se tornar numa poderosa amazona.

A personagem, que foi antes introduzida no universo cinematográfico da DC Comics, com a sua presença em 2016 em “Batman vs Superman: Dawn of Justice”, esteve envolvida em controvérisa por diversas vezes nos últimos meses, quer pela sua postura “feminista” quer pelo facto de a protagonista ser israelita.

Em dezembro, a ONU despediu a Mulher Maravilha do cargo de “embaixadora honorária para o empoderamento da mulher”, para o qual a tinha convidado em outubro. Em maio, uma sessão exclusiva para mulheres realizada nos EUA gerou polémica. E a semana passada, foi o Líbano a proibir a exibição do filme porque… Gadot é israelita.

Mas, indiferente a estas polémicas, Gal Gadot parece apostada em vingar Charlize Theron, Halle Berry e Jennifer Garner, e acabar de vez com a maldição das super-heroínas de Hollywood.

ZAP // EFE

PARTILHAR

RESPONDER

China diz que surto está "sob controlo" após 14 províncias não reportarem novos casos

O surto do coronavírus Covid-19 está "sob controlo", depois de a atualização diária mostrar que 14 das 34 províncias e regiões autónomas do país não detetaram novos casos, anunciaram esta sexta-feira as autoridades chinesas. O vice-diretor …

Após 2 anos preso, Pedro Dias assume três homicídios e diz-se arrependido

Pedro Dias, conhecido pelos homicídios de Aguiar da Beira, manifesta-se arrependido pelos crimes por que foi condenado a 25 anos de prisão, após cumprir dois anos da pena. Um arrependimento que é também um assumir …

Orçamento da UE. Proposta agrava corte de Portugal na coesão em 2 mil milhões

A proposta do presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, prevê um corte de 2 mil milhões de euros no envelope da coesão para Portugal. Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia iniciaram esta …

Russos atormentam Estados Unidos outra vez. Presidenciais são o alvo

Os serviços secretos norte-americanos estão convencidos de que os russos estão, novamente, a tentar influenciar as presidenciais daquele país. Faltam nove meses para as eleições presidenciais norte-americanas, mas já há suspeitas de que os russos estão …

Processo obscuro e pouco transparente. Expansão do Metro do Porto cria mal-estar

O alargamento do Metro do Porto está a criar mal-estar entre algumas autarquias da área Metropolitana do Porto. Os autarcas falam num processo obscuro e pouco transparente. O protocolo para consolidação da expansão da rede de …

Barcelona contrata jogador com o mercado fechado (mas Leganés não pôde fazer o mesmo)

O Barcelona foi autorizado a contratar um jogador com o mercado fechado, mas o pedido do Leganés foi rejeitado. O clube perdeu Braithwaite para o clube catalão. O FC Barcelona anunciou, esta quinta-feira, a contratação do …

Portugueses gastam 160 euros por ano na "epidemia das raspadinhas". 11 vezes mais do que os espanhóis

De acordo com um estudo recente, há cada vez mais pessoas a chegarem aos consultórios médicos com a doença do jogo patológico desencadeada pela raspadinha. Num artigo científico publicado na The Lancet, Pedro Morgado e Daniela …

Direita chega ao jogo das comissões no MB Way. PSD e Chega juntam-se ao PS

O PSD quer alargar serviços dentro das contas de baixo custo e incluir transferências via a aplicação da SIBS. O Chega quer eliminar custos nessas transações. Depois da esquerda, é a vez da direita marcar terreno …

Fãs de Kobe Bryant em luto estão a deixar flores na sepultura errada

Numa tentativa de prestar homenagem ao ex-basquetebolista, vários fãs de Kobe Bryant em luto estão a deixar flores na sua sepultura. O problema é que o têm na campa de outra pessoa. Quase um mês depois …

Precários das escolas ganham menos 170 euros por mês ao entrarem nos quadros

Nas escolas, os psicólogos que passem a efetivos através do PREVPAP passam a ganhar menos 170 euros por mês. Há outros trabalhadores na mesma situação. Os psicólogos precários que trabalham em escolas passam a ganhar menos …