Apesar de ter uma nova liderança, CDU de Merkel continua a descer nas sondagens

Daniel Kopatsch / EPA

A chanceler alemã Angela Merkel

Mesmo depois da mudança de líder, o partido de Angela Merkel cai para menos de 30% das intenções de voto.

A União Democrata Cristã (CDU), partido da chanceler Angela Merkel, cai para menos de 30% das intenções de voto, mesmo depois da mudança de líder, cargo ocupado por Annegret Kramp-Karrenbauer (AKK) desde dezembro do ano passado.

De acordo com as últimas sondagens realizadas pela Forsa, Infratest e INSA, a CDU/CSU obtém 28%, 29% e 29,5% respetivamente, em caso de novas eleições. Nas últimas legislativas, na Alemanha, realizadas a 24 de setembro de 2017, o partido, agora liderado por AKK conseguiu 32,9%.

A recolher os votos perdidos pelos partidos do centro, que formam atualmente a grande coligação governativa, estão os Verdes que já recolhem 20% das preferências do eleitorado alemão. Os Grüne mais do que duplicam os resultados obtidos no último escrutínio, no qual conseguiram 8,9%.

Para o sociólogo e politólogo alemão Oscar Gabriel, a CDU/CSU “estabilizou num nível historicamente baixo de apoio”. Em declarações à Lusa, o professor da Universidade de Estugarda acredita que o que acontece na Alemanha está em linha com os restantes países europeus.

“Duvido que essa tendência possa ser revertida. Nas campanhas eleitorais que agora se aproximam, a CDU e a CSU enfrentam o desafio de mobilizar não eleitores e de ir buscar apoio aos Liberais e ao [partido de extrema-direita] Alternativa para a Alemanha (AfD). Isso só será possível dando mais peso às posições conservadoras em alguns campos políticos, como as migrações”, defende.

“Por outro lado, enfraquecer o perfil do partido liberal da era de Merkel, implicaria uma perda de apoio, provavelmente favorecendo os Verdes. Não menos importante é perceber, depois das eleições de 2021, com que partidos é que a CDU/CSU será capaz de formar um governo de coligação. Uma viragem mais à direita não seria, claramente, a melhor estratégia a adotar”, sublinha Oscar Gabriel.

Num comentário, o jornal alemão Der Tagesspiegel revela que “o percurso cada vez mais conservador de AKK parece afastar mais do que atrair”, destacando a simpatia crescente que o atual vice-chanceler e ministro das Finanças, Olaf Scholz (do Partido Social Democrata) parece recolher entre o eleitorado.

“De um ponto de vista formal, ele é o membro mais poderoso do executivo, logo depois da chanceler. Como o planeamento orçamental atual mostra, ele parece estar a usar esse poder formal para tentar dar prioridade às políticas públicas”, considera Oscar Gabriel.

Em entrevista há algumas semanas, Scholz declarou-se aspirante a ser indicado como o candidato social-democrata à Chancelaria. “Tenho sérias dúvidas se o SPD, particularmente a forte ala esquerda do partido, o apoiará nesta aspiração”, realça o professor da Universidade de Estugarda.

Para que AKK ambicione substituir Merkel na chefia do governo alemão, precisa primeiro de “demonstrar que será também capaz de preencher com competência o papel de líder que Merkel desempenhou e tem desempenhado na política internacional”.

O politólogo e sociólogo alemão, Oscar Gabriel, acredita que Kramp-Karrenbauer está a integrar “com sucesso” os diferentes grupos “que manifestaram posições críticas em relação a Merkel e às suas políticas”.

“As exigências, inicialmente fortes, de dar uma posição de relevo ao seu principal opositor, Friedrich Merz, praticamente desapareceram. Aparentemente ela está a tentar destacar o perfil da CDU e melhorar a cooperação com a CSU”, realça Oscar Gabriel.

Além das eleições europeias, marcadas para 26 de maio, a Alemanha enfrenta várias votações nos Estados federados, entre eles o de Bremen (também a 26 de maio) ou na Turíngia (a 27 de outubro).

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Temperatura do planeta pode estabilizar nos valores de há três milhões de anos

A temperatura no planeta pode estabilizar nos valores de há três milhões a cinco milhões de anos, caso a humanidade consiga estancar as emissões de gases com efeito de estufa até 2030, diz a especialista …

Operação Lex. Juiz Vaz das Neves arguido por corrupção e abuso de poder

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa Vaz das Neves é arguido na Operação Lex por suspeitas de corrupção e abuso de poder relacionadas com a distribuição eletrónica de processos, disse à Lusa fonte …

Governo quer licenças de trabalho parcial pagas para pais no primeiro ano dos filhos

O Governo quer implementar licenças de trabalho parcial remuneradas para pais e mães de crianças no seu primeiro ano de vida, no âmbito do programa para a conciliação entre vida profissional e vida familiar e …

Covid-19. Portugal "tem de preparar-se para o pior" e ter plano de contingência

Ricardo Mexia, presidente da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, defende que Portugal tem de se preparar para o pior e, por esta altura, já devia ser conhecido o plano de contingência em ação. "Convém …

Misteriosa mensagem esculpida numa rocha em França foi finalmente decifrada

A inscrição, gravada há 250 anos numa rocha na região francesa da Bretanha, foi finalmente decifrada graças a um concurso lançado pelo município. O mistério, que há muitos anos intrigava a comunidade científica e curiosos de …

Transferência de Bruno Fernandes rendeu 16 milhões ao BCP e ao Novo Banco

A transferência de Bruno Fernandes do Sporting para o Manchester United foi rentável não apenas para o clube de Alvalade, mas também para os Bancos que são os principais financiadores do emblema. Millennium BCP e …

Braga 0-1 Rangers | "Guerreiros" eliminados por pé Kent

O Sporting de Braga caiu nos 16 avos-de-final da Liga Europa. Após a derrota por 3-2 na visita ao Rangers na semana passada, após estar a vencer por 2-0, os “arsenalistas” foram donos e senhores …

Violada, drogada e raptada. Cantora Duffy explica o seu desaparecimento da cena musical

A cantora galesa Duffy que fez sucesso, em 2008, com a música "Mercy", esteve vários anos afastada dos holofotes do mundo da música e explica, agora, que isso se deveu ao facto de ter sido …

Neeleman continua na TAP, mesmo com a entrada da Lufthansa

David Neeleman vai manter-se como acionista da companhia aérea portuguesa, mesmo que a Lufthansa venha a entrar no capital da TAP. Sabe-se que a Lufthansa está a estudar, juntamente com a United Airlines, a aquisição dos …

Escócia aprova plano para dar tampões e pensos grátis a todas as mulheres

O Parlamento escocês aprovou, esta terça-feira, um projeto de lei para disponibilizar gratuitamente produtos de higiene feminina a todas as mulheres. A Escócia será o primeiro país a avançar com uma medida deste tipo. O plano …