O muco tem a capacidade secreta de dominar germes

O nosso corpo está repleto de muco, e isto não se explica apenas pela chegada do outono. Um estudo recente demonstrou uma das inesperadas propriedades benéficas do muco: contém açúcares que controlam os germes potencialmente prejudiciais.

Katharina Ribbeck, investigadora do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, investiu mais de uma década da sua carreira a estudar a bioquímica do muco, um material muito pouco estudado que ocupa uma grande área do nosso corpo. Este gel lubrifica o esófago, reveste o estômago, ajuda o esperma a passar pelo colo do útero e protege os tecidos nasais.

Ribbeck e a sua equipa estudaram os compostos conhecidos como mucinas do muco, polímeros longos, ou cadeias moleculares, densamente cravejadas de açúcares. O artigo científico foi publicado no dia 14 de outubro na Nature Microbiology.

“Há muito tempo que o muco é considerado mau no público em geral, mas também na medicina”, disse Gunnar C. Hansson, que estuda compostos de mucina na Universidade de Gotemburgo, na Suécia, e não faz parte deste novo estudo. “Tanto o muco como a mucina são extremamente complexos.”

O filtro que retém e elimina micróbios, ou muco, não é totalmente preciso. “Adicionamos micróbios ao muco e vimos que eles não ficam presos”, adiantou Ribbeck. Nele, as bactérias nadam livremente, num estado que o cientista descreveu como “planctónico” – e isto é benéfico para o nosso sistema imunológico.

No entanto, como sabemos, nem todos os micróbios são prejudiciais. Aliás, temos inúmeros micróbios a crescer dentro e fora do nosso corpo. Os microrganismos que vivem no muco do trato digestivo, por exemplo, ajudam a processar os alimentos. É uma relação de troca: nós fornecemos casa aos micróbios e eles prestam-nos um determinado serviço.

O muco pode mesmo ser a casa onde os germes são domesticados, avança o ScienceAlert. Kelsey Wheeler, estudante de doutoramento no laboratório de Ribbeck e coautora do artigo, disse que pesquisas anteriores mostraram que as mucinas purificadas impediam vários tipos de micróbios potencialmente prejudiciais.

O novo estudo é o primeiro a “identificar que o componente glicano” – ou seja, os açúcares das mucinas – “responsável por suprimir comportamentos microbianos antagónicos”.

Para comprovar o poder do muco, os cientistas fizeram várias experiências. Numa delas, incorporaram micróbios em glóbulos de muco, o que Ribbeck chamou de “matriz tridimensional de muco”. Depois, cultivaram germes ao lado de células epiteliais humanas e açúcares de muco, e usaram os açúcares para curar queimaduras infetadas em porcos.

A equipa testou de que forma os açúcares interagiam com uma bactéria chamada Pseudomonas aeruginosa. O micróbio normalmente não causa doenças, excepto quando infecta pessoas com fibrose cística ou sistemas imunológicos comprometidos. O objetivo dos cientistas era saber se os açúcares funcionavam sozinhos. A bactéria reagiu aos açúcares, tornando-se menos infecciosa.

Os compostos de muco suprimiram várias vias genéticas nas bactérias, incluindo fatores relacionados à morte de outros micróbios, secreção de toxinas, comunicação célula-célula e formação de aglomerados. O açúcar no muco é “como pó de duende“, disse Ribbeck.

“Alterar a sua capacidade de causar infeções pode ser uma estratégia realmente potente”, rematou a cientista.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Impeachment de Trump. Novas provas, testemunhas e teorias da conspiração

No primeiro dia de audiência do processo de impeachment a Donald Trump, as principais testemunhas foram ouvidas, foram apresentadas novas provas e ficou reforçada a ideia de que Trump usou as relações diplomáticas para atacar …

Iniciativa Liberal pede ao Governo que não avance com prémio de assiduidade na função pública

O deputado único da Iniciativa Liberal, João Cotrim Figueiredo, entregou na quarta-feira na Assembleia da República um projeto de resolução que recomenda ao Governo que não implemente um sistema de incentivos à assiduidade dos funcionários …

Consumo de refrigerantes baixou após introdução de novos impostos

Os novos escalões de impostos para bebidas açucaradas podem ter feito com que os portugueses consumam menos refrigerantes. A receita fiscal obtida pelo Estado com este imposto baixou desde que as novas regras foram implementadas. Além …

"Podem voltar a ver basebol". Ibrahimovic diz adeus aos LA Galaxy

O futebolista sueco Zlatan Ibrahimovic, que atuou nos Los Angeles Galaxy (LA Galaxy) nas últimas duas temporadas, despediu-se esta quarta-feira do clube norte-americano através da sua conta na rede social Twitter, sem desvendar o futuro …

OE2020. Costa quer implementar medidas para as empresas em troca de aumentos de salários

No primeiro debate quinzenal da legislatura, António Costa recusou na quarta-feira falar em "contrapartidas", na reunião da Concertação Social e no Parlamento. Ao invés disso, o primeiro-ministro disse que, a par da "evolução dos salários", …

Nuno Manta Santos é o novo treinador do Desportivo das Aves

O treinador Nuno Manta Santos, que abandonou na segunda-feira o comando técnico do Marítimo, vai orientar o Desportivo das Aves até junho de 2021, oficializou hoje o lanterna-vermelha da I Liga de futebol. "Nuno Manta Santos …

Portagens das autoestradas não aumentam em 2020

  Os preços das portagens vão manter-se inalterados no próximo ano. A rede Brisa, uma das concessionárias de autoestradas em Portugal, justifica com a taxa negativa de inflação homóloga. As taxas de portagem na rede Brisa vão …

José Cid recebeu um Grammy e, na língua de Camões, prometeu continuar a cantar "canções de amor e ternura"

Com um Grammy de Excelência Musical na mão, José Cid prometeu, esta quarta-feira em Las Vegas, continuar a cantar "canções de amor e de ternura". O cantor, compositor e músico português José Cid recebeu um Grammy …

Oito golos, reviravoltas e agressão a Gabigol. Flamengo tropeça com o Vasco

Num embate intenso entre Flamengo e Vasco, a partida terminou com um "resultado amargo" para Jorge Jesus, mas com um espetáculo para os adeptos que foram ao Maracanã em dia de dérbi do Rio de …

"Ataque ignorante." Galamba diz que PSD se dedica "a revelar publicamente o desconhecimento da lei"

Em entrevista ao Expresso, João Galamba, garantiu não sentir a sua posição fragilizada com a polémica do lítio e apontou o dedo ao PSD. João Galamba, secretário de Estado da Energia, afirmou ao Expresso que não …