Cantinas sociais serviram quase 48 mil refeições por dia na primeira metade de 2015

cafemama / Flickr

-

Quase 48.000 refeições foram servidas diariamente a famílias carenciadas nas cantinas sociais, totalizando 8,6 milhões nos primeiros seis meses, quase tantas como as fornecidas em todo o ano passado, revelam dados do Instituto da Segurança Social.

No primeiro semestre do ano, “estavam em vigor 843 protocolos e o total de refeições contratualizadas foi de 47.826 refeições por dia“, sendo o valor pago pelo Estado de 2,50 euros por refeição.

No total, foram servidas até 30 de junho cerca de 8,6 milhões de refeições nos primeiros seis meses do ano nas 843 cantinas sociais espalhadas pelo país.

No ano passado estavam em vigor 845 protocolos para as cantinas sociais em todo o território continental e o total de refeições contratualizadas com as instituições foi de 49.024 refeições por dia, adiantam os dados da Segurança Social enviados à agência Lusa.

A maioria das cantinas está localizada no distrito de Lisboa (126), seguindo-se Santarém (113), Portalegre (60), Braga (58), Leiria (47), Faro (46), Porto, Beja e Setúbal (cada uma com 42), Aveiro (41), Viseu e Coimbra (ambas com 40), Guarda (33), Vila Real (26), Viana do Castelo e Évora (ambas com 23), Castelo Branco (22) e Bragança (19).

Contactado pela Lusa, o presidente da União das Misericórdias Portuguesas, Manuel de Lemos, disse que se verificou uma tendência para diminuir a procura nas cantinas sociais, sobretudo fora das zonas urbanas, “mas ainda há um número muito significativo de pessoas que vão às instituições” de solidariedade social.

“Convencionámos que devíamos, para já, manter o número de protocolos que temos, embora notássemos uma menor procura, sobretudo nas zonas menos urbanas”, afirmou Manuel de Lemos, explicando que o Estado só paga as refeições que são servidas.

Para o presidente da UMP, as cantinas sociais “foram fundamentais” para ajudar as famílias carenciadas durante a crise, tendo sido “um processo imediato, barato e eficaz”.

“Imediato porque não andámos a fazer investimentos, limitámo-nos a aproveitar a capacidade instalada que tínhamos nas cozinhas do setor solidário”, e “barato porque acordámos um valor com o Estado que é simbólico”, explicou.

Foi também eficaz porque respondeu “às necessidades das comunidades, sobretudo no número brutal de desempregados que tivemos na altura” e alcançou muitas pessoas que estavam numa situação de pobreza envergonhada, que “passavam dificuldades na área da alimentação e que por esta via encontraram um modelo que as deixaram mais confortáveis”, disse Manuel de Lemos.

A Segurança Social contratualiza com cada instituição o número de refeições diárias a comparticipar, que pode ir de 65 até 100 refeições diárias, em função dos indicadores de risco de carência alimentar, sendo que “sempre que se afigura necessário, é reforçada a rede de cantinas sociais, com a celebração de novos protocolos”.

O Programa de Emergência Alimentar, uma das medidas do Programa de Emergência Social, constituiu em 2011 uma Rede Solidária de Cantinas Sociais em todo o país, assegurando que são providenciadas duas refeições diárias, de forma continuada durante todo o ano, a todas as famílias carenciadas que se dirijam às instituições de solidariedade social.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Cuidado…
    Muitos tem tendência para se habituar “à mama” e depois ainda é pior…
    Há que ensinar a pescar, em vez dar o peixe…

RESPONDER

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …

Itália quer mudar sede da final da Liga dos Campeões

A Itália quer que a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o Estádio Olímpico Atatürk Olympic, mude de sede. Os últimos dias não têm sido fáceis para a UEFA. Depois dos incidentes racistas …

CNN coloca broa portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo

A propósito das celebrações do Dia Mundial do Pão, que se celebra esta quarta-feira, a CNN fez uma lista com os 50 melhores pães do mundo e um deles é a broa portuguesa. A broa conhecida …

CP lança nova campanha: Lisboa-Porto por cinco euros e mais descontos até 80%

Há 10.300 bilhetes a custos muito reduzidos, anunciou a CP – Comboios de Portugal esta terça-feira. A nova campanha garante viagens nos comboios de longo curso Alfa Pendular e Intercidades “com 80% de desconto”, abrangendo …

"Níveis recorde". Glaciares suíços perderam 10% do seu volume nos últimos cinco anos

Os glaciares suíços perderam 10% do volume nos últimos cinco anos, a maior redução em cem anos, alertou esta terça-feira a Academia Suíça das Ciências. A Academia baseia-se nas medições feitas pelos peritos do painel intergovernamental …

Caso BPN. Relação condena dois dos absolvidos e agrava penas a outros dois

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou esta quarta-feira dois dos três arguidos absolvidos no processo principal da falência do BPN, Ricardo Oliveira e Filipe Nascimento, e agravou as penas a dois dos 12 arguidos …

Operação Éter. Hermínio Loureiro entre as dezenas de autarcas arguidos

Hermínio Loureiro, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, está entre as dezenas de atuais e antigos autarcas que foram constituídos arguidos no âmbito da Operação Éter. Este processo levou à prisão preventiva do antigo presidente …

Proteção Civil quer que bombeiros voltem a ser obrigados a usar cinto de segurança

A estrada mata mais bombeiros do que os incêndios. Por isso, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil criou um grupo específico para analisar o problema. Rui Ângelo, chefe da Divisão de Segurança, Saúde e …

Estratégia prevê rede de bancos de leite materno e revisão das licenças para amamentar

A ENALCP apresentada esta quarta-feira prevê a criação de uma rede nacional de bancos de leite materno e a revisão dos diretos de parentalidade. Ambientes favoráveis deverão ser também revistos. A Estratégia Nacional para a Alimentação …

DGS aconselha grávidas e bebés vegetarianos a tomarem suplementos

A Direção-geral da Saúde recomenda suplementos de vitaminas e minerais para bebés e grávidas com alimentação vegetariana e lembra que a dieta não omnívora no primeiro ano de vida deve estar sempre sob supervisão médica. "A …