Canonizado São João Vaz, primeiro santo do Sri Lanka, português de Goa

Teve esta quarta-feira lugar a cerimónia de canonização do primeiro santo cingalês, o missionário José Vaz (1651-1711), nascido na Índia e conhecido como “o apóstolo do Sri Lanka”, que arriscou a vida quando os cristãos eram perseguidos na ilha.

Zeitgenössischer Maler / Wikimedia

José Vaz, o primeiro santo do Sri Lanka

José Vaz, o primeiro santo do Sri Lanka

José Vaz tinha já sido beatificado pelo papa João Paulo II, a 15 de janeiro de 1995, durante uma visita ao Sri Lanka.

Em setembro passado, o papa Francisco decidiu santificar José Vaz, depois de já ter decidido visitar a ilha e sem esperar pela confirmação de um segundo milagre, necessário para que um beato possa ser santo.

Na cerimónia de canonização, em Colombo, perante centenas de milhares de pessoas, Francisco destacou o exemplo como missionário, que foi procurar os mais pobres, e que apresentou “a verdade e a beleza do Evangelho num contexto multirreligioso com respeito, dedicação e humildade”.

São José Vaz

José Vaz nasceu na localidade indiana de Benaulin, em Goa, na época um território controlado por Portugal.

Estudou no colégio de Sancoale, foi ordenado padre na congregação de São Felipe Neri, em 1676, e abriu uma escola de latim nesta localidade.

Quando teve conhecimento das condições em que viviam os cristãos do Ceilão, nome dado pelos portugueses ao Sri Lanka, Vaz decidiu abandonar a sua vida privilegiada e tornar-se missionário.

Com a chegada dos holandeses ao Ceilão, os calvinistas tinham proibido qualquer manifestação pública da fé católica e os sacerdotes foram expulsos do país ou assassinados.

Vaz chegou à ilha em 1687 e teve que viver incógnito para não ser detido ou assassinado, e assim conseguiu viajar por todo o país para celebrar missas.

De acordo com algumas biografias, o missionário, vestido como um mendigo, pedia esmola à porta das famílias cristãs e quando conseguia a sua confiança, revelava a sua identidade.

Em 1689, viajou para Jaffna, localidade que tinha sido católica e onde encontrou abrigo durante um ano, e ajudou a população, mas os rumores da sua presença chegaram às autoridades holandeses e foi obrigado a fugir.

Um ano depois, chegou ao reino budista de Kandy, no interior da ilha, que se mantinha independente apesar da invasão holandesa e onde viviam alguns católicos. Ao chegar foi detido, depois das autoridades terem afirmado tratar-se de um espião ao serviço dos portugueses.

Passou seis anos na prisão, mas o rei de Kandy, o budista Vilamadharma Surya, decidiu libertar Vaz, depois de ter ficado fascinado pela espiritualidade do missionário, deixando-o espalhar a sua fé por todo o seu reino.

Durante a epidemia de varíola, em 1697, Vaz salvou milhares de pessoas em Kandy ao ensinar regras básicas de higiene para impedir o contágio, além de se ocupar dos doentes.

As biografias de Vaz falam de um homem de diálogo e que soube viver o ascetismo oriental e a espiritualidade cristã.

Aprendeu a língua portuguesa e cingalesa, tendo traduzido o Evangelho e outros textos cristãos para os dois idiomas, para serem lidos pela população.

Morreu a 16 de janeiro de 1711, deixando uma missão de 70 mil católicos, 15 igrejas e 400 capelas.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Vacina da Johnson & Johnson chega esta semana. Portugal recebe 30 mil vacinas na quarta-feira

As primeiras 30 mil vacinas da Janssen, do grupo Johnson & Johnson, vão chegar a Portugal na próxima quarta-feira. Portugal vai receber, já na próxima quarta-feira, o primeiro lote de 30 mil vacinas da Janssen. No …

Reembolsos do IRS já começaram a ser processados (e chegam “a meio desta semana”)

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) já começou a processar os primeiros reembolsos do IRS e o valor deverá chegar à conta dos contribuintes a meio desta semana, avançou à Lusa o secretário de Estado …

Todos os anos, caem mais de 5 mil toneladas de poeira extraterrestre na Terra

A Terra está constantemente sob uma chuva de poeira espacial. Após duas décadas de recolha de material na Antártida, uma equipa de cientistas conseguiu quantificá-la: caem cerca de 5.200 toneladas de micrometeoritos a cada ano. Os …

Encontradas três "estrelas fracassadas" ultrarrápidas. Estão prestes a autodestruir-se

Uma equipa de cientistas identificou as três anãs castanhas de rotação mais rápida já encontradas. Estas estrelas, conhecidas como "estrelas fracassadas" estão a girar tão depressa que podem estar prestes a desfazer-se. Usando dados no Spitzer …

“É como ser queimado com ácido quente“. Planta venenosa australiana causa dores que podem durar anos

Os "cabelos" da planta gympie-gympie causam uma picada tão tóxica que a dor pode durar anos. Esta pode ser encontrada nas florestas australianas. A gympie-gympie, ou dendrocnide moroides, é um tipo de arbusto que recebe o …

Sporting 1-1 Famalicão | Leão volta a tremer e vê Porto a 6

Segundo empate consecutivo do Sporting na Liga NOS, e pelo mesmo resultado, 1-1. Na recepção ao Famalicão, o líder do campeonato começou bem, marcou, mas sofreu um golo de imediato e nunca mais se encontrou …

Arqueólogos descobrem túnel medieval na Polónia. Tinha restos mortais de 18 carmelitas

Uma equipa de arqueólogos descobriu um cemitério medieval onde estava sediado um mosteiro do século XIV. No local foi ainda encontrado um túnel com dezoito esqueletos de padres carmelitas. A descoberta ocorreu em Jaslo - uma …

Militantes apoiados pelo Al-Qaeda defendem uso de mel contra a covid-19

O Al-Shabaab, um grupo rebelde islâmico apoiado pela Al-Qaeda, apela ao boicote à vacina da AstraZeneca contra a covid-19. A alternativa é "cominho preto e mel". A vacina da AstraZeneca não está apenas a levantar preocupações …

Em menos de um ano, a polícia foi chamada a intervir pelo menos nove vezes na mansão dos Sussex

A vida nos Estados Unidos não tem sido fácil para os duques de Sussex. No último ano, a polícia da Califórnia foi chamada pelo menos nove menos à mansão onde o casal habita desde que …

Rivalidade entre China e Índia é obstáculo à maior aproximação entre os BRICS, diz especialista

Apesar de os BRICS representarem "o tipo de relações entre países que queremos no século XXI", a rivalidade entre a Índia e a China ainda é um obstáculo a uma maior integração, dizem os especialistas. Na …