Um casamento está a complicar o caso EDP (e pode anular decisão de juiz)

José Sena Goulão / Lusa

António Mexia, presidente executivo da EDP

A relação conjugal entre dois juízes que já intervieram no chamado caso EDP, que investiga Manuel Pinho por suspeitas de corrupção, está a complicar o processo. A defesa de dois arguidos usa o argumento do casamento para solicitar a nulidade do acórdão que anulou decisões do juiz Ivo Rosa.

Está em causa o acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa (TRL), assinado pelo juiz desembargador Ricardo Cardoso, que arrasa Ivo Rosa, o juiz titular do caso EDP, acusando-o de criar obstáculos à investigação do Ministério Público (MP), com “sucessivas nulidades insanáveis, por total incompetência do tribunal”.

Ivo Rosa tinha decidido impedir o MP de utilizar dados bancários e fiscais do presidente da EDP, António Mexia, e do presidente da EDP Renováveis, João Manso Neto, ambos arguidos no processo.

Depois do acórdão de Ricardo Cardoso que anula a decisão de Ivo Rosa, a defesa de Mexia e de Manso Neto atira para a mesa o argumento do seu casamento com a também juíza Anabela Cardoso, que já tomou decisões no âmbito do processo EDP.

A defesa dos dois arguidos reclama uma “nulidade insanável”, alegando que Ricardo Cardoso “deveria ter-se declarado impedido de participar nos autos do caso EDP” pelo facto de a sua mulher, que também é desembargadora no TRL, “já se ter pronunciado por duas vezes no mesmo processo”, aponta o Observador.

O argumento da defesa assenta no número 3 do artigo 39.º do Código de Processo Penal que realça que “não podem exercer funções, a qualquer título, no mesmo processo juízes que sejam entre si cônjuges, parentes ou afins até ao 3.º grau ou que vivam em condições análogas às dos cônjuges”.

Anabela Cardoso interveio em dois acórdãos do processo, ambos relacionados com recursos do MP após decisões de Ivo Rosa que afectavam o decurso da investigação. Nas duas situações, foi dada razão ao MP.

No acórdão agora proferido, Ricardo Cardoso chega a citar a mulher para acusar Ivo Rosa de “não acatar” jurisprudência “constante e uniforme” de tribunais superiores, como refere o Observador.

A defesa de Mexia e de Manso Neto solicita a declaração de impedimento de Ricardo Cardoso e, desta forma, a nulidade do acórdão. Caso a pretensão seja aceite, a decisão de Ivo Rosa impedir o acesso a dados bancários e fiscais dos responsáveis da EDP terá que ser novamente apreciada pelo TRL.

SV, ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Continuamos a assistir a este triste espectáculo da Justiça Portuguesa, se se pode chamar Justiça a isto.
    Todos os pretextos são válidos para os bandidos fugirem à justiça.
    E o sistema judicial vê-se manietado por um conjunto de leis que favorece qualquer bandido que tenha um bom advogado.
    Fala-se em Corrupção como o maior mal de que padece o país.
    Mas o pior mal, é a Justiça que não funciona quando os tubarões aparecem.
    A Corrupção é só mais uma consequência da inoperância da Justiça.

    • Não se preocupe. A justiça humana poderá ser ineficaz, mas esses crápulas jamais escaparão à justiça divina. Que o gozem neste lado, porque, quando chegarem ao outro, vão ter muito que amargar.

    • Caro sr. Carlos, aplaudo e concordo integralmente com o seu comentário, poderia até ser mais vigoroso que não fugia à triste verdade.
      É o nosso país e onde o deixámos chegar…

  2. No Reino da Korruptlândia… o tal Reino à beira mar “afogado”, das “maravilhas” prometidos ao Zépovinho, pelos senhores(!) pulhíticos, tudo pode acontecer……. Mas a “justiça” não foi abolida no acordo (h)ortogáfico (de horta, nabos nabiças & ca.) e substituída por “injustiça à la portuga”?!!! Quaisquer semelhanças com a justiça brasileira não é ficção científica é facto!!!! (com c, porra, e não “o cagado andava de fato na praia….)! Os Tugas ainda terão de pedir ajuda ao Ministro da Justiça Sérgio Moro e ao Juiz Deltan Martinazzo Dallagnol do Brasil!!!!!!….., senão daqui a dois milénios, os processos estarão ainda incompletos!!!….

  3. … que espetáculo com a dita justiça portuguesa. Onde para a credibilidade dum estado deste gabarito. O que conta são os EUROS em qualquer bolso.

  4. A EDP, É UM ESTADO DENTRO DOUTRO ESTADO, E MAIS NADA. Se forem apertados ou ameaçados cortam a energia e alegam que foram as aves (CEGONHAS) nos postes de alta tensão, a causar as avarias, como já aconteceu há pouco tempo atras

  5. Mais uma prova de que o sector público não funciona em Portugal. Não funciona e arrasta todos os portugueses para um poço sem fundo de onde nenhum de nós consegue sair. Pagamos todos por isso com maus serviços na justiça, na educação, na saúde e onde só reina quem tem amigos bem colocados pois esses sim, conseguem sempre passar pela porta do cavalo. Como se diz em bom português, uns são filhos de Deus e outros filhos da pu…estes últimos são infelizmente a maioria de nós.

  6. E assim vai o país. O MP é impedido de investigar o que tem por obrigação investigar, as defesas dos corruptos agarram-se a tudo o que podem desde a vírgula do texto ao estado do tempo para impedir que a justiça siga o curso natural. Mas apenas porque a nossa legislação dá ferramentas aos prevaricadores para se esgueirarem às responsabilidades até os casos prescreverem. E quem faz a legislação? Todos aqueles que já prevêem vir a ter culpas no cartório ou sabem de amigalhaços que as têm e assim cumprem a máxima “proteger e ser protegido”. Políticos e cia. todos metidos num barco sem fundo e enviados para um sítio que eu não digo… não se perdia nada. Não há um único político digno de nota neste jardim de flores cada vez mais murchas. Talvez seja da proximidade aos ares salgados do mar.

RESPONDER

Se quer um coração saudável, desligue a televisão e tome um bom pequeno-almoço

É conhecida como a refeição mais importante do dia e não é por acaso. Os hábitos de vida que seguimos diariamente têm um impacto direto na nossa saúde vascular. Numa investigação recentemente apresentada na reunião anual …

Determinada temperatura das bebidas que aumenta risco de cancro

Cientistas da Universidade de Ciências Médicas de Teerão publicaram novas provas sobre a relação entre o consumo de bebidas quentes e o cancro do esófago. De acordo com o estudo publicado na revista International Journal of …

Descobertos 83 buracos negros supermassivos no Universo inicial

Astrónomos do Japão, de Taiwan e dos EUA descobriram 83 quasares alimentados por buracos negros supermassivos no universo distante, numa época em que o Universo tinha menos de 10% da sua idade atual. "É notável que …

Joy Milne consegue cheirar a doença de Parkinson antes de ser diagnosticada

Atualmente, não existe nenhum teste diagnóstico definitivo para o Parkinson, mas isso pode mudar graças a Joy Milne, uma mulher que consegue detetar a doença antes que os sintomas apareçam. Parece demasiado bizarro para ser verdade, …

Filho de José Eduardo dos Santos libertado da prisão. Estava preso desde setembro de 2018

O antigo presidente do Fundo Soberano de Angola, José Filomeno dos Santos, que se encontrava em prisão preventiva desde 24 de setembro de 2018, encontra-se já em liberdade, disse hoje à agência Lusa fonte oficial. A …

Naufrágio no Nilo é a primeira prova de que Heródoto não estava a mentir sobre os barcos egípcios

Um navio naufragado encontrado no rio Nilo pode ter permanecido inalterado durante mais de 2.500 anos. Agora, está finalmente a revelar os seus segredos: cientistas pensam que este navio revelou uma estrutura cuja existência tem …

A gravidade influencia a maneira como tomamos decisões

Todo e qualquer organismo vivo na Terra evoluiu a longo de milhares de anos sob um campo gravitacional constante, com a gravidade desempenhando um papel fundamental no comportamento e na cognição humana. Um estudo recente publicado …

"Atentado" na Disneyland Paris era apenas uma avaria nas escadas rolantes

Por volta das 21h00 em Paris, produziu-se um movimento de pânico na Disney Village, no parque de diversões francês da Disney. Rapidamente se multiplicaram mensagens sobre um "atentado". Ao jornal belga DH, uma fonte afirmou que …

Cientistas alargam limites físicos do grafeno

Até onde vão os limites físicos do grafeno? Uma equipa de cientistas do Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), em Braga, respondeu a esta questão e desafiou-os. Uma equipa de investigadores dos Departamentos de Materiais Quânticos …

Ilusionista britânico diz que vai travar o Brexit com o poder da mente

Uri Geller é um ilusionista israelista, com nacionalidade britânica, que se tornou famoso nos anos 1970 em programas de televisão em que realizava demonstrações dos seus alegados poderes paranormais. Agora, Geller deixa um aviso a Theresa …