Cientistas encontram 15 cérebros de uma estranha criatura marinha

(dr) Rebecca Gelernter

Impressão de artista de um exemplar de Kerygmachela kierkegaardi

Um grupo de cientistas do Reino Unido encontrou 15 cérebros fossilizados de uma insólita criatura marinha que viveu há cerca de 520 milhões de anos.

Os fósseis do “monstro marinho”, que viveu há cerca de 520 milhões de anos, foram encontrados congelados na Gronelândia. A investigação descobriu os cérebros e sistemas nervosos de 15 exemplares, pertencentes a uma das espécies ancestrais de aracnídeos e insetos.

Esta descoberta é fruto do trabalho de um grupo de cientistas do Reino Unido entre 2011 e 2016, em Sirius Passet, no norte da Gronelândia. Por mais que esta espécie já fosse conhecida e identificada, os novos fósseis revelaram informações inéditas.

O cérebro deste animal, conhecido como Kerygmachela kierkegaardi, tinha uma estrutura simples e era composto por um único segmento.

Esta característica faz com que o seu cérebro seja diferente do dos humanos e até dos seus “parentes artrópodes, como aranhas, gafanhotos ou borboletas”, cujo cérebro está dividido em três partes, frisou Jakob Vinther, investigador da Universidade de Bristol e autor principal do estudo publicado na revista Nature.

A descoberta tem importantes implicações, já que se trata de um dos mais antigos cérebros fossilizados encontrados, ajudando os cientistas a entender melhor os mecanismos da evolução.

​O Kerygmachela kierkegaardi tinha forma oval e media 25 centímetros. A sua cabeça tinha dois apêndices longos e ostentava uma cauda fina. Para se deslocar na água usava os seus onze pares de barbatanas.

Segundo Vinther e a sua equipa, as análises do cérebro desta espécie, um predador marinho, mudam a forma como vemos a evolução do nosso próprio cérebro. “Podemos chamá-los de elo perdido por conter características que existem em animais atuais, mas que não eram encontradas em fósseis mais antigos”, explicou.

O cérebro simples dos Kerygmachela kierkegaardi pode ter sido um fator chave para a sobrevivência da espécie durante a Explosão Cambriana, um período, há cerca de 541 milhões de anos, durante o qual uma enorme variedade de animais surgiu.

Antes disso, a maior parte dos organismos era simples, composta por células individuais e organizada em colónias. Tudo mudou nos 80 milhões de anos seguintes, quando a diversidade de formas de vida apareceu e configurou um quadro semelhante ao que existe hoje em dia.

Os cientistas acreditam que um grande “pico de oxigénio” foi o responsável pelo desenvolvimento de várias espécies, um evento que terminou há 488 milhões de anos, com o fenómeno da extinção do Cambriano Ordoviciano, ao qual este “monstro marinho” sobreviveu.

A primeira grande extinção em massa conhecida pode ter acontecido por dois motivos: queda brusca de oxigénio nos oceanos ou um período de glaciação na Terra.

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. No artigo é dito que encontraram os cérebros fossilizados. É dito também que encontraram os cérebros congelados. Qual a versão correcta?

  2. O artigo também dá a entender que o organismo teria 15 cérebros. Afinal eram 15 indivíduos cada um com um cérebro. Mas, isto já não é ‘catchy’…

Trump sugere que os mexicanos são uma ameaça terrorista maior do que o Daesh

O Presidente Donald Trump sugeriu que os mexicanos são uma ameaça muito maior do que o Daesh. Respondendo uma vez mais às críticas sobre ter retirado as tropas dos Estados Unidos (EUA) junto à fronteira …

Grécia. Incêndio em campo de refugiados deixa 600 pessoas sem alojamento

Um incêndio no campo de identificação e registo de migrantes de Vathy, na ilha grega de Samos, deixou 600 refugiados sem alojamento, alertou na terça-feira a organização não-governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF). "Em Vathy, seis …

Lista candidata à Ordem dos Enfermeiros excluída por ter poucos homens

Uma das listas candidatas às eleições para a Ordem dos Enfermeiros foi excluída por ter poucos homens. A comissão eleitoral nomeada explica que a lista não respeita a lei da paridade, aprovada pela Assembleia da …

“É a desilusão”. PSD queria novos ministros na Saúde, Educação e Justiça

  O PSD defendeu esta quarta-feira que "não há um novo Governo", mas "uma remodelação com alargamento", com um executivo aumentado e "mais partidário", considerando "uma desilusão" a continuidade em pastas como Saúde, Educação e Justiça. "Não …

Dobradinha poderá render 1,6 milhões de euros a Bruno Lage

Caso consiga alcançar a dobradinha, isto é, vencer o campeonato e a Taça de Portugal, o treinador do Benfica, Bruno Lage, receberá em prémios cerca de 1,6 milhões de euros brutos, avança a imprensa desportiva. A …

Lisboa aumenta seis vezes IMI de prédios devolutos nos centros

A Câmara de Lisboa vai aumentar, em 2020, seis vezes a taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para os prédios devolutos nas zonas de maior pressão urbanística, anunciou esta quarta-feira o vereador das Finanças, …

Polícia entrou na federação de futebol da Bulgária e deteve cinco pessoas

Já depois de Borislav Mihailov se ter demitido da presidência da federação da Bulgária, uma unidade da estrutura policial que luta contra o crime organizado no país entrou esta terça-feira na sede da federação, em …

Família holandesa vivia há 9 anos numa cave à espera “do fim dos tempos”

A policia holandesa encontrou uma família de seis pessoas na cave de uma quinta no nordeste do país, onde viviam em isolamento há nove anos e, segundo a imprensa, esperavam “o fim dos tempos”. A polícia …

Kim Jong-un subiu montanha sagrada a cavalo (e deixou a Coreia à espera de um grande anúncio)

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, foi ao monte Paektu, a montanha considerada sagrada pelos norte-coreanos, dar um passeio a cavalo. As imagens foram divulgadas pela agência estatal KCNA, tendo surgido especulações de que virá aí …

Uma questão de físico. Já se sabe porque o Manchester United desistiu de João Félix

Foi a "falta de físico" que afastou João Félix do Manchester United. O clube inglês ponderou contratar a jovem estrela do Benfica, antes da sua mudança para o Atlético de Madrid, mas acabou por desistir …