Cartão escolar vai substituir passe para alunos do primeiro ciclo de Lisboa

Em Lisboa, as crianças do primeiro ciclo vão poder usar o cartão escolar para andar gratuitamente na Carris e no Metro. A medida deve entrar em vigor no próximo ano letivo, em setembro.

Os alunos do primeiro ciclo de Lisboa vão poder usar o cartão da escola, em vez do passe, para andar nos transportes públicos da cidade, a partir do próximo ano letivo.

Irá avançar um projeto-piloto, a partir da Páscoa, em dois agrupamentos da cidade que ainda não estão escolhidos. No entanto, a Câmara pretende que, em setembro, “seja universal nas escolas básicas a existência de um cartão escolar que permite não só identificar o aluno na escola, mas aceder aos transportes públicos de Lisboa”.

Em declarações à agência Lusa, Ricardo Robles, vereador da Educação e dos Direitos Sociais, adianta que em setembro de 2019 “queremos alargar aos ciclos seguintes“.

Atualmente, os passes para a rodoviárias Carris e Metropolitano já são gratuitos para crianças até 12 anos, mediante pagamento de sete euros, mas Ricardo Robles admite que o cartão possa chegar a alunos mais velhos.

“Ainda não estabelecemos até onde será, mas o objetivo é ser uma coisa progressiva. É um faseamento no tempo que ainda não temos definido, e portanto vamos articular também com o vereador da mobilidade”, acrescentou. Uma vez na posse dos cartões, os cerca de 15 mil alunos do primeiro ciclo de Lisboa poderão usar este sistema na Carris e no metro.

Esta medida faz com que os pais deixem de ter de pedir o passe para as crianças, pelo que os mais novos, “desde que estejam na escola, passam a ter o cartão” para os transportes públicos automaticamente.

“Esta é uma ideia que parece muito simples, e é simples, mas que cria um instrumento importante para as escolas”, refere o autarca, adiantando que este mecanismo irá criar uma dinâmica diferente de atividades fora da escola, facilitando a mobilidade.

Esta medida insere-se numa política de tentar atenuar o impacto dos movimentos pendulares para as escolas, cujo pico se observa ao início da manhã e ao fim da tarde, em zonas específicas da cidade.

Além disso, este cartão permitirá o acesso gratuito aos equipamentos da EGEAC, como museus ou teatros, uma medida que o vereador da Educação espera que “potencie muito as atividades nas escolas”.

Questionado sobre o investimento necessário para aplicar a medida, o bloquista apontou que “está a ser calculado pelo vereador da Mobilidade, mas para já é só a execução física do próprio cartão, e portanto o valor de investimento é muito reduzido”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Encontrado vestígio de vida animal mais antigo de sempre

Investigadores da Universidade da Califórnia afirmam ter descoberto o vestígio mais antigo de vida animal conhecido, de formas de vida que existiram há mais de 635 milhões de anos. O estudo publicado esta segunda-feira na revista …

Inundações no sul de França fazem 12 mortos

O número de mortos nas inundações na zona de Carcassonne, na região de Aude, no sudoeste de França, subiu para 12, anunciaram nesta segunda-feira as autoridades, referindo que há uma pessoa desaparecida. O primeiro-ministro francês, Édouard …

Ursos polares famintos estão a comer baleias (e isso ajuda-os a sobreviver ao aquecimento)

Há mais de um ano, ursos polares reuniram-se num ilha ao largo da costa norte da Sibéria para devorar uma baleia morta. Um estudo recente defende que, no passado geológico, os ursos polares podem ter …

Morreu Paul Allen, cofundador da Microsoft

Paul Allen, cofundador da Microsoft, morreu com 65 anos durante a tarde desta segunda-feira, anunciou a sua empresa, a Vulcan Inc, em nome da família.  Paul Allen tinha retomado recentemente tratamentos contra um linfoma não-Hodgkin, diagnosticado …

Todas as missões da NASA deveriam procurar vida extraterrestre

A procura por sinais de vida alienígena deve fazer parte de todas as missões futuras da NASA. A organização deve expandir o seu leque sobre possíveis sinais extraterrestres, de forma a conseguir identificá-los, aponta um …

Cientistas alcançam a primeira aceleração de eletrões em ondas de plasma

Físicos demonstraram uma nova técnica para acelerar eletrões a energias muito altas em distâncias muito curtas, uma técnica que permitirá alcançar novos avanços na física de partículas a preços mais modestos. O Large Hadron Collider (LHC) …

Casais de ratos do mesmo sexo tiveram crias

Cientistas da Academia Chinesa fizeram nascer crias de ratos de casais do mesmo sexo através de uma nova técnica que utiliza células estaminais modificadas. A nova técnica desenvolvida pelos cientistas chineses mistura células estaminais modificadas que …

Cientistas revertem casos de Diabetes tipo 2

Num novo estudo, cientistas bloquearam a proteína VDAC1 nas células que produzem insulina e conseguiram reverter casos de Diabetes tipo 2. Os investigadores também conseguiram mostrar que é possível prevenir o surgimento da doença. O estudo, …

Brexit. May diz que acordo “ainda é possível”, mas divergência que resta é “frustrante”

A primeira-ministra britânica, Theresa May, admitiu esta segunda-feira que "ainda é possível" um acordo que permita uma saída ordeira do Reino Unido da União Europeia, mas a divergência que resta com Bruxelas é "frustrante. Numa declaração …

Abrandamento económico pode dificultar consolidação orçamental em Portugal

A agência de notação financeira Fitch reconhece a "trajetória firme de descida" da dívida pública portuguesa, mas adverte que o abrandamento da economia e as pressões sobre o investimento poderão dificultar a consolidação orçamental nos …