Carga viral na saliva ajuda a determinar o futuro de pacientes infetados com covid-19

Robin Van Lonkhuijsen / EPA

A carga viral na saliva de um paciente infetado com o novo coronavírus pode ajudar a prever o seu futuro quadro clínico, conclui um novo estudo da Universidade de Yale, que associou a quantidade de vírus à gravidade da doença.

A descoberta é de investigadores da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, que descobriram uma relação entre a carga viral e as consequências da doença no infetado.

“A carga viral na saliva nos primeiros momentos [de infeção] está correlacionada com a gravidade da doença e com a mortalidade”, disse a equipa da imunologista Akiko Iwasaki, que analisou exaustivamente 154 pacientes com covid-19 no hospital universitário da cidade de New Haven.

Os dados mostram que os níveis virais aumentam progressivamente, de um mínimo em pacientes com sintomas leves, a um máximo em pacientes gravemente doentes e em pessoas que morreram de covid-19.

Além disso, a carga viral mais alta na saliva parece estar associada a fatores de risco conhecidos, como idade avançada, sexo masculino, cancro, insuficiência cardíaca, hipertensão e doenças pulmonares crónicas, relata o jornal espanhol El País.

“Se tirássemos amostras de saliva e analisássemos a carga viral – principalmente no início da infeção, quando a pessoa chega ao hospital – poderia ajudar muito para que os médicos previssem o prognóstico do paciente e a escolha dos tratamentos“, diz o microbiologista espanhol Arnau Casanovas, também autor do novo estudo, que ainda aguarda revisão para ser publicado numa revista especializada.

A equipa liderada por Iwasaki argumenta que a saliva ajuda a prever a progressão da doença muito melhor do que amostras colhidas com um cotonete nasofaríngeo – zaragatoa inserida pelo nariz.

Segundo os investigadores, estas amostras recolhidas com a zaragatoa apenas refletem a multiplicação do vírus no trato respiratório superior, enquanto a saliva também mostra a situação nos pulmões.

Algumas pesquisas mostram ainda que uma maior carga viral na saliva também está associada a uma maior quantidade de biomarcadores no sangue e que essa carga viral mais elevada está ligada a níveis mais baixos de plaquetas, leucócitos e anticorpos específicos contra o coronavírus.

“Traz uma perspetiva valiosa: que a saliva pode ter um valor maior do que se pensava para diagnóstico e prognóstico”, disse Elisabet Pujadas, patologista espanhola e investigadora da Escola de Medicina Icahn do Hospital Mount Sinai, em Nova Iorque, que aplaude o novo estudo.

A equipa do Pujadas publicou, em agosto, um artigo que mostra a relação entre a maior carga viral analisada em amostras de nasofaringe e a mortalidade por covid-19.

“É possível que a saliva reflita melhor a infeção do trato respiratório inferior”, afirma.

Pujadas realça, porém, que a nova análise inclui apenas 154 pacientes e que, por isso, seria “prematuro” concluir que a saliva deveria agora ser usada em vez das amostras nasofaríngeas.

Para a patologista espanhola, a principal lição é que não se devem classificar pacientes covid apenas com um simples positivo ou negativo. É preciso medir a respetiva carga viral.

“Para certos vírus, como o HIV, o padrão de qualidade é a carga viral, porque anos de pesquisa mostraram que tem implicações importantes para o risco do paciente e afeta a estratégia de tratamento. O mesmo deve acontecer com a covid-19 “, conclui Pujadas.

Sofia Teixeira Santos Sofia Teixeira Santos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Várias escolas de Tóquio pedem "certificados de cabelo real" aos alunos

As escolas japonesas são conhecidas pela sua rigidez relativamente à aparência dos seus alunos, tanto que os estudantes que não seguem o padrão de "cabelo liso e preto" têm de apresentar provas. Dados divulgados, esta semana, …

UE estima normalidade nas vacinas daqui a duas semanas. Orbán recebeu vacina chinesa

A União Europeia (UE) estima que dentro de duas a três semanas "tudo vai funcionar normalmente" na produção e distribuição de vacinas nos Estados-membros. Entretanto, o primeiro-ministro húngaro já foi vacinado (mas com uma vacina …

"Os dados de milhões de pessoas estão em risco", alertam denunciantes da Amazon

Denunciantes da Amazon alertam que os dados de milhões de pessoas estão em risco devido à falta de preocupação da empresa com a cibersegurança. A par da Google, Apple, Microsoft e Facebook, a Amazon é uma …

Mais 41 mortes e 718 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, este domingo, mais 41 mortes e 718 novos novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 718 …

Navalny chega a colónia penal a leste de Moscovo

O principal opositor do Kremlin chegou, este domingo, a uma zona a cerca de 200 quilómetros a leste de Moscovo para ser transferido para uma colónia penal onde vai cumprir a sua pena, informou um …

Já chegou o voo de repatriamento com 300 passageiros vindos do Brasil

O voo de repatriamento vindo do Brasil chegou, este domingo de manhã, ao Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, com cerca de 300 passageiros. De acordo com a RTP, o voo de repatriamento vindo de São Paulo, …

Costa imune ao descontrolo da pandemia. Popularidade de Marcelo dispara

A sondagem TSF/JN/DN regista uma avaliação positiva do primeiro-ministro e do Presidente da República, com este a atingir um novo pico de popularidade. Os líderes do PSD e do Chega surgem empatados como principais figuras da …

Mais seis mortos nos protestos em Myanmar. Embaixador na ONU afastado

Seis manifestantes foram mortos em Myanmar, este domingo, por forças de segurança que dispersavam com violência as manifestações pró-democracia. Três manifestantes foram mortos em Dawei (no sul do país), enquanto dois adolescentes, de 18 anos, morreram …

Siza Vieira anuncia que Programa Apoiar vai ser reforçado e alargado

O programa Apoiar, destinado a empresas afetadas pela pandemia da covid-19, vai ser reforçado e alargado a novas situações, anunciou o ministro da Economia, indicando que as medidas vão ser anunciadas na próxima semana. "Queremos reforçar …

Embaixadora deixa Venezuela na terça-feira. UE chama embaixador em Cuba

A embaixadora da União Europeia na Venezuela vai sair do país na terça-feira, informou à agência Lusa fonte diplomática europeia, sem adiantar mais detalhes. Na última quarta-feira, a Venezuela decidiu expulsar Isabel Brilhante Pedrosa, em retaliação …