O muco tem a capacidade secreta de dominar germes

O nosso corpo está repleto de muco, e isto não se explica apenas pela chegada do outono. Um estudo recente demonstrou uma das inesperadas propriedades benéficas do muco: contém açúcares que controlam os germes potencialmente prejudiciais.

Katharina Ribbeck, investigadora do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, investiu mais de uma década da sua carreira a estudar a bioquímica do muco, um material muito pouco estudado que ocupa uma grande área do nosso corpo. Este gel lubrifica o esófago, reveste o estômago, ajuda o esperma a passar pelo colo do útero e protege os tecidos nasais.

Ribbeck e a sua equipa estudaram os compostos conhecidos como mucinas do muco, polímeros longos, ou cadeias moleculares, densamente cravejadas de açúcares. O artigo científico foi publicado no dia 14 de outubro na Nature Microbiology.

“Há muito tempo que o muco é considerado mau no público em geral, mas também na medicina”, disse Gunnar C. Hansson, que estuda compostos de mucina na Universidade de Gotemburgo, na Suécia, e não faz parte deste novo estudo. “Tanto o muco como a mucina são extremamente complexos.”

O filtro que retém e elimina micróbios, ou muco, não é totalmente preciso. “Adicionamos micróbios ao muco e vimos que eles não ficam presos”, adiantou Ribbeck. Nele, as bactérias nadam livremente, num estado que o cientista descreveu como “planctónico” – e isto é benéfico para o nosso sistema imunológico.

No entanto, como sabemos, nem todos os micróbios são prejudiciais. Aliás, temos inúmeros micróbios a crescer dentro e fora do nosso corpo. Os microrganismos que vivem no muco do trato digestivo, por exemplo, ajudam a processar os alimentos. É uma relação de troca: nós fornecemos casa aos micróbios e eles prestam-nos um determinado serviço.

O muco pode mesmo ser a casa onde os germes são domesticados, avança o ScienceAlert. Kelsey Wheeler, estudante de doutoramento no laboratório de Ribbeck e coautora do artigo, disse que pesquisas anteriores mostraram que as mucinas purificadas impediam vários tipos de micróbios potencialmente prejudiciais.

O novo estudo é o primeiro a “identificar que o componente glicano” – ou seja, os açúcares das mucinas – “responsável por suprimir comportamentos microbianos antagónicos”.

Para comprovar o poder do muco, os cientistas fizeram várias experiências. Numa delas, incorporaram micróbios em glóbulos de muco, o que Ribbeck chamou de “matriz tridimensional de muco”. Depois, cultivaram germes ao lado de células epiteliais humanas e açúcares de muco, e usaram os açúcares para curar queimaduras infetadas em porcos.

A equipa testou de que forma os açúcares interagiam com uma bactéria chamada Pseudomonas aeruginosa. O micróbio normalmente não causa doenças, excepto quando infecta pessoas com fibrose cística ou sistemas imunológicos comprometidos. O objetivo dos cientistas era saber se os açúcares funcionavam sozinhos. A bactéria reagiu aos açúcares, tornando-se menos infecciosa.

Os compostos de muco suprimiram várias vias genéticas nas bactérias, incluindo fatores relacionados à morte de outros micróbios, secreção de toxinas, comunicação célula-célula e formação de aglomerados. O açúcar no muco é “como pó de duende“, disse Ribbeck.

“Alterar a sua capacidade de causar infeções pode ser uma estratégia realmente potente”, rematou a cientista.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ex-agentes da DEA revelam detalhes da vida de Escobar na prisão que o próprio construiu

Dois dos agentes do DEA, que durante mais de um ano participaram na operação de captura de Pablo Escobar, revelaram alguns detalhes sobre a vida do narcotraficante e ex-líder do cartel de Medellín na prisão La …

Num jardim zoológico da Austrália, há concertos ao vivo (para entreter os elefantes)

https://vimeo.com/372400002 O jardim zoológico de Melbourne está a desenvolver um programa mundial de músicos para tocar para a sua multigeracional manada de elefantes asiáticos em perigo de extinção para que melhore a ligação entre os seis …

Montijo: ANA pede mais tempo para analisar medidas de mitigação ambiental

A ANA – Aeroportos de Portugal pediu à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) uma prorrogação do prazo para analisar as medidas de mitigação propostas pela entidade na Declaração de Impacte Ambiental (DIA) do futuro aeroporto …

Sérgio Conceição ultrapassa número de jogos de José Mourinho

No jogo deste domingo, que o FC Porto acabou por vencer o Boavista com um golo solitário de Alex Telles, Sérgio Conceição cumpriu o seu 128.º jogo como treinador dos dragões - mais uma partida …

Governo australiano acusado de censurar livro sobre história de Timor-Leste

O Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano está alegadamente a tentar censurar partes do primeiro de dois volumes da história de operações militares em Timor-Leste, o dedicado à Força Internacional para Timor-Leste (Interfet), segundo revelou a imprensa …

Norte-americanos acordaram com mensagens de texto estranhas nos seus telemóveis

Na passada quinta-feira, uma grande parte da população norte-americana recebeu mensagens estranhas e inexplicáveis, muitas das quais desconfortáveis e até preocupantes. Stephanie Bovee, uma norte-americana de 28 anos de Portland, no oeste dos Estados Unidos, acordou …

Pai que fugiu por 15 países com os dois filhos no ano passado encontrado pela PSP

O pai mudou 15 vezes de país com as crianças desde o verão passado sempre sem o consentimento da mãe e sem que a mãe tivesse qualquer notícia do paradeiro dos filhos, revela a PSP. A …

Daesh está a tentar criar um novo Estado islâmico nas Filipinas

Há dois anos que a bandeira negra do Daesh deixou de esvoaçar no topo de um edifício da cidade de Marawi, em Mindanau, no sul das Filipinas, e o Presidente, Rodrigo Duterte, declarou tê-lo derrotado. …

Operação Marquês. Ex-secretário de Estado de Passos Coelho chamado como testemunha

O juiz de instrução da Operação Marquês, Ivo Rosa, decidiu chamar o ex-secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações Silva Monteiro como testemunha, avança a SIC Notícias. Segundo apurou a estação televisiva, o ex-governante …

Apple e Goldman Sachs acusados de terem criado cartão de crédito sexista

A Apple e o Goldman Sachs estão a ser acusados de terem lançado um cartão de crédito que discrimina os utilizadores em função do género. Um dos últimos a juntar ao rol de críticas ao Apple …