O que é que Carlos Alexandre quer perguntar a António Costa

Tiago Petinga / Lusa

O primeiro-ministro tem cerca de 10 dias para responder às 100 perguntas que o juiz Carlos Alexandre lhe enviou, por escrito, no âmbito do processo do roubo de armas em Tancos. Entre as perguntas do magistrado, estão questões relativas aos contactos que manteve com o Presidente da República, o ministro da Defesa e os chefes militares, bem como quando teve conhecimento da encenação da Polícia Judiciária Militar (PJM).

O primeiro-ministro vai responder por escrito na qualidade de testemunha do ex-ministro da Defesa Azeredo Lopes, arguido do caso de Tancos, por decisão do juiz Carlos Alexandre que lhe formulou 100 perguntas.

António Costa tem um prazo de 10 dias para responder às 100 perguntas formuladas pelo juiz, as quais poderão, posteriormente, suscitar pedidos de esclarecimento dos advogados e do Ministério Público.

Entre essas perguntas, Carlos Alexandre pretende saber se o primeiro-ministro tinha conhecimento das condições de segurança dos paióis de Tancos, nomeadamente dos problemas que havia, e se também o ministro da Defesa, Azeredo Lopes, os conhecia.

O magistrado também pergunta quando é que Costa soube e quem o informou do furto e se falou dele com o Presidente da República, com o ex-ministro da Defesa, com o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas, com o chefe do Estado-Maior do Exército, com o director da PJM, Luís Vieira, com o ministro dos Negócios Estrangeiros e com os responsáveis pelos serviços de segurança e informações.

Carlos Alexandre pergunta ainda sobre se Costa conhecia o teor das relações entre o director da PJM e Azeredo Lopes e se estes mantiveram reuniões para acompanhar o caso, bem como se recebeu o memorando e a fita do tempo com a descrição do furto e a posterior recuperação das armas.

O primeiro-ministro também é questionado sobre se falou com Azeredo Lopes sobre a recuperação das armas antes do debate quinzenal e durante o Conselho de Ministros, ou se abordou Marcelo Rebelo de Sousa sobre a investigação ao assalto.

O processo de Tancos tem 23 acusados, incluindo o ex-director nacional da PJM, o ex-porta-voz da PJM Vasco Brazão e o ex-fuzileiro João Paulino que é apontado como o cabecilha do furto. Em conjunto, respondem por crimes de terrorismo, associação criminosa, denegação de justiça e prevaricação, falsificação de documentos, tráfico de influências, abuso de poder, receptação e detenção de arma proibida.

O furto das armas em Tancos foi divulgado pelo Exército a 29 de Junho de 2017 com a indicação de que ocorrera no dia anterior. A alegada recuperação do material de guerra furtado teria ocorrido na região da Chamusca, Santarém, em Outubro de 2017 numa operação da PJM em conjunto com elementos da GNR de Loulé.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Marte está vivo". Sonda InSight regista mais de 170 eventos sísmicos no Planeta Vermelho

Resultados dos primeiros dez meses de exploração da sonda InSight da NASA revelaram que o Planeta Vermelho é um mundo com atividade sísmica ativa. "Marte está vivo e a cada diz que passa começo a ter …

Um planeta pode ter sido "roubado" do Sistema Solar

Uma nova análise de astrónomos da Universidade Stony Brook, em Nova Iorque, revelou que as estrelas "roubam" planetas umas às outras - e isso também poderá ter acontecido no nosso próprio Sistema Solar. Quase tudo o …

Netflix passa a mostrar "top 10" diário de séries e filmes

A Netflix disponibiliza, desde esta segunda-feira (24), uma nova feature para os utilizadores do serviço de streaming: uma lista com os 10 filmes e as 10 séries mais vistas no país em cada dia. Esta nova …

A Realidade Virtual pode ser a próxima terapia para tratar pânico, fobias e distúrbios

A Oxford VR, empresa britânica de realidade virtual, acaba de acumular mais de 13 milhões de euros para investir na terapia com a tecnologia do futuro. A companhia surgiu a partir do departamento de psiquiatria da …

Apple não deixa que vilões de filmes usem iPhones

A Apple não deixa que os vilões dos filmes de Hollywood usem os telemóveis iPhone no grande ecrã. Esta é apenas uma das empresas que não permite este tipo de coisa. Os filmes podem ter uma …

O coronavírus pode ser a "doença X" temida pelos especialistas

O coronavírus, que já matou 2.700 pessoas e infetou mais de 80 mil desde dezembro, está a tornar-se "rapidamente" no primeiro grande desafio pandémico do mundo, enquadrando-se nos moldes da "doença X" temida por especialistas. O …

Media Capital passou de lucros a prejuízos de 54,7 milhões

A Media Capital registou prejuízos de 54,7 milhões de euros no ano passado, contra lucros de 21,6 milhões de euros um ano antes, anunciou hoje a dona da TVI, que está em processo de compra …

Camas na classe económica dos aviões podem vir a tornar-se uma realidade

A companhia aérea neozelandesa Air New Zealand está a pensar incluir camas na classe económica de alguns dos seus voos mais longos. A ideia deverá avançar dentro de um ano. A companhia aérea neozelandesa Air New …

Temperatura do planeta pode estabilizar nos valores de há três milhões de anos

A temperatura no planeta pode estabilizar nos valores de há três milhões a cinco milhões de anos, caso a humanidade consiga estancar as emissões de gases com efeito de estufa até 2030, diz a especialista …

Operação Lex. Juiz Vaz das Neves arguido por corrupção e abuso de poder

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa Vaz das Neves é arguido na Operação Lex por suspeitas de corrupção e abuso de poder relacionadas com a distribuição eletrónica de processos, disse à Lusa fonte …