O céu de Wuhan iluminou-se com 400 drones para homenagear a população

O céu de Wuhan, cidade chinesa onde se pensa ter surgido o novo coronavírus, em dezembro de 2019, foi iluminado, este domingo, com 400 drones para homenagear os habitantes.

De acordo com o vídeo da CGTN, os 400 drones, colocados a 249 metros de altura, formaram alguns dos lugares mais emblemáticos da cidade, assim como importantes figuras chinesas.

Segundo o jornal online Observador, os dispositivos também mostraram frases como, por exemplo, “Wuhan despertou e o futuro irá ser melhor” e “Vamos unir-nos e partilhar o mesmo futuro”.

Esta foi a forma encontrada para homenagear os habitantes desta cidade chinesa que, em dezembro de 2019, foi dada como o epicentro do novo coronavírus. Os dados oficiais indicam que 81.171 residentes ficaram infetados e quase quatro mil morreram.

Posteriormente, Wuhan também foi vítima de inundações, na sequência de chuvas fortes, que causaram a morte de mais de uma centena de pessoas no centro deste país asiático.

A China registou, nas últimas 24 horas, 25 novos casos de covid-19, anunciou a sua Comissão de Saúde. Nove casos são de contágio local, todos na província de Xinjiang, onde foi detetado um surto há cerca de um mês. Os restantes 16 são casos importados.

Desde o início da pandemia, a China registou 4634 vítimas mortais, entre as 84.737 pessoas infetadas, de acordo com os dados oficiais.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.