As camas dos chimpanzés são mais limpas que as nossas

Dormir numa cama de chimpanzé pode trazer-lhe uma noite de sono mais limpa do que tirar uma sesta na sua própria cama. Segundo um novo estudo, há um menor número de corpos derivados de bactérias nas camas desses mamíferos do que nas dos humanos.

A pesquisa, publicada na quarta-feira na revista científica Royal Society Open Science, verificou a diversidade de bactérias encontrada nas camas de chimpanzés – também chamadas de ninhos – que são construídas em árvores todas as noites.

Os cientistas descobriram que os ninhos abrigavam menos diversidade de bactérias do que as camas humanas. No entanto, o estudo não revela o número total de bactérias.

“Sabemos que as casas dos humanos são efetivamente os seus ecossistemas, e as camas humanas contêm um subconjunto dos tipos de organismos encontrados em casa”, explicou a co-autora do estudo Megan Thoemmes. “Por exemplo, cerca de 35% das bactérias nas camas humanas vem do nosso próprio corpo, incluindo bactérias fecais, orais, e de pele.”

“Queríamos descobrir de que forma é que isto se compara com alguns dos nossos parceiros de evolução mais próximos, os chimpanzés, que constroem as suas camas diariamente.”

Ao retirar amostras de 41 ninhos de chimpanzés abandonados na Tanzânia, os investigadores conseguiram construir uma imagem da diversidade dos microorganismos que viviam nas camas daqueles macacos.

Os cientistas descobriram que, enquanto a diversidade das bactérias que habita os ninhos era muito maior do que a encontrada nas camas humanas – o que não é surpreendente considerando que vivem em florestas – a proporção de microorganismos que vem do corpo era bastante menor.

Na verdade, os cientistas descobriram que apenas 3.5% das bactérias recolhidas dos ninhos era derivada da saliva, pele ou fezes dos chimpanzés.

Tendo em conta que os chimpanzés não são propriamente conhecidos por tomar banho regularmente, e, por isso, seria esperado que hospedassem mais bactérias fecais no seu pelo, a equipa esperava que esta percentagem fosse bastante mais alta.

Os investigadores também descobriram que o número de parasitas – neste caso, carraças e pulgas – era muito mais baixo do que tinha sido previsto, com apenas quatro a serem encontrados no estudo.

Ao que parece, os nossos “familiares peludos” têm um sono muito mais limpo do que nós, o que, quando temos em conta que dormimos no mesmo local a maioria das noites, pode não ser uma descoberta tão chocante assim.

Os chimpanzés, por outro lado, fazem um ninho novo todas as noites, para reduzir a acumulação de agentes patogénicos, mas também para tentarem reduzir a probabilidade de serem apanhados pelos predadores.

O problema deste estudo é que se focou na diversidade das bactérias encontradas nos ninhos e de onde derivavam, em vez de se focar no número total. Os investigadores não informaram quantas bactérias (no total) estavam presentes nos ninhos de chimpanzés, em comparação com o número de bactérias nas nossas camas.

PARTILHAR

RESPONDER

Pela primeira vez, uma astronauta corrige página da Wikipédia a partir do Espaço

Pela primeira vez na história da Humanidade, a astronauta norte-americana Christina H. Koch fez a edição de uma página da Wikipedia na Internet a partir da Estação Espacial Internacional (EEI), enquanto orbitava o planeta Terra. A …

Rover Mars 2020 vai procurar fósseis microscópicos

Cientistas do rover Mars 2020 da NASA descobriram o que poderá ser um dos melhores locais para procurar sinais de vida antiga na Cratera Jezero, onde o veículo vai pousar no dia 18 de fevereiro …

MP quer passar a ouvir todas as crianças expostas a violência doméstica

A procuradora-geral da República quer que os magistrados do Ministério Público peçam sempre ao juiz de instrução criminal que as crianças expostas a violência doméstica sejam ouvidas em tribunal para memória futura. A procuradora-geral da República, …

Greta Thunberg no Parlamento entre final do mês e início de dezembro

A ativista sueca aceitou participar numa sessão na Assembleia da República, em Lisboa, promovida pela comissão parlamentar de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território, que se realizará entre o final deste mês e início de …

Phineas Fisher. O "hacker fantoche" que está a pagar para piratearem bancos e petrolíferas

Phineas Fisher é um hackers mais infames do mundo e procura agora renovar esse estatuto ao oferecer 100 mil dólares a quem piratear instituições capitalistas, como bancos e empresas petrolíferas. O hacker ficou conhecido após ter …

Conselho Superior da Magistratura arquiva processo disciplinar a Carlos Alexandre

O Conselho Superior da Magistratura decidiu arquivar o processo disciplinar relativo ao juiz do Tribunal de Instrução Criminal por declarações sobre o sorteio da fase de instrução do processo Operação Marquês. "O plenário de hoje do …

Jardins e complexo de estufas descobertos num dos bunker de Hitler

Um grupo de especialistas descobriu jardins e um complexo de estufas, que serviu para cultivar legumes e frutas, num dos maiores quartéis generais de Adolf Hitler durante a II Guerra Mundial, o bunker conhecido como …

Ataque a Alcochete. Advogados pedem impugnação do auto de notícia da GNR

Uma discrepância nas datas de elaboração e de assinatura do auto de notícia que relata a invasão à academia do Sporting motivou, esta terça-feira, a apresentação de um requerimento de impugnação subscrito por vários advogados. No …

Japão diz que é seguro libertar água radioativa de Fukushima no Pacífico

O Ministério da Economia, Comércio e Indústria do Japão afirmou esta segunda-feira que é seguro libertar água contaminada de Fukushima no Oceano Pacífico, de acordo com o jornal local Japan Today. A central nuclear, recorde-se, sofreu …

Dez autarcas e quatro clubes entre os 68 acusados na operação Ajuste Secreto

O Ministério Público da Feira deduziu acusação contra 68 arguidos, incluindo dez autarcas e ex-autarcas, quatro clubes desportivos e os seus respetivos presidentes, no âmbito da operação "Ajuste Secreto". Numa nota publicada no seu site oficial, …