Hospital processado por instalar câmaras ocultas em salas de parto. Queriam comprovar roubo de medicamentos

Mais de 80 mulheres estão a processar o Hospital Sharp Grossmont, em La Mesa, na Califórnia, devido à instalação de câmaras ocultas em três salas de parto sem o seu consentimento.

As câmaras estiveram funcionais durante mais de 11 meses e gravaram aproximadamente 1800 pacientes. As câmaras foram instaladas em julho de 2012 com o objetivo de comprovar o roubo de vários medicamentos, porém só foram retiradas em junho de 2013. As gravações eram armazenadas em computadores no hospital e algumas não requeriam senhas de acesso.

Nas imagens é possível visualizar pacientes parcialmente cobertas durante cesarianas e trabalhos de parto, e em alguns casos são visíveis os órgãos genitais das mulheres, de acordo com o Diário de Notícias.

As pacientes que surgem nas filmagens tiveram conhecimento do sucedido através de um administrador externo e exigem uma compensação monetária devido aos danos sofridos, entre eles angústia, humilhação e sentimento de impotência.

Allison Goddard, uma das advogadas das vítimas, afirma: “É uma violação de privacidade. É horrível pensar que, especialmente na era da omnipresença dos vídeos na Internet, se um deles fosse parar em mãos erradas não poderia ser controlado.”

Em comunicado, John Cihomsky, vice-presidente das relações públicas e comunicações dos cuidados de saúde do hospital, garante que “a intenção era registar apenas os indivíduos que estavam em frente aos carros da anestesia e verificar se alguém roubava os medicamentos”. Porém, Carlisle Lewis, vice-presidente sénior e conselheiro geral dos cuidados de saúde do hospital, reconhece que “alguns dos vídeos mostram as pacientes num estado vulnerável, sob anestesia, expostas e submetidas a procedimentos médicos”.

Entretanto, as suspeitas do hospital relativamente aos furtos foram confirmadas, uma vez que as câmaras capturaram um médico a levar medicamentos anestésicos. O chefe da divisão de Ética Medica da Faculdade de Medicina da Universidade de Nova Iorque, Art Caplan, assegura que estas investigações têm de ser realizadas pela policia, mas o hospital confirmou que as autoridades não tinham conhecimento deste caso.

O hospital garante que as imagens só foram utilizadas nesta investigação e lamenta o sucedido: “Lamentamos sinceramente que os nossos esforços para garantir a segurança dos medicamentos possam ter causado problemas àqueles a quem prestamos serviços”, lê-se no referido comunicado.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

"Janelas de Vinho". Itália ressuscita tradição do tempo da peste

Centenas de bares e restaurantes italianos "ressuscitaram" a tradição antiga das chamadas "Janelas de Vinho" durante a pandemia de covid-19, tentando assim servir os seus clientes com o mínimo contacto pessoal. A tradição remonta aos …

Um dos maiores telescópios do mundo ficou gravemente danificado devido a um cabo partido

O radiotelescópio de Arecibo, um ícone da busca para entender o Universo, sofreu graves danos como resultado do rompimento de um cabo. A causa da quebra e quanto tempo o telescópio demorará a ser consertado …

Pumpkin Island já custou 78 dólares. Agora pode comprá-la por 17 milhões

Se ainda não decidiu onde passar férias fica aqui uma dica: uma ilha privada na costa da Austrália está à venda por 17 milhões de dólares (cerca de 14,5 milhões de euros). A Pumpkin Island …

Desaparecem oito mulheres por dia no Peru, mais três do que antes da pandemia

O número de mulheres desaparecidas no Peru, um fenómeno endémico no país, subiu de cinco por dia, em média, para oito, desde a quarentena decretada para travar a pandemia de covid-19, indicou o provedor de …

EUA já gastaram quase tanto com a covid-19 como com a II Guerra Mundial

Até ao momento, os Estados Unidos da América gastaram quase tanto com a pandemia de covid-19 como gastaram com a II Guerra Mundial. A Segunda Guerra Mundial travou-se entre 1939 e 1945 e deixou milhões de …

Sporting recusou proposta de 32 milhões por Joelson Fernandes

O Sporting CP rejeitou uma proposta de 32 milhões de euros do Arsenal por Joelson Fernandes. Os 'leões' pedem 45 milhões pelo jovem extremo de 17 anos. Continua o leilão pela promessa sportinguista Joelson Fernandes. Depois …

CIA tentou desenvolver um "drone-pássaro" nuclear para espiar a União Soviética na Guerra Fria

Durante a Guerra Fria, a CIA tentou desenvolver um drone nuclear do tamanho de um pássaro para espiar a União Soviética e outros países do bloco comunista. Porém, o projeto nunca foi concluído. De acordo com …

Para combater o desperdício, China acaba com os banquetes tradicionais

Conhecidos pela gastronomia e pelo bom apetite, os chineses terão de adotar a austeridade, invertendo a tradição, que exige que sejam servidos à mesa tantos pratos quantos forem os convidados e mais um. A nova regra …

Com apenas 4 dólares é possível dormir na última Blockbuster. E ainda participa na festa pijama

Já sente saudades de sair de casa para ir alugar um filme e comprar umas pipocas? A última loja da icónica Blockbuster está agora disponível no Airbnb. A antiga loja da cadeia americana pode ser …

Espanha com quase mais 3.000 novos casos. É o maior aumento desde maio

Espanha registou o maior número de infeções de covid-19 desde o final de maio, com 2.935 novos casos nas últimas 24 horas, anunciou o Ministério da Saúde, ressalvando que o balanço inclui dados de Madrid …