Canadá retira cidadania honorária à Prémio Nobel da Paz Aung San Suu Kyi

Os deputados canadianos aprovaram esta quinta-feira, por unanimidade, uma moção para revogar a cidadania honorária concedida à líder do Governo birmanês, Aung San Suu Kyi, pela sua recusa em denunciar “o genocídio” da minoria muçulmana rohingya.

A também Prémio Nobel da Paz, que é primeira conselheira de Estado (equivalente ao cargo de primeira-ministra) do Governo de Myanmar, a antiga Birmânia, tinha recebido a cidadania canadiana honorária em 2007, quando vivia ainda em prisão domiciliária no seu país.

A reputação Suu Kyi tem sido manchada, desde a chegada ao poder, pela sua recusa em acabar com as atrocidades cometidas pelo Exército contra os rohingyas, que os deputados canadianos qualificam de genocídio.

“Em 2007, a Câmara dos Comuns concedeu a Aung San Suu Kyi o estatuto de cidadã canadiana honorária. Hoje, a câmara adotou, por unanimidade, uma moção para lhe retirar esse estatuto”, disse Adam Austen, porta-voz da ministra dos Negócios Estrangeiros canadiana, Chrystia Freeland. Os rohingyas são tratados como estrangeiros em Myanmar, um país de larga maioria budista.

Entre agosto e dezembro de 2017, mais de 700 mil rohingyas deixaram o país rumo ao Bangladesh, após uma ofensiva do Exército marcada por raptos, violações, execuções extrajudiciais e vilas e aldeias incendiadas.

“O nosso Governo apoiou esta moção em resposta à recusa persistente em denunciar o genocídio dos rohingyas, um crime cometido pelas Forças Armadas do país, com quem [Suu Kyi] partilha o poder”, explicou Adam Austen.

O porta-voz adiantou que o Canadá continuará a apoiar os rohingyas, oferecendo-lhes ajuda humanitária, impondo sanções contra os generais de Myanmar e exigindo que os responsáveis sejam julgados pelos seus atos em organismo internacional competente.

Em maio, Otava prometeu uma ajuda adicional de cerca de 200 milhões de euros, durante três anos, para melhorar as condições de vida dos rohingyas nos campos de refugiados do Bangladesh.

O Canadá concedeu a cidadania honorária a apenas cinco pessoas, entre as quais Nelson Mandela, Dalai Lama e Malala Yusafzai.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Sporting CP 1-0 Marítimo | Borja dispara rumo ao pódio

O Sporting sofreu, mas levou a “água ao seu moinho”. Na recepção ao um Marítimo consistente, mas pouco perigoso, o “leão” venceu por 1-0, numa partida com poucas ocasiões de golo, mas com domínio claro …

Reino Unido vai tornar públicos registos de avistamentos de OVNIs

A Força Aérea britânica vai disponibilizar todos os documentos sobre os avistamentos de OVNIs online. Até então, os registos eram mantido sob segredo. A Força Aérea Real do Reino Unido decidiu tornar públicos os registos de …

Sobreviventes a um cancro na infância têm maior probabilidade de vir a ter outro

Sobreviventes a um cancro têm uma maior probabilidade cinco vezes maior de vir a ter outro em comparação com a população em geral. O risco vai diminuindo ao longo do tempo desde o primeiro diagnóstico. Pessoas …

Lineker: "Se pusessem a minha equipa de 1990 a jogar contra uma moderna, seríamos assassinados"

"Se pusessem a minha equipa de 1990 a jogar contra uma moderna, seríamos assassinados", disse Gary Lineker, antigo internacional inglês, que agora é comentador da BBC. Em entrevista ao The Guardian, o antigo avançado da seleção …

Bater com um cutelo e espezinhar. A massagem que promete livrar de todas as dores

Santiago Terrases oferece uma massagem única, na qual calca as pessoas com os pés e bate-lhes com um cutelo. O norte-americano garante que consegue tirar todas as dores. No estado de Nevada, nos Estados Unidos, está …

"Choveram" propostas de empréstimo por Marega

O emblema portista recebeu vários proposta de empréstimo por Moussa Marega, mas acabou por as rejeitar. O FC Porto apenas abre mão do jogador caso seja paga a cláusula de rescisão. A imprensa francesa avança esta …

Crise de saúde mental nos jovens. Há um sexo mais em risco do que o outro

O uso regular de redes sociais pode afetar a saúde mental dos jovens. No entanto, os seus efeitos podem-se manifestar mais drasticamente em raparigas do que em rapazes. Desde 2010, as taxas de depressão, automutilação e …

PS quer limitar "vistos Gold" aos municípios do interior e às regiões autónomas

O PS entregou hoje uma proposta de alteração ao Orçamento em que limita a concessão dos "vistos Gold" a investimentos feitos por estrangeiros em municípios do interior ou nas regiões autónomas dos Açores e da …

Mais acidentes, afogamentos e suicídios num mundo mais quente

As temperaturas mais elevadas vão provocar mais acidentes rodoviários, afogamentos, agressões e suicídios, revelou uma nova investigação. Até ao momento, a grande parte das pesquisas em torno das alterações climáticas centrou-se nas mortes por doenças transmitidas …

Jóias de ouro e prata com plástico. Justiça não vê mal nenhum e iliba marca Tous

O processo de investigação aberto à marca TOUS por alegada fraude com jóias de ouro e plástico contendo plástico no seu interior, foi arquivado. A Justiça espanhola entende que, apesar de as jóias conterem plástico, …