Cartas de Anne Frank à avó paterna vão ser publicadas pela primeira vez

Com a iminente edição da versão original completa do Diário de Anne Frank, também serão publicadas as cartas que a menina escreveu à sua avó paterna, Alice Betty Stern.

A notícia é avançada pelo jornal britânico The Guardian. As cartas foram escritas entre 1936 e 1942, antes de Anne Frank ter começado a escrever no seu famoso diário a 12 de junho de 1942 até à sua detenção e da família dois anos depois.

O conteúdo das novas missivas refere-se a anedotas, momentos do seu dia-a-dia e detalhes do seu próprio aspeto físico ou os presentes que recebeu no seu aniversário (“uma bicicleta, uma mochila nova para a escola, um vestido para a praia, material de papelaria”). Neles, também fala sobre os seus pais e a sua irmã Margot.

Numa das cartas, cuja data é atribuída à primavera de 1941, Anne Frank, de 12 anos, diz à avó que os seus pais querem que corte o seu “cabelo comprido” apesar do desejo da menina de deixá-lo crescer. Ela confessa que estava a ser desagradável ter um “aparelho dental” nas últimas oito semanas – ou algo tão comum na adolescência como a sua amizade com os meninos.

Anne também fala – através da narração do seu dia a dia – sobre a situação política do continente europeu, porque em maio de 1940 a invasão nazi ocorreu na Holanda e a perseguição da população judaica já tinha começado.

A impossibilidade de ensinar judeus ou patinar no gelo são algumas das suas confissões. “Eu vou ter um vestido novo, é muito difícil de fabricar e requer muitos, muitos cupões de racionamento”, também escreveu.

O “Diário de Anne Frank”, um dos livros mais importantes sobre a era do holocausto, foi publicado pela primeira vez na versão original completa, sem correções e retoques que a autora e o pai fizeram antes da publicação.

Anne começou a escrever no “Diário” em 12 de junho de 1942 quando completou 13 anos. A última passagem descrita no livro está datada de 1 de agosto de 1944, três dias antes de os nazis terem descoberto o esconderijo e detido a sua família e os restantes judeus.

O “Diário” ficou em Amesterdão e foi conservado pelos empregados de Otto Frank, pai de Anne Frank, a quem entregaram os escritos depois do fim da guerra. Anne Frank morreu em março de 1945 e, poucas semanas depois, o campo de concentração de Bergen-Belsen foi libertado pelos britânicos. Das oito pessoas que foram detidas na casa “esconderijo” de Anne Frank, o seu pai foi o único que sobreviveu ao cativeiro.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Perda de habitat pode aumentar doenças que passam de animais para humanos, prevê ONU

Um novo relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) alertou que podem surgir mais doenças que passam de animais para humanos, como a covid-19, à medida que os habitats são devastados pela exploração da vida …

Rússia ameaça retaliar face às sanções "hostis" do Reino Unido

A Rússia ameaçou responder às sanções "hostis" anunciadas por Londres contra 59 pessoas e entidades, 25 delas russas. A Rússia vai responder às sanções "hostis" anunciadas pelo Governo britânico contra 49 pessoas e organizações, 25 das …

Ministério dispensa quase todos os alunos da renovação de matrículas (após ataques informáticos e o desespero dos pais)

As matrículas online são agora obrigatórias apenas para os alunos que no próximo ano lectivo vão iniciar os 5.º, 7.º e 10.º anos de escolaridade. O anúncio é feito pelo Ministério da Educação depois das …

"Estavam prontos para bater". Atleta Ricardo dos Santos vai processar polícia londrina

O atleta português Ricardo dos Santos disse na segunda-feira que não demorou mais de 20 segundos a parar o carro, quando lhe foi pedido pelas autoridades em Londres, e garantiu que vai processar a polícia …

Motorista de autocarro em morte cerebral depois de agressões de passageiros em França

Um motorista de autocarro foi declarado em morte cerebral esta segunda-feira, em França, depois de ter sido agredido no domingo por passageiros a quem recusou a entrada no transporte público. No domingo à noite, um motorista …

Erro de laboratório origina 20 casos em dois clubes da Liga búlgara

Vinte pessoas estão infetadas com o novo coronavírus, após um futebolista com covid-19 ter participado no duelo entre o Cherno More e o Tsarko Selo, da Liga búlgara, devido ao erro de um laboratório, foi …

Soleimani foi assassinado de forma "ilegal e arbitrária", considera perita da ONU

A relatora especial da ONU, Agnes Callamard, considera que os Estados Unidos não apresentaram provas suficientes para justificar o ataque. Uma especialista da ONU concluiu que o general iraniano Qasem Soleimani, morto num raide norte-americano …

Bolsonaro infetado com covid-19

A imprensa brasileira confirmou, esta terça-feira, que o Presidente Jair Bolsonaro está infetado com covid-19. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, testou positivo à covid-19. De acordo com a Globo, a informação foi avançada pelo próprio, …

Costa avisa que vem aí a "fase mais crítica" dos incêndios e pede prevenção

O primeiro-ministro participou numa reunião de acompanhamento e monitorização sobre prevenção e combate a fogos florestais e advertiu, esta terça-feira, que Portugal entra agora na fase mais crítica. Esta terça-feira, o primeiro-ministro advertiu que Portugal entra …

"Fracasso" no combate à covid-19. Diretora de Saúde de Israel demite-se

Siegal Sadetzki, diretora dos serviços públicos do Ministério da Saúde de Israel, denunciou o "fracasso" das autoridades em retardar a propagação da covid-19 no país, apresentando a sua demissão. Uma responsável do Ministério da Saúde de …