Chefes da PJ foram apanhados porque roubaram droga a um cartel colombiano

ukhomeoffice / Flickr

A mega-operação da Polícia Judiciária que levou à detenção de 15 pessoas, entre as quais dois membros históricos da própria força policial no combate ao tráfico de droga, terá sido despoletada por uma denúncia de um cartel de droga.

A chamada Operação Aquiles levou à detenção de 15 pessoas, entre as quais dois inspectores da PJ e um cabo da GNR, sob suspeita dos crimes de corrupção, tráfico de droga, branqueamento de capitais e associação criminosa.

Entre os detidos está Dias Santos, inspector já reformado que é definido pelo Diário de Notícias como “uma estrela da PJ no combate ao tráfico de droga” com 34 anos de serviço. O outro PJ envolvido, o inspector Ricardo Macedo, chegou a trabalhar com Dias Santos e está ainda no activo, tendo feito carreira também na luta contra o tráfico de estupefacientes.

Estes elementos terão recebido luvas de traficantes de droga, nomeadamente de grandes cartéis da América do Sul, para fornecerem informações sobre operações policiais e facilitarem a entrada de estupefacientes em Portugal.

A investigação em torno do caso durou cerca de dois anos e terá sido despoletada por uma denúncia de um cartel de droga, avança o jornal Correio da Manhã. “Roubo de coca a cartel colombiano trama chefes da PJ”, escreve o diário, frisando que os inspectores suspeitos terão desviado “centenas de quilos de cocaína de um cartel colombiano que jurou vingança”.

O Diário de Notícias acrescenta que a denúncia foi feita em 2013, depois do “desaparecimento de um carregamento de centenas de quilos de cocaína de um contentor descarregado no porto de Sines“. Nessa altura, a polícia apreendeu cerca de 800 quilos de cocaína, mas terão “desaparecido 500 quilos da mesma droga, que foram depois apreendidos na Grécia em circunstâncias por esclarecer”, frisa o jornal.

Os alegados subornos aos inspectores seriam feitos em dinheiro vivo, com elevadas quantias envolvidas e ainda não totalmente apuradas, mas também com a oferta de casas, localizadas nomeadamente, no Sul de Espanha, conforme refere o Jornal de Notícias.

Alvo da investigação será também Franclim Lobo, considerado um dos maiores traficantes de droga portugueses, com paradeiro desconhecido, e que poderá em breve ser detido, de acordo com o DN.

ZAP

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Os bons afinal são maus. Já tínhamos assistido a isso na política, agora na principal polícia criminal. Que mais surpresas nos reserva o futuro?
    Certamente haverá muitos bons, felizmente. Mas a confiança do cidadão fica muito abalada. Que a justiça lhes seja pesada.

  2. Parace a América…
    Fez muito bem o cartel ao denunciar o “desvio” de centenas de quilos de cocaína!
    Ainda há criminosos com algum sentido de justiça!

  3. Este assunto merecia um tratamento mais cuidado. Estão em causa dois profissionais, que não conheço, mas altamente considerados pela PJ, baseado na denúncia de um “cartel da droga”, certamente muito isento nesta área e revoltado com a “grande corrupção” existente nas forças que os investigam.

    • 2 anos de investigação, 250 agentes, mais de 100 buscas domiciliárias, 15 detidos, etc, etc, não é um “tratamento” razoavelmente cuidado?!
      Parece-me que sim!… de qualquer modo, o julgamento é no tribunal; não é nos media!!

RESPONDER

Mortes por cancro do pâncreas duplicaram em Portugal nos últimos 25 anos

As mortes por cancro do pâncreas mais do que duplicaram em Portugal nos últimos 25 anos, correspondendo a um aumento médio anual de 3%, revela um estudo esta quinta-feira divulgado pela Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia …

Bebé que foi encontrado no lixo já teve alta hospitalar

O bebé que foi encontrado num ecoponto, perto de Santa Apolónia, em Lisboa, já recebeu alta hospitalar e será agora entregue a uma família de acolhimento. O recém-nascido que foi encontrado num ecoponto, em Lisboa, recebeu …

Procurador-geral de Israel acusa Netanyahu em três casos de corrupção

O primeiro-ministro israelita em funções foi acusado, esta quinta-feira, de fraude, suborno e abuso de confiança em três casos de corrupção. O procurador-geral de Israel, Avichaï Mandelblit, acusou hoje o primeiro-ministro em funções, Benjamin Netanyahu, de …

Burros estão a ser dizimados a nível global (e a culpa é da medicina chinesa)

Cerca de 4,8 milhões de burros são abatidos anualmente por causa de um produto destinado à medicina chinesa: um gelatina com alegados efeitos curativos, feita a partir das peles dos animais. A denúncia é feita pela …

Governo vai apostar no aumento da agricultura biológica

A ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, disse na quarta-feira que o Governo vai apostar no aumento e valorização da área agrícola em modo biológico e na gestão mais eficiente de recursos. Falando em Aveiro …

Quinto debate dos candidatos democratas marcado por ataques a Trump

O quinto debate entre os candidatos democratas à Casa Branca ficou marcado, esta quarta-feira, pela unânime oposição ao Presidente norte-americano, atualmente alvo de um processo de destituição. "Não podemos ser consumidos por Donald Trump", advertiu o …

Paulo Rangel reeleito vice-presidente do Partido Popular Europeu

O eurodeputado do PSD foi reeleito, esta quinta-feira, vice-presidente do Partido Popular Europeu (PPE) no congresso desta formação política, que decorre desde quarta-feira em Zagreb, na Croácia. De acordo com uma nota à imprensa, Paulo Rangel …

Ex-eletricista de Picasso condenado por ter escondido 271 obras na garagem durante 40 anos

O último eletricista de Pablo Picasso, Pierre Le Guennec, e a sua mulher foram esta terça-feira condenados em última instância a dois anos de prisão, com pena suspensa. Em causa estava, de acordo com a AFP, …

Álvaro Costa apresenta projeto inédito de streaming

  Um canal inédito de streaming totalmente português é uma das ideias que Álvaro Costa pretende ver avançar já no próximo ano. O projeto será apresentado este sábado, às 21h30, no Mar Shopping. Álvaro Costa já chegou …

Um terço das empresas ainda não revelou o seu dono

As cerca de 600 mil empresas e outras entidades sujeitas a registo comercial que operam em Portugal eram obrigadas pelo Instituto dos Registos e do Notariado a fazer o Registo Central do Beneficiário Efectivo (RCBE) …