Câmara de Paris apresenta queixa contra Fox News por informações do atentado

docsearls / Flickr

Paris

Paris

A Câmara de Paris vai apresentar queixa contra a cadeia televisiva norte-americana Fox News, a propósito das afirmações sobre a alegada existência de zonas muçulmanas na capital gaulesa onde o direito francês não se aplica.

Estas afirmações foram feitas na antena da estação televisiva no seguimento dos atentados ocorridos em Paris, designadamente contra o jornal satírico francês Charlie Hebdo e num supermercardo judaico, que fizeram 20 mortos, entre os quais os três terroristas.

“Vai ser apresentada uma queixa nos próximos dias”, informou fonte da autarquia, apontando a descrição “errada” de bairros da capital como “muito perigosos” pela Fox News.

A decisão ainda não foi tomada quanto ao sítio da apresentação da queixa, se em Paris, se nos EUA.

A cidade de Paris registou as desculpas da estação televisiva, adiantou a mesma fonte, mas tenciona prosseguir com a queixa.

“Fomos insultados”, disse a presidente da Câmara, interrogada pela CNN, a propósito da visita do seu homólogo nova-iorquino à sua cidade. Anne Hidalgo disse que a Fox News tinha “prejudicado a imagem [de Paris], ao divulgar informações falsas“.

Questionado pela AFP, o vice-presidente da Fox News, Michael Clemente, exprimiu a sua “solidariedade com os franceses no momento em que estão em vias de recuperar e retomar uma vida normal”, mas adiantou que considerava “deslocadas” as afirmações de Hidalgo.

A Fox News já fez pedidos de desculpas depois de ter difundido afirmações de comentadores que garantiam que existiam zonas de não-direito, interditas aos não-muçulmanos na Europa, feitas em antena depois dos ataques mortíferos em Paris.

Um comentador e uma jornalista da cadeia disseram que existiam, designadamente em França e no Reino Unido, essas zonas.

O jornalista da Fox News Nolan Peterson, apresentado como perito, repetiu estas alegações sobre Paris, apresentando um mapa da capital francesa, delimitando bairros onde garantia que a polícia não entrava.

Em 11 de janeiro, o comentador Steven Emerson declarou em estúdio, a propósito do multiculturalismo da sociedade britânica, que no Reino Unido, “há cidades inteiras como Birmingham que são totalmente muçulmanas, onde os não-muçulmanos simplesmente não vão”.

Em reação, o primeiro-ministro britânico, David Cameron, tratou Steven Emerson como “um perfeito idiota“.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Google paga prémios até centenas de milhares de euros para descobrir bugs

A Google aumentou o valor dos prémios que oferece a quem descobrir bugs nos seus produtos e serviços. Alguns dos prémios podem mesmo chegar aos milhares de euros. Ganhar dinheiro ao descobrir bugs é algo desconhecido …

Identificado suspeito do incêndio no estúdio de animação no Japão. Queixa-se de plágio

Esta quinta-feira, um incêndio no estúdio de animação KyoAni provocou 33 mortos e 35 feridos. Confirmadas as suspeitas de que o desastre resultara de fogo posto e que o autor usara gasolina para propagar as …

Nunca ninguém mandou tanto tempo como Benjamin Netanyahu

Benjamin Netanyahu foi o primeiro chefe de Governo de Israel a nascer no país — em Telavive, a 21 de outubro de 1949, um ano após a criação do Estado.  Foi também o primeiro-ministro mais …

Vulcão Etna acordou e entrou de novo em erupção

O Etna voltou a acordar lançando lava de uma das crateras localizadas na área desértica do topo do vulcão siciliano, de acordo com o Instituto Nacional Italiano de Geofísica e Vulcanologia (INGV). A atividade é intermitente …

Agência Europeia para a Segurança da Aviação alerta para limitações dos Airbus 321neo

A Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) publicou na passada quarta-feira um estudo sobre um problema nos Airbus 321neo que pode dar origem a uma “redução do controle do avião”. O documento alerta todas as …

Carlos Vinícius por 17 milhões no Benfica. É o terceiro reforço mais caro das águias

O Benfica anunciou hoje como reforço o avançado brasileiro Carlos Vinícius, que assina por cinco temporadas, com o clube "encarnado" a pagar 17 milhões de euros ao Nápoles pela transferência. Os encarnados confirmaram a contratação do …

"Acharam que era empregado de mesa". Deputado Hélder Amaral denuncia racismo no Parlamento Europeu

O deputado do CDS-PP Hélder Amaral revela que foi vítima de racismo no Parlamento Europeu. O único deputado afro-descendente com assento parlamentar refere que "acharam que era empregado de mesa". Esta revelação foi feita por Hélder …

Há mais cinco dias para pagar o IVA (e mais mudanças noutros impostos)

Os deputados aprovaram esta sexta-feira, a proposta do Governo que altera diversos códigos fiscais, entre os quais mais cinco dias para o pagamento do IVA e eliminação de garantia para dívidas mais baixas de …

Deputado vai ser testemunha no caso do incêndio de Monchique. Mas não conhece o arguido

O deputado social democrata Cristóvão Norte vai testemunhar em defesa do suspeito do crime de incêndio, que deflagrou em Monchique em 2018, mas não conhece o arguido nem a sua advogada. O deputado foi um dos …

"Sozinhos e perdidos nas contas". O filme da direita segundo Centeno

O tempo das derrapagens e dos orçamentos retificativos pertence ao passado, defendeu, este sábado, o ministro das Finanças, Mário Centeno, considerando que PSD e CDS-PP estiveram na presente legislatura "sozinhos e perdidos nas contas". Estas críticas …