Hospital processado por instalar câmaras ocultas em salas de parto. Queriam comprovar roubo de medicamentos

Mais de 80 mulheres estão a processar o Hospital Sharp Grossmont, em La Mesa, na Califórnia, devido à instalação de câmaras ocultas em três salas de parto sem o seu consentimento.

As câmaras estiveram funcionais durante mais de 11 meses e gravaram aproximadamente 1800 pacientes. As câmaras foram instaladas em julho de 2012 com o objetivo de comprovar o roubo de vários medicamentos, porém só foram retiradas em junho de 2013. As gravações eram armazenadas em computadores no hospital e algumas não requeriam senhas de acesso.

Nas imagens é possível visualizar pacientes parcialmente cobertas durante cesarianas e trabalhos de parto, e em alguns casos são visíveis os órgãos genitais das mulheres, de acordo com o Diário de Notícias.

As pacientes que surgem nas filmagens tiveram conhecimento do sucedido através de um administrador externo e exigem uma compensação monetária devido aos danos sofridos, entre eles angústia, humilhação e sentimento de impotência.

Allison Goddard, uma das advogadas das vítimas, afirma: “É uma violação de privacidade. É horrível pensar que, especialmente na era da omnipresença dos vídeos na Internet, se um deles fosse parar em mãos erradas não poderia ser controlado.”

Em comunicado, John Cihomsky, vice-presidente das relações públicas e comunicações dos cuidados de saúde do hospital, garante que “a intenção era registar apenas os indivíduos que estavam em frente aos carros da anestesia e verificar se alguém roubava os medicamentos”. Porém, Carlisle Lewis, vice-presidente sénior e conselheiro geral dos cuidados de saúde do hospital, reconhece que “alguns dos vídeos mostram as pacientes num estado vulnerável, sob anestesia, expostas e submetidas a procedimentos médicos”.

Entretanto, as suspeitas do hospital relativamente aos furtos foram confirmadas, uma vez que as câmaras capturaram um médico a levar medicamentos anestésicos. O chefe da divisão de Ética Medica da Faculdade de Medicina da Universidade de Nova Iorque, Art Caplan, assegura que estas investigações têm de ser realizadas pela policia, mas o hospital confirmou que as autoridades não tinham conhecimento deste caso.

O hospital garante que as imagens só foram utilizadas nesta investigação e lamenta o sucedido: “Lamentamos sinceramente que os nossos esforços para garantir a segurança dos medicamentos possam ter causado problemas àqueles a quem prestamos serviços”, lê-se no referido comunicado.

ZAP ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

O titanossauro mais antigo do mundo foi descoberto na Patagónia

Ninjatitan zapatai viveu há aproximadamente 140 milhões de anos, no início do Cretáceo, na atual Patagónia, na Argentina. Segundo os cientistas, o novo espécime fóssil de tiranossauro pode ser o mais antigo do mundo. Com cerca …

Volvo prepara mudança estratégica e apresenta o seu novo modelo 100% elétrico: o C40 Recharge

A marca de automóveis sueca apresentou o seu novo modelo 100% elétrico: o C40 Recharge. O modelo representa mais um passo no caminho para a eletrificação total da Volvo, já que esta semana a marca …

Benfica 2-0 Estoril | Águia carimba presença na final

O Benfica venceu o Estoril Praia por 2-0, no Estádio da Luz, e apurou-se para a final da Taça de Portugal, a segunda consecutiva do emblema “encarnado”. Os comandados de Jorge Jesus confirmaram a superioridade …

Um reator nuclear pode ajudar a resolver o mistério do desaparecimento de Amelia Earhart

Uma equipa de investigadores da Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos, vai submeter uma folha de alumínio velha e gasta a um feixe de partículas do coração de um reator nuclear na esperança de …

Musk quer criar uma nova cidade no local de lançamento da SpaceX. Vai chamar-se Starbase

O empresário norte-americano Elon Musk está a tentar criar uma nova cidade chamada Starbase nas instalações de lançamento da SpaceX no Texas, nos Estados Unidos. As instalações da SpaceX no Texas estão localizadas em Boca Chica …

Chatbots: A tecnologia que "ressuscita" os mortos é cada vez mais uma realidade

Foi recentemente revelado que em 2017 a Microsoft patenteou um chatbot que, se construído, ressuscitaria digitalmente os mortos. Usando Inteligência Artificial e machine learning, o chatbot proposto traria o nosso ente querido de volta à …

Casal acertou no jackpot de 210 milhões de euros do Euromilhões (mas não registou o boletim)

Dois jovens britânicos pensaram que tinham ganho 182 milhões de libras (cerca de 210 milhões de euros), mas afinal o boletim não tinha sido registado por falta de dinheiro na conta online. Rachel Kennedy, de 19 …

A Islândia foi atingida por 17 mil terramotos na semana passada (e uma erupção pode estar iminente)

Mesmo para uma ilha vulcânica acostumada a tremores ocasionais, esta foi uma semana incomum para a Islândia. De acordo com o Escritório Meteorológico da Islândia, cerca de 17 mil terramotos atingiram a região sudoeste de …

Mulheres portuguesas trabalham mais uma hora e 13 minutos que os homens

As mulheres portuguesas trabalham em cada dia útil mais uma hora e 13 minutos do que os homens, entre trabalho pago e não pago, continuando a ter maior dificuldade em conciliar a profissão com a …

Três sismos acima de 7 na escala de Richter abalam a Nova Zelândia. Autoridades alertam para tsunami

A costa nordeste da Nova Zelândia foi esta quinta feira atingida por três sismos de magnitude acima de 7 na escala de Richter. A proteção civil emitiu um alerta de tsunami após o primeiro terramoto, …