Carta suspeita dirigida a António Costa obrigou à evacuação de estação dos CTT

Mário Cruz / Lusa

O secretário-geral do Partido Socialista (PS) e cabeça de lista por Lisboa, António Costa

Uma carta dirigida ao primeiro-ministro, António Costa, levou esta quinta-feira à evacuação dos CTT da Avenida Marechal Gomes da Costa, em Lisboa.

A informação foi apurada ao fim do dia desta quinta-feira pela Rádio Renascença, depois de fonte da PSP ter adiantado à agência Lusa que o objeto em causa tinha sido recolhido para análise e que, à partida, não se trataria de nada de grave.

O envolve foi considerado suspeito e o alerta foi dado por volta das 12h30, acionando vários procedimentos de segurança. O local foi evacuado por questões de segurança, mas por volta das 17h00 as autoridades terminaram a operação.

Em declarações ao Expresso, o porta voz da direção nacional da PSP revela que depois de analisada a carta, a equipa do Centro de Inativação de Engenhos Explosivos e Segurança (CIEEXSS) concluiu que “não continha engenhos explosivos ou material químico”.

O caso foi foi entregue à PJ e a carta será analisada pelo Instituto Ricardo Jorge.

  ZAP //

 

 

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.