Cascais. Choveu mais do que nas grandes cheias de 1983

Rodrigo Antunes / Lusa

O concelho de Cascais, distrito de Lisboa, registou este sábado maior pluviosidade do que nas grandes cheias de 1983, avançou o presidente da Câmara Municipal, Carlos Carreiras, alertando para a situação de maior risco durante esta noite.

“Estivemos a acompanhar, a grande preocupação era no período das 20:00/21:00 até às 23:00, porque havia um conjunto de coincidências que podem levar a situações de maior risco”, declarou este sábado à Lusa Carlos Carreiras, presidente da Câmara de Cascais, referindo que estava previsto que chovesse mais, coincidindo com a preia-mar.

“A Ribeira das Vinhas continua com bastante carga e a Barragem do Rio da Mula está a encher e vai ter de fazer descargas que são automáticas”, referiu ainda Carlos Carreiras, explicando que “é todo um acumular de água que chega à baixa de Cascais que, por sua vez, é das zonas do país que está considerada de maior risco de cheia”.

“Tivemos  um período mais intenso entre as 11:30 e as 13:00 de muita chuva, para se ter uma ideia choveu bastante mais do que tinha chovido nas grandes cheias de Cascais em 1983 e isso provou algumas situações, não da gravidade de 1983, mas ainda assim algumas situações pontuais”, disse o presidente da Câmara, sem dispor do número total de ocorrências registadas devido ao mau tempo.

A 19 de novembro de 1983, Cascais amanheceu coberta de água, “um cenário dantesco no qual o caos imperava, fluíam ao sabor das águas os sacos de batatas, as caixas de legumes e mesmo os carros e carrinhas que os transportavam”, recorda o blog Portugalidade, segundo o qual ainda hoje se podem ver os restos das lamas que o dia trouxe à cidade.

Décadas mais tarde, diz a mesma fonte, os que tiveram a infelicidade de nesse dia acordar rodeados de água, sem eletricidade, telefone ou qualquer tipo de comunicação, ainda sentiam no ar o cheiro putrefacto que emanava daquelas águas lamacentas.

(dr) Portugalidade

Cheias em Cascais, 19 de novembro de 1983

Entre as principais ocorrências deste sábado, a inundação de uma casa na freguesia de Carcavelos levou à retirada de cinco pessoas, que precisaram de ser realojadas, tendo o município disponibilizado alojamento, mas não foi necessário porque optaram por ficar em casa de familiares.

“Houve situações na serra, uma árvore que caiu na linha férrea Cascais – Lisboa e depois situações pontuais, mas sem uma preocupação de maior”, indicou o autarca, referindo que algumas casas também tiveram ao nível das caves alguma inundação.

Outra das ocorrências foi também uma inundação no Pavilhão de Alcabideche onde está a decorrer a vacinação contra a covid-19, “nomeadamente a zona mais sensível e mais estratégica que é onde está o frigorifico com as vacinas”, mas a situação ficou prontamente resolvida e “acabou por não criar preocupação de maior”, afirmou.

Até às 18:00 de sábado, Portugal tinha contabilizado 616 ocorrências devido ao mau tempo, sendo os distritos de Lisboa (394), Leiria (67) e Setúbal (63) os mais atingidos, disse à Lusa Pedro Araújo, comandante da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

O comandante da ANEPC disse haver registo de “321 ocorrências associadas a inundações, 111 quedas de estruturas, 124 quedas de árvores e 32 limpezas de via”.

Em termos de infraestruturas atingidas pelo mau tempo, o responsável da ANEPC explicou que “a mais relevante aconteceu na linha ferroviária de Cascais, em São João do Estoril, cortada em ambos os sentidos há cerca de cinco horas e meia” devido à “queda de um cedro”.

A ANEPC tinha alertado para a possibilidade de ocorrência de “cheias-relâmpago” em zonas urbanas, devido à subida do nível dos rios.

O Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA) pôs sob aviso laranja 13 dos 18 distritos de Portugal Continental, incluindo toda a costa do país, e, a amarelo, cinco distritos do interior, devido ao mau tempo.

De acordo com o ‘site’ do instituto, os distritos do litoral, incluindo todo o Algarve, estão sob aviso laranja, mas, em declarações à Lusa, fonte do IPMA disse não haver ocorrências significativas até ao momento.

Os avisos laranja devem-se sobretudo à precipitação, embora nos distritos mais a norte, Porto, Braga e Viana do Castelo, se devam também ao vento e à agitação marítima.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Erupção do Fagradalsfjall dura há seis meses. É a mais longa na Islândia em 60 anos

A erupção vulcânica perto de Reykjavik se tornou a mais longa da história da Islândia desde 1960, marcando seis meses de expulsão de gás, pedra e lava no domingo (18). Milhares de espectadores ficaram maravilhados com …

Cientistas foram à procura de matéria escura e acabaram por encontrar energia escura

Uma equipa de cientistas foi à procura de matéria escura e pode ter encontrado energia escura em vez disso. Os investigadores querem ter a certeza que não foi uma casualidade. A energia escura é uma forma …

Role play ao serviço da Ciência. Investigadores fingem ser Neandertais para estudar caça a aves

Uma equipa de investigadores espanhóis decidiu adotar a "dramatização" científica para reconstruir um novo elemento do comportamento Neandertal: a cooperação com os membros do grupo enquanto usa fogo e ferramentas para caçar gralhas no interior …

Estoril 0-1 Sporting | Figueira deu o fruto que saciou o leão

Foi preciso surgir um erro crasso do guarda-redes estorilista (até então a fazer uma belíssima exibição) para o campeão nacional poder respirar de alívio e festejar a quarta vitória na Liga, esquecendo por agora a …

A tinta mais branca do mundo ajuda a poupar energia nas casas - e pode eliminar de vez o ar condicionado

Uma equipa de investigadores da Universidade de Purdue desenvolveu uma tinta tão branca que revestir um prédio com ela pode reduzir, ou até mesmo eliminar, a necessidade de ter ar condicionado. Depois de testar mais de …

Costa promete "lição exemplar" à Galp depois de "tanto disparate" em Matosinhos

O secretário-geral do PS, António Costa, considerou hoje que “era difícil imaginar tanto disparate, tanta asneira, tanta insensibilidade” como a Galp demonstrou no encerramento da refinaria de Matosinhos, prometendo uma “lição exemplar” à empresa. Falando em …

Porto 5-0 Moreirense | Días, Taremi e Fábio, o trio maravilha

O Porto foi o primeiro dos “grandes” a entrar em campo e deu o mote, e que mote. Os “dragões” receberam o Moreirense e golearam sem apelo nem agravo, por 5-0, graças a uma segunda …

Ronaldo volta a marcar pelo United em jogo com final frenético

O português Cristiano Ronaldo voltou hoje a marcar pelo Manchester United, mas foram Lingaard e David de Gea que ‘brilharam’ na vitória sobre o West Ham, por 2-1, em jogo da quinta jornada da Liga …

O Cumbre Vieja, num dos complexos vulcânicos mais ativos nas Canárias, entrou em erupção

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma, entrou hoje em erupção na zona de Las Manchas, depois de mais de uma semana em que foram registados milhares de sismos na região. Na zona, …

Portugal regista 677 novos casos de covid-19 e cinco mortes

Portugal registou, este domingo, 677 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …