Mais de 20 países assinam carta inédita que condena repressão chinesa sobre uigures

Numa ação inédita, 22 países da ONU assinaram uma carta que condena a repressão chinesa sobre a comunidade de muçulmanos uigures. Os Estados Unidos não assinaram.

Pequim enfrenta uma crescente pressão diplomática devido às práticas repressoras que perpetua contra a comunidade de uigures, maioritariamente muçulmanos. Ainda recentemente, a China foi acusada de separar crianças uigures dos pais e de as colocar em campos de doutrinação. Este é apenas um exemplo do tratamento dos chineses a esta minoria.

Em sua defesa, a China argumenta que estes são “centros de educação vocacional” onde os uigures recebem orientação profissional. O objetivo destes centros passa por eliminar o extremismo religioso, o terrorismo e o separatismo.

Agora, pela primeira vez, 22 embaixadores da Organização das Nações Unidas assinaram uma carta que condena a repressão chinesa sobre os uigures. A carta não contou com o apoio dos Estados Unidos da América após estes se terem retirado do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas em junho.

Na carta é realçada a preocupação com “relatos credíveis de detenções arbitrárias, assim como vigilância e restrições generalizadas“. Para além dos uigures, também é feita alusão à repressão a outras minorias com presença no território chinês. A missiva tem como destinatários o presidente do Conselho de Direitos Humanos, Coly Seck, e à Alta Comissária das Nações Unidos para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet.

De acordo com o The Washington Post, a carta foi assinada por países como Canadá, Austrália, França, Alemanha, Japão e Reino Unido. Em reação, o ministério dos Negócios Estrangeiros chinês considerou que isto se trata de umainterferência flagrante nos assuntos internos da China”.

“O governo chinês e o povo chinês estão melhor qualificados para falar sobre questões de Xinjiang, e não permitimos que outros países ou poderes interfiram“, disse Geng Shuang, porta-voz do ministério.

Os signatários da carta incitam Pequim a permitir a “liberdade de movimentos dos uigures e de outras comunidades muçulmanas e minoritárias em Xinjiang”. Esta é uma ação inédita, uma vez que, segundo o Expresso, raramente os diplomatas enviam cartas abertas a criticar a atuação de um país.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Sacavenense 1-7 Sporting | Sporting goleia Sacavenense e segue em frente na Taça

O Sporting goleou o Sacavenense por 7-1, na terceira eliminatória da Taça de Portugal em futebol, ‘castigando’ em demasia a equipa do Campeonato de Portugal, incapaz de contrariar a supremacia ‘leonina’ em toda a linha. Nuno …

The Crown baseia-se em "muita conjetura e muita invenção", diz irmão da princesa Diana

Desde a estreia da quarta temporada, The Crown tem dado muito que falar na família real britânica. Além das acusações feitas por amigos do príncipe Carlos, que consideram que a Netflix está a explorar a …

Nativos ancestrais do Novo México derretiam gelo para sobreviver às secas

Os habitantes ancestrais do árido Novo México sobreviveram a períodos de seca extrema, durante o primeiro milénio, ao derreter o gelo acumulado em tubos de lava profundos. De acordo com a agência Europa Press, a equipa …

Cristiano Ronaldo candidato a melhor da época e do século nos Globe Soccer Awards

O internacional português está entre os nomeados para melhor jogador do ano da Globe Soccer Awards e integra ainda, com Luís Figo, a lista dos candidatos a futebolista do século XXI. Cristiano Ronaldo integra a lista …

Os desenhos de da Vinci escondem um mundo de bactérias e fungos

Leonardo da Vinci é famoso pelas suas obras de arte elaboradas e cheias de nuances. Mas um novo estudo revelou um outro nível de complexidade nos seus desenhos: um mundo oculto de minúsculas formas de …

Bandeira anticorrupção de Bolsonaro caiu. Agora, terá que encontrar outro slogan

A Lava Jato levou à condenação de políticos, enquanto a eleição de Jair Bolsonaro colocou no poder um político que prometeu erradicar a corrupção e que para seu ministro da Justiça nomeou o juiz anticorrupção …

O Prodigium é um iate-tubarão luxuoso (e um dos maiores navios do mundo)

O Lazzarini Design Studio revelou o seu mais recente conceito de um mega iate, o Prodigium. O King of the Seas, como também é conhecido, tem a forma de um tubarão gigante e mede 153 …

Autoridades mexicanas encontram pelo menos 113 corpos em vala clandestina

Pelo menos 113 corpos foram descobertos numa vala clandestina no município de El Salto, no estado mexicano de Jalisco, indicaram no domingo as autoridades. O procurador Gerardo Octavio Solis anunciou, em conferência de imprensa, que 113 …

A cidade capaz de "superar o Dubai" que o Paquistão quer construir vai deixar pescadores em risco

A proposta de uma megacidade insular ao largo de Karachi poderá colocar em risco vários pântanos e, ao mesmo tempo, os milhões de empregos que dependem deles. A Ilha Bundal localiza-se no Mar da Arábia, ao largo …

Árbitros afastados após os penáltis mais insólitos de sempre

Nani aparece no meio da história mais louca do futebol, no que diz respeito a grandes penalidades. Tudo começou com uns centímetros. Equipa de Nani celebrou o apuramento três vezes - só na última é …