Chef Henrique Leis quer devolver estrela Michelin, mas não pode

O chef Henrique Leis anunciou o desejo de querer renunciar à estrela Michelin que lhe foi atribuída em 2000. Mas, segundo fonte oficial do guia gastronómico, não pode ficar sem ela.

Henrique Leis tomou a decisão, inédita em Portugal, de abdicar da estrela Michelin em prol de mais “tranquilidade”. No entanto, Ángel Pardo Castro, responsável de comunicação do Guia para Espanha e Portugal, garante que tal “não é possível”.

Em entrevista ao Público, afirmou que “não fazemos o Guia para os chefs nem para os críticos. Fazêmo-lo para os leitores”. “A decisão já está tomada porque o guia, com a decisão dos inspetores, já está quase 100% fechado“, o que significa que a carta enviada a 12 de junho pelo chef Leis, em que manifestava querer ficar sem a estrela Michelin, não irá influenciar o seu surgimento ou não no guia.

O chef do restaurante sediado em Loulé já reagiu à posição da Michelin. Ao mesmo diário, garantiu que “ainda não pensou muito” sobre o que vai fazer se o seu nome surgir novamente na próxima edição do Guia, mas garante: “É meu desejo sair”.

“Um restaurante não pode dizer ‘não quero estar nesta categoria, quero outra’”, pois a decisão cabe única e exclusivamente aos inspetores, explicou Pardo Castro. “Pode ser muito romântica essa ideia de renunciar, mas não é possível”, acrescentou, considerando mesmo pouco justo “dizer ‘quando me interessa aceito e quando não me interessa, renuncio’”.

A tomada de decisão do chef foi anunciada ao Observador. “Eu vou entregar a estrela, não a quero mais. Já a tenho há 19 anos, basta! Quero fazer o meu trabalho, a minha vida, com mais tranquilidade e calma, com mais liberdade”, disse na altura.

O chef brasileiro, que vive em Portugal há 25 anos, explicou que a decisão foi tomada em conjunto com as filhas e quer que elas “possam fazer o seu próprio caminho” sem terem de lidar com a responsabilidade da estrela, isto quando o espaço lhes for entregue.

“Tenho de dar oportunidade às minhas filhas para poderem fazer o que quiserem, ajudando-as o mais possível, daí ter de fazer uma mudança”, contou.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. È suficiente ignorar a estrela, repôr os “preços normais” e continuar a trabalhar con “excelente qualidade” segundo os próprios parâmteros seguindo as próprias ideias, sem se deixar influenciar por mais nada nem ninguém.
    Se os inspectores acharem que os parametros de qualidade não são os mesmos do guia e, portanto, o restaurante deixou de ser “digno” de lá estar, eles retirarão a estrela.

    Não será uma ‘estratégia’ para ter publicidade gratuita nos jornias?
    (ainda que tenha a estrela há 19 anos, eu ninca tinha ouvido falar deste chef nem do seu restaurante…)

  2. Será que preferia uma medalha do Presidente da Republica? Do Brasil? Portugal? Ou mesmo dos dois Países! Sempre poderia internacionalizar os negócios…Se não quer a estrela…Porque não muda de ramo? Em vez de um restaurante, pode abrir mais uma pastelaria ou padaria, dando emprego a toda a Família…

RESPONDER

Veneno de tarântula pode ser benéfico no tratamento de dores viscerais

Uma equipa de investigadores australianos identificou dois peptídeos do veneno da tarântula, que podem ajudar a aliviar dores em órgãos do sistema digestivo. Há algum tempo que os cientistas investigam a funcionalidade do veneno em doenças, …

Cientistas propõem reciclar beatas de cigarro para fazer tijolos

Os cientistas afirmam que se apenas 2,5% dos tijolos produzidos em todo o mundo, anualmente, incluíssem 1% de beatas, seria possível reciclar todas as pontas de cigarro a nível global. Um grupo de investigadores da Escola …

Taxa de natalidade desce quase um terço em cidade chinesa

As autoridades chinesas reconheceram oficialmente que a taxa de nascimentos em Xinjiang, cidade situada no noroeste da China, desceu quase um terço em 2018, comparada com o ano anterior. De acordo com a CNN, o governo …

Dynetics revela o módulo lunar do programa Artemis (incluindo o interior)

A empresa norte-americana Dynetics revelou, no dia 15 de setembro, um modelo em escala real do módulo lunar especialmente projetado para levar os astronautas da NASA à Lua já em 2024, como parte do programa …

Polícia de Nova Iorque de origem tibetana acusado de espiar ao serviço da China

Um polícia nova-iorquino originário do Tibete foi acusado de espionagem pelas autoridades norte-americanas por, supostamente, ter recolhido para o Governo chinês informações sobre a comunidade tibetana em Nova Iorque. De acordo com a acusação das autoridades …

Football Leaks. PJ desconhecia acesso das autoridades francesas às provas

O inspetor da PJ, José Amador, revelou, esta terça-feira, que esta polícia não teve conhecimento do acesso das autoridades francesas às provas apreendidas a Rui Pinto durante a sua detenção na Hungria. Na quinta sessão do …

Aldeões ajudam tropas indianas que enfrentam militares chineses nos Himalaias

Cerca de 100 residentes da vila de Chushul atravessam o território indiano de Ladakh para chegar a um pico dos Himalaias conhecido como Black Top, a uma altitude de mais de 4500 metros, levando suprimentos …

Detido na Rússia líder religioso que diz ser a reencarnação de Jesus

O líder religioso, que diz ser a reencarnação de Jesus, foi detido, na Rússia, esta terça-feira, durante uma operação especial. De acordo com as imagens divulgadas pelo jornal The Guardian, vários agentes da polícia, armados e …

Covid-19: Universidade de Coimbra tem novo programa de rastreio aleatório para alunos e docentes

A Universidade de Coimbra (UC) preparou um Plano de Prevenção e Protocolo de Atuação para garantir o regresso às aulas em segurança para alunos, professores, docentes e comunidade. "Tendo em conta a situação pandémica que estamos …

Jogador substituído aos 14 segundos

Substituição insólita foi realizada na primeira divisão da Estónia. Jovem nem tocou na bola. Jogo da 21.ª jornada do campeonato nacional da Estónia, primeira divisão. O FCI Levadia recebe o JK Nõmme Kalju e vence por …