O muco tem a capacidade secreta de dominar germes

O nosso corpo está repleto de muco, e isto não se explica apenas pela chegada do outono. Um estudo recente demonstrou uma das inesperadas propriedades benéficas do muco: contém açúcares que controlam os germes potencialmente prejudiciais.

Katharina Ribbeck, investigadora do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, investiu mais de uma década da sua carreira a estudar a bioquímica do muco, um material muito pouco estudado que ocupa uma grande área do nosso corpo. Este gel lubrifica o esófago, reveste o estômago, ajuda o esperma a passar pelo colo do útero e protege os tecidos nasais.

Ribbeck e a sua equipa estudaram os compostos conhecidos como mucinas do muco, polímeros longos, ou cadeias moleculares, densamente cravejadas de açúcares. O artigo científico foi publicado no dia 14 de outubro na Nature Microbiology.

“Há muito tempo que o muco é considerado mau no público em geral, mas também na medicina”, disse Gunnar C. Hansson, que estuda compostos de mucina na Universidade de Gotemburgo, na Suécia, e não faz parte deste novo estudo. “Tanto o muco como a mucina são extremamente complexos.”

O filtro que retém e elimina micróbios, ou muco, não é totalmente preciso. “Adicionamos micróbios ao muco e vimos que eles não ficam presos”, adiantou Ribbeck. Nele, as bactérias nadam livremente, num estado que o cientista descreveu como “planctónico” – e isto é benéfico para o nosso sistema imunológico.

No entanto, como sabemos, nem todos os micróbios são prejudiciais. Aliás, temos inúmeros micróbios a crescer dentro e fora do nosso corpo. Os microrganismos que vivem no muco do trato digestivo, por exemplo, ajudam a processar os alimentos. É uma relação de troca: nós fornecemos casa aos micróbios e eles prestam-nos um determinado serviço.

O muco pode mesmo ser a casa onde os germes são domesticados, avança o ScienceAlert. Kelsey Wheeler, estudante de doutoramento no laboratório de Ribbeck e coautora do artigo, disse que pesquisas anteriores mostraram que as mucinas purificadas impediam vários tipos de micróbios potencialmente prejudiciais.

O novo estudo é o primeiro a “identificar que o componente glicano” – ou seja, os açúcares das mucinas – “responsável por suprimir comportamentos microbianos antagónicos”.

Para comprovar o poder do muco, os cientistas fizeram várias experiências. Numa delas, incorporaram micróbios em glóbulos de muco, o que Ribbeck chamou de “matriz tridimensional de muco”. Depois, cultivaram germes ao lado de células epiteliais humanas e açúcares de muco, e usaram os açúcares para curar queimaduras infetadas em porcos.

A equipa testou de que forma os açúcares interagiam com uma bactéria chamada Pseudomonas aeruginosa. O micróbio normalmente não causa doenças, excepto quando infecta pessoas com fibrose cística ou sistemas imunológicos comprometidos. O objetivo dos cientistas era saber se os açúcares funcionavam sozinhos. A bactéria reagiu aos açúcares, tornando-se menos infecciosa.

Os compostos de muco suprimiram várias vias genéticas nas bactérias, incluindo fatores relacionados à morte de outros micróbios, secreção de toxinas, comunicação célula-célula e formação de aglomerados. O açúcar no muco é “como pó de duende“, disse Ribbeck.

“Alterar a sua capacidade de causar infeções pode ser uma estratégia realmente potente”, rematou a cientista.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Não são só os humanos. Até os cães-guia podem vir a ser substituídos por robôs

A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) não ameaça apenas automatizar o trabalho dos humanos. Os cães-guia, que ajudam pessoas com deficiência visual a navegar com segurança pelo mundo, podem ser os seus próximos alvos. Uma equipa …

Laboratório investigado em Madrid depois de vídeo mostrar maus tratos a animais

Um laboratório em Madrid, Espanha, está a ser investigado por alegados maus tratos a animais, depois de uma inspeção confirmar as suspeitas de abuso filmadas por um antigo funcionário. O vídeo divulgado pela Cruelty Free International …

Equipa realiza primeiro transplante de traqueia do mundo. Pode reverter danos causados pela covid-19

Uma equipa de cirurgiões realizou o primeiro transplante de traqueia humana do mundo. A cirurgia foi feita numa mulher com graves danos no órgão, revelou o Hospital Mount Sinai, em Nova Iorque. A recetora do transplante …

Em 2020, os mais velhos renderam-se aos "animais de estimação pandémicos"

Uma nova investigação revelou que as famílias com crianças não foram as únicas a aderir à tendência dos "animais de estimação pandémicos" em 2020. Os mais velhos também não resistiram. Segundo a National Poll on Healthy …

Tramado por uma turfeira. Homem confessa assassinato, mas corpo encontrado tinha 1600 anos

O que tinha tudo para ser um casamento feliz, acabou em tragédia. Num estranho caso em que uma simples planta ditou o desfecho de uma investigação criminal. Em 1959, a retratista e entusiasta de viagens Malika …

"Projeto Bernanke". Google terá usado programa secreto para dar vantagem ao seu sistema de anúncios

A Google terá usado durante anos um programa secreto que usava dados de lances anteriores na bolsa de publicidade digital da empresa para dar ao seu próprio sistema de compra de anúncios uma vantagem sobre …

Para "proteger a verdade histórica", Rússia divulga documentos que revelam atrocidades nazis em Stalingrado

O Ministério da Defesa da Rússia divulgou documentos desclassificados que detalham atrocidades cometidas por soldados e oficiais nazis durante a II Guerra Mundial. A divulgação destes documentos, que foram publicados no site do Ministério da Defesa …

Espanha. Funcionários públicos podem trabalhar três dias em casa sem perder direitos

O Governo espanhol e os sindicatos de funcionalismo público chegaram, esta segunda-feira, a um acordo que prevê que os trabalhadores da Administração Pública podem trabalhar três dias por semana em casa com os mesmos direitos …

Rara coleção de um dos primeiros fotógrafos da História vai a leilão nos EUA

Quase 200 imagens de um dos primeiros fotógrafos da história, William Henry Fox Talbot, vão a leilão, em Nova Iorque, já este mês. A coleção de William Henry Fox Talbot será parte do leilão "50 obras-primas …

Em greve de fome, Navalny é ameaçado ser alimentado à força. Ativistas falam em tortura

O opositor russo Alexei Navalny afirmou hoje na rede social Twitter que as autoridades penitenciárias estão a ameaçar alimentá-lo à força para quebrar a greve de fome que mantém na prisão desde 31 de março. “Ele …