Descoberta a causa surpreendente dos eventos vulcânicos que desencadearam extinções em massa

Gary Saldana / Unsplash

Vulcão Acatenango, na Guatemala

A desaceleração do movimento das placas tectónicas continentais terá sido o que levou à subida à superfície do magma e também foi a causa dos grandes eventos vulcânicos que causaram grandes extinções.

Durante a história da Terra, houve erupções vulcânicas tão devastadoras que catapultaram alguns dos maiores eventos de extinção do nosso planeta.

Um novo estudo publicado na Science Advances sugere que a desaceleração do movimento das placas continentais foi o que causou a subida do magma à superfície da Terra e por estes grandes eventos vulcânicos.

Recorrendo a dados químicos de antigos depósitos de lamito obtidos de um poço de 1,5 km de profundidade no País de Gales, a equipa conseguiu descobrir a relação entre dois eventos-chave há 183 milhões de anos, no período Toarciano.

Nesta altura, a Terra passou por algumas das alterações climáticas mais drásticas de sempre — mudanças estas que coincidiram com a ocorrência de grandes atividades vulcânicas que libertaram enormes quantidades de gases com efeito de estufa no hemisfério sul, relata o SciTech Daily.

Os investigadores usaram modelos de reconstrução de placas tectónicas para perceberem qual foi o principal processo geológico que determinou a altura em que este evento vulcânico começou e o que desencadeou e este outros eventos semelhantes de grande magnitude.

“Os cientistas pensam há muito que o início da ressurgência de rocha vulcânica derretida, ou magma, das profundezas do interior da Terra, como plumas do manto, foi o instigador da tal atividade vulcânica, mas as novas evidências mostram que a taxa normal de movimento das placas continentais de vários centímetros por ano impede efetivamente que o magma penetre na crosta continental da Terra”, explica Micha Ruhl, cientista que liderou a equipa.

Rulh explica que só quando o movimento da placa continental abranda “para quase zero” é que o magma “pode efetivamente chegar à superfície, causando grandes erupções vulcânicas em grandes províncias ígneas”.

“Crucialmente, uma avaliação mais aprofundada mostra que uma redução no movimento da placa continental provavelmente controlou o início e a duração de muitos dos principais eventos vulcânicos ao longo da história da Terra, tornando-se um processo fundamental no controlo da evolução do clima e da vida na superfície da Terra”, acrescenta.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.