Caos no aeroporto de Lisboa. Dezenas de pessoas não puderam fazer teste e tiveram de mudar os voos

1

Guillaume Horcajuelo / EPA

Os passageiros alegam que o centro fechou por volta das dez da noite por ter ficado sem testes e há relatos de quem gastou centenas de euros para alterar os voos. A testagem no aeroporto só foi retomada às seis da manhã de hoje.

Segundo uma notícia avançada pela RTP, dezenas de pessoas ficaram sem fazer teste de despiste da covid-19 na última noite no aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, depois do centro de testagem ter fechado às 22 horas e de não haver outra alternativa para os passageiros.

Vários assumiram que tiveram de gastar centenas de euros para alterar os voos, devido às novas regras de exigência de testes obrigatórios, que fizeram com que se criasse uma fila de centenas de pessoas no aeroporto.

Os relatos davam conta que o centro ficou sem testes e teve de fechar, mas nem os funcionários nem os seguranças ou polícias confirmaram essa informação à televisão pública.

No total, havia quatro postos de testagem em funcionamento. Tanto os testes antigénio como os testes PCR são pagos no aeroporto. O centro de testagem só voltou a abrir às seis da manhã e nas redes sociais há muitas queixas de que se já tinham sucedido os mesmos problemas nos dias 24 e 25 de Dezembro.

Recorde-se que, desde o dia 1 de dezembro e até 9 de janeiro, todos os passageiros provenientes de voos internacionais, independentemente de possuírem ou não certificado de vacinação, são obrigados a apresentar um teste negativo de diagnóstico à covid-19 no embarque. Se não o tiverem, terão de o fazer à chegada aos aeroportos portugueses.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE