Chef Henrique Leis quer devolver estrela Michelin, mas não pode

O chef Henrique Leis anunciou o desejo de querer renunciar à estrela Michelin que lhe foi atribuída em 2000. Mas, segundo fonte oficial do guia gastronómico, não pode ficar sem ela.

Henrique Leis tomou a decisão, inédita em Portugal, de abdicar da estrela Michelin em prol de mais “tranquilidade”. No entanto, Ángel Pardo Castro, responsável de comunicação do Guia para Espanha e Portugal, garante que tal “não é possível”.

Em entrevista ao Público, afirmou que “não fazemos o Guia para os chefs nem para os críticos. Fazêmo-lo para os leitores”. “A decisão já está tomada porque o guia, com a decisão dos inspetores, já está quase 100% fechado“, o que significa que a carta enviada a 12 de junho pelo chef Leis, em que manifestava querer ficar sem a estrela Michelin, não irá influenciar o seu surgimento ou não no guia.

O chef do restaurante sediado em Loulé já reagiu à posição da Michelin. Ao mesmo diário, garantiu que “ainda não pensou muito” sobre o que vai fazer se o seu nome surgir novamente na próxima edição do Guia, mas garante: “É meu desejo sair”.

“Um restaurante não pode dizer ‘não quero estar nesta categoria, quero outra’”, pois a decisão cabe única e exclusivamente aos inspetores, explicou Pardo Castro. “Pode ser muito romântica essa ideia de renunciar, mas não é possível”, acrescentou, considerando mesmo pouco justo “dizer ‘quando me interessa aceito e quando não me interessa, renuncio’”.

A tomada de decisão do chef foi anunciada ao Observador. “Eu vou entregar a estrela, não a quero mais. Já a tenho há 19 anos, basta! Quero fazer o meu trabalho, a minha vida, com mais tranquilidade e calma, com mais liberdade”, disse na altura.

O chef brasileiro, que vive em Portugal há 25 anos, explicou que a decisão foi tomada em conjunto com as filhas e quer que elas “possam fazer o seu próprio caminho” sem terem de lidar com a responsabilidade da estrela, isto quando o espaço lhes for entregue.

“Tenho de dar oportunidade às minhas filhas para poderem fazer o que quiserem, ajudando-as o mais possível, daí ter de fazer uma mudança”, contou.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. È suficiente ignorar a estrela, repôr os “preços normais” e continuar a trabalhar con “excelente qualidade” segundo os próprios parâmteros seguindo as próprias ideias, sem se deixar influenciar por mais nada nem ninguém.
    Se os inspectores acharem que os parametros de qualidade não são os mesmos do guia e, portanto, o restaurante deixou de ser “digno” de lá estar, eles retirarão a estrela.

    Não será uma ‘estratégia’ para ter publicidade gratuita nos jornias?
    (ainda que tenha a estrela há 19 anos, eu ninca tinha ouvido falar deste chef nem do seu restaurante…)

  2. Será que preferia uma medalha do Presidente da Republica? Do Brasil? Portugal? Ou mesmo dos dois Países! Sempre poderia internacionalizar os negócios…Se não quer a estrela…Porque não muda de ramo? Em vez de um restaurante, pode abrir mais uma pastelaria ou padaria, dando emprego a toda a Família…

RESPONDER

Retomado voo entre Portugal e a China após duas semanas de suspensão

Depois de ter sido suspensa por duas semanas, a ligação aérea entre Portugal e a China foi retomada este fim de semana. A ligação aérea entre Portugal e a China foi retomada este fim de semana, …

Líder do CDS diz que Portugal é uma "república das bananas" que já nem pune os criminosos

O líder do CDS, Francisco Rodrigues dos Santos, acusou o Governo de "descongestionar as cadeias à boleia de um pretexto sanitário". O regime especial de perdão das penas, aprovado em abril de 2020, continua em vigor, …

Há quatro mestrados portugueses entre os melhores do mundo segundo o Financial Times

Uma lista anual publicada pelo Financial Times ordena as 55 escolas de gestão em todo o mundo que mais se destacam nos 17 indicadores avaliados por esta publicação. O mestrado em Finanças da Nova School of …

Há cada vez mais denúncias de assédio. Motorista de autocarros de Coimbra foi suspenso após importunar jovem

Um motorista de autocarros de Coimbra foi suspenso depois de ter sido filmado enquanto assediava uma jovem num veículo dos SMTUC, a empresa de transportes públicos da cidade. O caso está a dar destaque a …

"A pandemia precipitou uma epidemia." Fungo negro disparou pela Índia desde a segunda vaga

A mucormicose, uma doença fúngica rara e frequentemente mortal, explodiu em toda a Índia durante a pandemia de covid-19. “A pandemia precipitou uma epidemia”, disse Bela Prajapati, otorrinolaringologista no Hospital Civil, na Índia, ao The New …

Governo aponta "soluções" para rever tabela remuneratória da Função Pública (e quer limitar "mandatos" das chefias intermédias)

O Governo está a avaliar “várias soluções” para rever a tabela remuneratória da Função Pública que passam por “alongá-la” ou alterar os momentos de entrada em cada carreira. A informação foi avançada pela ministra Alexandra Leitão, …

Já abriram os primeiros concursos para gastar a bazuca. Costa destaca "orgulho" na boa gestão de fundos europeus

Arranca, nesta segunda-feira, o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), com a abertura dos dois primeiros concursos para obtenção de financiamento da chamada "bazuca" europeia. O primeiro-ministro António Costa destaca a "boa gestão" dos fundos …

Parlamento sueco aprova moção de censura e derruba Governo

O primeiro-ministro sueco foi derrubado, esta segunda-feira, por um voto de desconfiança no Parlamento, situação inédita na história política da Suécia, e tem uma semana para se demitir ou convocar novas eleições. Resultado da reviravolta na …

MAI não revela velocidade a que seguia carro de Cabrita (e culpa a vítima pelo acidente)

Três dias após o acidente mortal na A6, o Ministério empurra as culpas para o trabalhador e continua a ocultar dados relativo à viagem. O Ministério da Administração Interna (MAI) recusa revelar a que velocidade seguia …

Militar de extrema-direita que ameaçou virologista belga encontrado morto

Jürgen Conings foi encontrado morto. O militar de extrema-direita estava em fuga após ameaçar um virologista, na Bélgica. O militar de extrema-direita Jürgen Conings, que estava em fuga após ameaçar um virologista, na Bélgica, “foi encontrado …