Cartão escolar vai substituir passe para alunos do primeiro ciclo de Lisboa

Em Lisboa, as crianças do primeiro ciclo vão poder usar o cartão escolar para andar gratuitamente na Carris e no Metro. A medida deve entrar em vigor no próximo ano letivo, em setembro.

Os alunos do primeiro ciclo de Lisboa vão poder usar o cartão da escola, em vez do passe, para andar nos transportes públicos da cidade, a partir do próximo ano letivo.

Irá avançar um projeto-piloto, a partir da Páscoa, em dois agrupamentos da cidade que ainda não estão escolhidos. No entanto, a Câmara pretende que, em setembro, “seja universal nas escolas básicas a existência de um cartão escolar que permite não só identificar o aluno na escola, mas aceder aos transportes públicos de Lisboa”.

Em declarações à agência Lusa, Ricardo Robles, vereador da Educação e dos Direitos Sociais, adianta que em setembro de 2019 “queremos alargar aos ciclos seguintes“.

Atualmente, os passes para a rodoviárias Carris e Metropolitano já são gratuitos para crianças até 12 anos, mediante pagamento de sete euros, mas Ricardo Robles admite que o cartão possa chegar a alunos mais velhos.

“Ainda não estabelecemos até onde será, mas o objetivo é ser uma coisa progressiva. É um faseamento no tempo que ainda não temos definido, e portanto vamos articular também com o vereador da mobilidade”, acrescentou. Uma vez na posse dos cartões, os cerca de 15 mil alunos do primeiro ciclo de Lisboa poderão usar este sistema na Carris e no metro.

Esta medida faz com que os pais deixem de ter de pedir o passe para as crianças, pelo que os mais novos, “desde que estejam na escola, passam a ter o cartão” para os transportes públicos automaticamente.

“Esta é uma ideia que parece muito simples, e é simples, mas que cria um instrumento importante para as escolas”, refere o autarca, adiantando que este mecanismo irá criar uma dinâmica diferente de atividades fora da escola, facilitando a mobilidade.

Esta medida insere-se numa política de tentar atenuar o impacto dos movimentos pendulares para as escolas, cujo pico se observa ao início da manhã e ao fim da tarde, em zonas específicas da cidade.

Além disso, este cartão permitirá o acesso gratuito aos equipamentos da EGEAC, como museus ou teatros, uma medida que o vereador da Educação espera que “potencie muito as atividades nas escolas”.

Questionado sobre o investimento necessário para aplicar a medida, o bloquista apontou que “está a ser calculado pelo vereador da Mobilidade, mas para já é só a execução física do próprio cartão, e portanto o valor de investimento é muito reduzido”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Indiano está a abrir uma estrada de 8 km para os filhos irem à escola

Durante dois anos, Jalandhar Nayak usou uma enxada e uma picareta para construir sozinho uma estrada de 8 quilómetros num vilarejo remoto do Estado de Orissa, na Índia, para que os filhos conseguissem ir mais …

Supernanny perde patrocinador principal

Supernanny perdeu o patrocínio da Corine de Farme. A marca comercializada pelos Laboratórios Sarbec Portugal era a principal patrocinadora do controverso programa da SIC. A retirada do patrocínio, que já estaria a ser equacionada desde a semana passada, surge …

Supremo recusa pedido para emitir mandado europeu de detenção contra Puigdemont

O Supremo Tribunal de Justiça espanhol recusou o pedido do Ministério Público para voltar a emitir um mandado europeu de detenção contra o ex-presidente da Catalunha, que se deslocou à Dinamarca. A procuradoria-geral espanhola pediu esta …

Rui Rio mantém Hugo Soares na liderança da bancada do PSD até ao congresso

Rui Rio esteve reunido com Hugo Soares, esta segunda-feira, no Porto. O novo líder do PSD decidiu que vai manter o atual líder da bancada parlamentar até que se realize o Congresso Nacional do partido. Em …

Algoritmo vanguardista de investigadores portugueses supera o Google Brain

Um novo algoritmo de inteligência artificial que desenvolve "uma abordagem vanguardista para automatizar processos de aprendizagem no campo da visão computacional" foi criado por investigadores da Universidade de Coimbra. Quatro investigadores do Centro de Informática e …

Incêndios no Pinhal de Leiria tiveram mão criminosa

A Polícia Judiciária de Leiria determinou que os dois incêndios que consumiram o Pinhal de Leiria tiveram mão criminosa. O engenho explosivo foi encontrado no pinhal, mas ainda não foram identificados os autores. A Polícia Judiciária …

Em 2017, houve mais 24 mil mortes do que nascimentos

Os dados provisórios do Instituto Nacional de Estatística indicam que em 2017 houve mais 24 mil mortes do que nascimentos. Este representa o maior saldo negativo desde 2000. Há nove anos que a população portuguesa tem …

Eleição de Rui Rio e "fantasma" do Bloco Central preocupa esquerda

O ex-líder do PSD diz que comunistas e bloquistas ficam preocupados com a entrada de Rui Rio, até porque ficam sem Passos Coelho para criticar, e defende que Hugo Soares deve abandonar a liderança da bancada …

Trabalhadoras da Triumph pedem ajuda a Marcelo

As trabalhadoras da fábrica da antiga Triumph, em Loures, estão hoje de manhã concentradas junto ao Palácio de Belém, em Lisboa, para pedir a intervenção do Presidente da República no seu caso. Em declarações à agência …

Sociais-democratas alemães aprovam negociações com Merkel

Este domingo, os delegados ao congresso do SPD aprovaram o início das negociações com os conservadores de Angela Merkel. A moção defendida por Martin Schulz, líder do partido, foi aprovada com 362 votos a favor, …