Carta sem morada nem nome (mas com mapa desenhado) chegou ao destino

Só na Islândia uma carta sem morada ou nome de destinatário poderia chegar ao seu destino, como aconteceu a uma carta enviada por turistas graças a um mapa desenhado e às dicas escritas no envelope.

A história foi divulgada em Maio pela imprensa islandesa, mas volta agora a ser notícia graças a uma fotografia divulgada no site Reddit, com o precioso envelope que, mesmo não tendo morada ou destinatário, levou a carta ao seu devido destino.

O envelope inclui um mapa rudimentar, com algumas estradas e anotações, nomeadamente indicando a baía de Hvammsfjörour e marcando o local do destinatário da carta com uma marca a vermelho e a indicação “aqui”.

Enviada por um grupo de turistas que esteve de férias na localidade de Búoardalur, acolhido por uma família local, além do mapa a carta inclui no envelope a indicação de que se destina a “uma quinta de cavalos com um casal islandês ou dinamarquês e três filhos e muitas ovelhas“.

Como dica adicional, deixou-se a nota que a mulher do casal trabalha num supermercado da cidade, que tem menos de 300 habitantes.

O mapa e as indicações foram suficientes para o carteiro encontrar os destinatários dos turistas que passaram por aquela parte remota do país, que tem pouco mais de 300 mil habitantes.

Segundo o site islandês Skessuhorn.is, que deu a notícia, os turistas apenas pretendiam “provar que a Islândia é o país mais fixe da Terra” e onde “tudo é possível”.

E se calhar, é mesmo.

SV, ZAP

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Na minha caixa do correio deixaram muitas cartas para diversos destinatarios em Julho de 2016, até hoje, apesar de avisados os CTT nunca cá vieream buscar e resdestribuir o correio. Viva os países das crianças e trabalhadores felizes.

  2. A fotografia do envelope contém um selo que comprova o pagamento do trabalho do envio da correspondência
    e a eficiência dos serviços postais da Inslândia tendo em conta o desenho.
    Esta notícia chamou-me a atenção devido ao que vou relatar.
    Em 22 de Abril de 2016 paguei 3,70 € numa estação dos CTT de Portugal pelo envio duma correspondência para a Austrália contendo o endereço completo.
    No início de Agosto de 2016 reclamei o atraso na entrega perante os CTT.
    Com a data de 16 de Agosto de 2016 recebi a informação de que não era possível reconstruir o percurso do objecto por ter sido expedido através do correio normal.
    Esta minha correspondência continha um trabalho que seria remunerado após a sua recepção.
    Porém em 3 de Setembro corrente ainda estou à espera do meu e concluo que já lá vai o tempo em que os serviços dos CTT eram de facto eficazes e responsáveis.

  3. A carta é FALSA. O selo está carimbado mas não pertence aquela carta. Se fosse uma carta real o carimbo aposto sobre o selo também teria, obrigatoriamente, de apanhar parte do envelope, o que não acontece. O fabrico de um fait-divers.

    • Caro Carlos,
      Obrigado pela sua pertinente observação.
      Se clicar na imagem tem acesso ao ficheiro em tamanho maior e em alta-resolução, sendo possível observar, embora menos carregadas, marcas do carimbo no envelope.

  4. Caro Manecas,
    Percebo o seu problema e já passei por situação similar mas, no caso que descreve, os CTT nada mais poderão fazer. Se tivesse enviado por correio registado ( pagaria 5,80 €, isto é, + 2,10 € do que pagou) tinha o rastreio do seu envelope acessível on-line e os CTT responsabilizar-se-iam pelo mesmo. De futuro, sugiro que envie os documentos importantes sempre por correio registado.

  5. É triste verificar de uma forma consistente e recorrente os erros emitidos pelas edições noticiosas deste sítio. São erros banais, absurdos e inadmissíveis, tenham vergonha e antes de publicar as notícias confirmem os dados para evitar que em determinada altura se afirme algo e logo de seguida se afirme outra coisa qualquer. É de um amadorismo incompreensível. Lamentável.

    Mas afinal são 300 habitantes ou 300.000?

    • Caro Incongruências Infantis,
      A notícia é clara ao descrever que a cidade tem menos de 300 habitantes, e o país pouco mais de 300 mil.
      E dificilmente uma pequena cidade de um país com 300 mil habitantes poderia ter ela própria 300 mil habitantes. Seria uma incongruência infantil.

RESPONDER

Descoberto antídoto contra agentes nervosos tipo Sarin e Novichok

Uma equipa do Laboratório Nacional Lawrence Livermore (LLNL), nos Estados Unidos, desenvolveu um antídoto que neutraliza a exposição ao envenenamento por agente nervoso. O estudo, que foi publicado na revista Scientific Reports, foi o resultado de …

Marte sobreviveu a super-erupções (que libertaram "oceanos" de poeira e gases tóxicos)

A região de Arabia Terra, situada no norte de Marte, já foi palco de erupções suficientemente potentes para libertar "oceanos" de poeira e gases tóxicos no ar.  A NASA confirmou, recentemente, que uma região do norte …

Vulcão, La Palma

O Cumbre Vieja também tem negacionistas. "É tudo orquestrado"

Nos últimos dias, as redes sociais têm-se tornado o palco dos "negacionistas dos vulcões" que defendem que, por trás da erupção do Cumbre Vieja, há mão humana. Nas redes sociais já há negacionistas do vulcão Cumbre …

Selecção da Lituânia falhou os Mundiais porque...chegou atrasada

Per Strand venceu, António Morgado ficou em sexto, mas os ciclistas da Lituânia acabaram por marcar a prova de estrada de juniores, nos Mundiais em Flandres. Per Strand Hagenes é o novo campeão mundial júnior de …

Gil Vicente 1-2 Porto | Dragão canta de galo com dois golaços

Foi sofrer até ao fim. Sérgio Conceição tinha alertado que não seria fácil bater o Gil Vicente e foi isso que ocorreu na noite desta sexta-feira em Barcelos. O FC Porto apenas a um minuto dos …

Na II Guerra Mundial, um erro "humilhante" destruiu dois imponentes navios de guerra da Marinha Real

No dia 10 de dezembro de 1941, os japoneses afundaram os imponentes Prince of Wales e Repulse. A culpa foi do almirante Thomas Phillips que, na sequência de um "erro humilhante", acabou também por falecer. Winston …

O robô Atlas, da Boston Dynamics, faz parkour (e até dá um mortal para trás)

O Atlas é, sobretudo, um projeto de investigação: um robô que ajuda os engenheiros da Boston Dynamics a trabalhar em melhores sistemas de controlo e perceção. O parkour é um verdadeiro desafio para os seres humanos, …

Na Tailândia, um "cemitério" de táxis foi transformado numa horta sobre rodas

Desde pimentos a pepinos, beringelas e até mangericão. Num parque de estacionamento ao ar livre em Banguecoque, os táxis abandonados transformam-se em hortas para alimentar os trabalhadores. A pandemia de covid-19 obrigou os táxis de Banguecoque …

Morreu o "último nazi" canadiano, aos 97 anos

Um ucraniano que serviu como tradutor no regime nazi morreu na quinta-feira na sua casa, em Ontário, no Canadá, encerrando uma luta de décadas para deportá-lo e acusá-lo de cúmplice no assassinato de dezenas de …

No Sri Lanka, elefantes traficados foram resgatados. Mas voltaram às pessoas que os compraram ilegalmente

Um tribunal do Sri Lanka devolveu elefantes resgatados a pessoas influentes que foram acusadas de os terem comprado ilegalmente. Durante alguns anos, elefantes selvagens permaneceram na corda bamba de uma intensa batalha de custódia judicial entre …