Caos no Marselha. Adeptos cercam centro de treinos e provocam incêndio

Os adeptos do clube francês invadiram, este sábado, o centro de treinos e atearam fogo a uma árvore. No protesto não faltaram tarjas contra a direção presidida por Jacques-Henri Eyraud, que já reagiu através de um comunicado.

Cerca de três centenas de adeptos reuniram-se na tarde de sábado junto ao centro de treinos do Marselha, horas antes do jogo frente o Rennes, num protesto contra a direção de Jacques-Henri Eyraud.

O jogo foi, entretanto, adiado, por causa da manifestação que durou cerca de uma hora e terminou com intervenção policial. A polícia deteve 25 adeptos.



De acordo com o Jornal de Notícias, a manifestação nada tem a ver com o treinador da equipa, o portuense André Villas-Boas, mas sim com o presidente do clube e com os seus jogadores.

“JHE [Jacques-Henri Eyraud]: inimigo público número 1″, lia-se numa tarja.

Os adeptos empunhavam também cartazes com a frase “direção fora” e nos muros do centro de treinos da equipa apareceram também pinturas com as expressões “Eyraud fora” ou “Eyraud vai-te embora”, relata o jornal A Bola.

A ação começou com uma manifestação a pé na rua la Martine, que leva ao centro de treinos, a Commanderie.

Dezenas de very-light foram arremessados e terão criado um pequeno incêndio, de acordo com o jornal La Provence.

 

Segundo o site Mais Futebol, o Marselha já reagiu, repudiando os “bárbaros” atos de violência protagonizados pelos adeptos como contestação aos maus resultados da equipa de André Villas-Boas.

“O Marselha condena os inaceitáveis ataques sofridos pelo clube no centro de treinos. Vários adeptos entraram, recorrendo à violência, nas instalações e no próprio edifício da equipa profissional. Mesmo com a intervenção da polícia, verificámos uma inaceitável onda de violência que colocou em perigo todos os presentes (jogadores, staff, polícia, seguranças) e os danos nas instalações ascendem a centenas de milhares de euros”, lê-se no comunicado oficial.

O clube acrescenta ainda que tem “todas as provas e imagens do que aconteceu” e que já as forneceu para investigação.

“Três centenas de funcionários estão em choque por terem vivido este ataque inenarrável contra o Marselha. Isto requer a maior severidade contra os criminosos que se dizem adeptos, mas destroem instalações e ameaçam funcionários e jogadores”, disse, citado em comunicado, o presidente do clube, um dos principais alvos da fúria.

No mesmo documento, o guarda-redes Steve Mandanda é citado como considerando os eventos “inaceitáveis”, enquanto o defesa espanhol Álvaro reiterou que “o que aconteceu hoje não pode acontecer nunca mais“.

O Marselha, já afastado das competições europeias, segue num ciclo de cinco jogos sem vencer, com quatro derrotas consecutivas e ocupa a sexta posição do campeonato francês.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Barco português detido por ancorar ilegalmente em águas da Malásia

Um navio mercante registado em Portugal está retido na Malásia por ter alegadamente ancorado em águas territoriais do país sem autorização, avançou esta sexta-feira a Guarda Costeira malaia. Num comunicado, Nurul Hizam Zakaria, diretor da agência …

”Eficácia e qualidade”. OMS aprova vacina chinesa da Sinopharm

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou, esta sexta-feira, o uso de emergência da vacina chinesa contra a covid-19 da Sinopharm. Trata-se da primeira vacina desenvolvida pela China a ser aprovada pela organização, lembra a agência …

Sem estado de emergência não pode haver confinamento de pessoas saudáveis

O constitucionalista Jorge Reis Novais defendeu hoje que sem estado de emergência que suspenda a garantia do artigo 27.º da Constituição não pode haver confinamento de pessoas saudáveis, até uma eventual revisão constitucional. Por outro lado, …

"Neuro-direitos". O Chile quer proteger os seus cidadãos do controlo da mente

O Chile quer tornar-se o primeiro país a proteger as pessoas do controlo da mente, à medida que a capacidade de mexer com cérebros se aproxima cada vez mais da realidade. O senador Guido Girardi está …

Emprego, formação e pobreza. Cimeira Social marca "o mais ambicioso compromisso" da UE

A Cimeira Social arrancou, nesta sexta-feira, no Porto, com a presença de 24 dos 27 chefes de Estado e de Governo da UE, num evento que pretende definir a agenda social da Europa para a …

"Uma cena da Idade Média". Refugiado encontrado morto e cercado de ratos em acampamento grego

O jovem, proveniente da Somália, foi encontrado morto dentro de uma tenda no início desta semana. No momento em que as autoridades chegaram ao local, cerca de 12 horas após a morte do rapaz, o …

Coreia do Norte alega que a covid-19 poderia flutuar em balões vindos do Sul

A Coreia do Norte pediu aos seus cidadãos que não leiam panfletos de propaganda enviados através de balões do Sul, alegando que a covid-19 poderia entrar no país através das gotículas. De acordo com a agência …

Autoagendamento a partir dos 60 anos deve arrancar no final da próxima semana

O autoagendamento para a vacinação contra a covid-19 deverá passar a contemplar as pessoas a partir dos 60 anos, em vez dos atuais 65, já no final da próxima semana, adiantou hoje à Lusa fonte …

Comandos. MP pede condenação de cinco arguidos a penas entre dois e 10 anos de prisão

O Ministério Público (MP) pediu hoje a condenação de cinco dos 19 arguidos no processo relativo à morte de dois recrutas dos Comandos, em 2016, a penas de prisão entre dois e 10 anos. Nas alegações …

Juventus quer Zidane para o lugar de Pirlo

O insucesso desportivo da Juventus esta temporada deve fazer com que Pirlo saia do clube. Zidane, que também estará de saída do Real Madrid, é o favorito da vecchia signora. Zinédine Zidane estará a pensar seriamente …