“Una gran porquería!” Capital do Natal de Algés é uma “fraude” (até o espírito natalício falta)

“Publicidade enganosa” e “fraude”, são algumas das acusações que se fazem à Capital do Natal de Algés, em Oeiras, criticando o parque temático que tem atraído muitos visitantes. A desilusão com o que encontram parece ser a nota dominante e há quem esteja a pedir o reembolso dos bilhetes, considerando que nem sequer o espírito natalício que seria de esperar é garantido.

O “Christmas Fun Park” tinha sido anunciado como o maior evento de Portugal dedicado ao Natal, mas muitos dos visitantes do parque temático localizado junto ao Passeio Marítimo de Algés, em Oeiras, próximo de Lisboa, consideram que se trata de “publicidade enganosa”. Entre os principais queixosos estão espanhóis que ficaram desiludidos com o que encontraram, criticando a má organização e a falta de atracções, face ao que se prometia e ao preço dos bilhetes.

A Unión de Consumidores de Extremadura (UCE), uma associação espanhola de defesa do consumidor, “recebeu mais de 100 chamadas a reclamar do evento” e a pedir intervenção para obter o reembolso dos bilhetes, alegando que é “publicidade enganosa, porque na publicidade que a empresa fez do evento constam serviços e instalações que o parque não tem”, como cita o Público.

No Facebook, já foi criado um grupo de lesados, intitulado “Capital do Natal do Engano“, e que é constituído por “pessoas que foram enganadas pela Capital do Natal, tanto as que foram e perderam o seu tempo e dinheiro, como as que têm entradas compradas e não podem recuperar o seu dinheiro”, explica-se.

Também há uma petição com mais de 2400 apoiantes que apela ao encerramento do parque para que “não enganem mais gente”.

Pelas redes sociais correm críticas de pessoas que já visitaram a Capital do Natal e que se sentem defraudadas, como é o caso de uma espanhola da Andaluzia que fala do “maior golpe do mundo”, queixando-se dos preços da comida e realçando que fez uma “viagem super-longa e muito cansativa” para “uma grande porcaria”.

Outra espanhola conta como chegaram ao parque temático “super iludidos” e como se confrontaram logo com umas decepcionantes casinhas “pré-fabricadas”, concluindo que é um “parque de Natal de bazófia”, com “má organização” e sem nada a ver “com o que oferecem na publicidade”.

“A suposta neve é uma espécie de massa branca” e o que dizem ser “trenós puxados por renas é uma lâmina de plástico onde se monta uma bóia e em diferentes níveis de altura, te empurram”, critica ainda.

“No centro, uma espécie de lago, com a massa de neve que se mistura com a areia da praia dá uma impressão de lama total“, relata também esta espanhola, frisando que quanto à roda gigante anunciada como a “maior da Europa”, há “uma maior no centro de Lisboa”. Ela queixa-se também da pista de gelo, lamentando que “chove do telhado” e que há “elevações” no meio do percurso.

A DECO, Associação de Defesa do consumidor, não terá ainda recebido queixas sobre a Capital do Natal, mas o Público ouviu também portugueses insatisfeitos com o parque. É o caso de Rute Brás, de Vila do Conde, que se mostra “totalmente desiludida”, criticando a “desorganização total”. “Não há magia do Natal. Não vi elfos, não ouvi música de Natal, nem iluminação”, refere, falando em “filas de duas horas” para as principais atracções. “Eu não me importava de esperar numa fila de duas horas se houvesse espírito natalício à volta, com música, animação, o que não havia”, nota, salientando que foi “o bilhete mais caro” que pagou e que “nem de graça lá voltava”.

Uma família de Santarém fala de “um fiasco total”, notando que “a tenda do gelo é uma desilusão, com meia dúzia de figuras”, e que considera ter ficado com “prejuízo” depois de ter pago 115 euros por três adultos e uma criança.

Os bilhetes custam 25 euros para crianças dos três aos 12 anos e para os seniores. Os adultos pagam 30 euros pela entrada.

A Câmara Municipal de Oeiras já anunciou que “está a proceder à averiguação dos factos”, depois das “reclamações de visitantes”, tratando de realçar que o evento é “privado e apoiado por diversas entidades”, como cita a TSF.

A empresa organizadora nota que “algumas entidades em Espanha, como blogues e agências de viagem, veicularam informação incorrecta sobre o evento, como por mero exemplo a existência de pistas de ski com neve”. “Esta acção acabou por criar falsas expectativas a alguns visitantes e afectou negativamente a sua experiência no parque, o que deu origem a um conjunto de queixas e comentários negativos nas redes sociais”, aponta a empresa numa nota na sua página do Facebook.

SV, ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

Responder a Eu! Cancelar resposta

Erosão causada por tempestade tropical revela naufrágio do século XIX na Florida

Depois da tempestade tropical Eta arrebatar o norte da Florida no início deste mês, um banhista fez uma descoberta inesperada enquanto caminhava na costa de St. Augustine. Ao caminhar pelas dunas de areia de Crescent Beach, …

Uma mentira de um trabalhador de uma pizzaria forçou o confinamento na Austrália do Sul

O estado da Austrália do Sul decretou um confinamento geral, no dia 18 de novembro, depois de um funcionário de uma pizzaria ter mentido. Segundo o Huff Post, o homem, de nacionalidade espanhola, estava infetado com …

Jogar Monopólio, Scrabble ou até bilhar pode ser (ainda) mais divertido com uma nova mesa touch

Por mais divertidos que sejam os jogos de tabuleiro, estes podem ser um passatempo caro pois quem realmente gosta não se cansa de os comprar. Agora, a empresa Arcade1Up criou o Infinity Game Table que …

A apreensão histórica de cetamina na Tailândia não foi assim tão histórica. Eram só aditivos alimentares

Análises laboratoriais revelaram que a apreensão "histórica" de cetamina anunciada pelo Governo da Tailândia há cerca de duas semanas foi, na verdade, uma apreensão de aditivos alimentares e agentes de limpeza. As autoridades tailandesas anunciaram, …

Para clínicas de Terceiro Mundo. Dispositivo movido a energia solar esteriliza equipamentos médicos ao ar livre

As autoclaves são consideradas essenciais para esterilizar equipamentos médicos, mas não estão disponíveis nos países de Terceiro Mundo, onde o acesso à eletricidade é limitado. Um novo dispositivo portátil, movido a energia solar, pode ser …

China pondera novas regras sobre estrangeiros para "proibir o extremismo religioso"

Um projeto-lei publicado esta semana pelo Ministério da Justiça chinês aponta para novas restrições sobre a atuação de fiéis estrangeiros no país, com o intuito de evitar a disseminação do "extremismo religioso" ou do uso …

Regar, cortar e matar insetos. Robô dá conta de todas as tarefas de jardinagem (e até afasta intrusos)

A jardinagem é uma terapia para muitas pessoas, mas também pode ser um incómodo. O robô Yardroid foi projetado para lidar de forma autónoma com essas tarefas, utilizando inteligência artificial. Semelhante a um tanque em miniatura, …

ProToiro vai impugnar IVA das touradas e avança com queixa em Bruxelas

A Federação Portuguesa de Tauromaquia (ProToiro) vai avançar com a impugnação do valor do IVA na tauromaquia e com uma queixa na Comissão Europeia, exigindo que a taxa passe de 23% para 6%. Em comunicado, a …

Braga 3-3 Leicester | Vardy rouba triunfo luso nos descontos

Um "balde de água fria". A recepção do Sporting de Braga ao Leicester não foi parca em emoção e em bom futebol. Os minhotos foram superiores na primeira parte e chegaram ao intervalo em vantagem. Contudo, …

Equipa de Biden escondeu um anúncio de emprego secreto no código-fonte do seu site

O Presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, escondeu um anúncio de emprego no código-fonte do seu site de transição, enquanto inicia o processo de contratação da nova administração para a Casa Branca. De acordo com …