Cabrita responde ao Reino Unido. “Manifestamente, não é em Portugal que está o risco”

Tiago Petinga / Lusa

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita

Eduardo Cabrita adiantou que “Portugal tem melhores indicadores de saúde pública e melhores indicadores de resposta à pandemia do que o Reino Unido”.

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, disse esta sexta-feira que “não há nenhuma razão” para a aplicação de quarentena no regresso ao Reino Unido, mas não quis antecipar o anúncio do Governo britânico sobre o corredor aéreo com Portugal.

“Estamos, designadamente com o Reino Unido, a evidenciar aquilo que é óbvio: Portugal tem melhores indicadores de saúde pública e melhores indicadores de resposta à pandemia do que o Reino Unido. Por isso, não há nenhuma razão, de acordo com os critérios comparativos, para a existência de qualquer aplicação de regras de quarentena no regresso ao Reino Unido”, disse o governante.

Em causa está a lista de países para os quais o Reino Unido vai criar corredores de viagem que evitam o cumprimento da quarentena imposta devido à pandemia de covid-19, cujo anúncio será efetuado na próxima segunda-feira. Portugal é um dos países que tem manifestado interesse em negociar um “corredor aéreo” com o Reino Unido para poder receber turistas britânicos, que representaram quase 20% do total em 2019.

De acordo com alguns jornais britânicos, Portugal é considerado de “alto risco” e existe um “debate intenso” sobre a sua inclusão na lista de países com corredores aéreos com o Reino Unido.

Sem antecipar a resposta do Governo britânico, Cabrita reforçou que “basta comparar os dados sanitários” para verificar que, “manifestamente, não é em Portugal que está o risco”.

No seu discurso, à margem da apresentação do programa “Algarve Seguro”, em Faro, o governante já tinha acusado “alguma imprensa de outros países” de, com “uma competitividade não inteiramente limpa”, apontar dados pontuais que “não põem em causa a resposta” do Algarve à covid-19, relembrando que na região não existem pacientes internados nos cuidados intensivos.

Sobre outros Estados que colocaram restrições às entradas de passageiros de voos com origem em Portugal, o ministro da Administração Interna sublinhou que o país tem transmitido “viva discordância” em relação a essas decisões. “Sem qualquer fundamento, mantêm práticas discriminatórias que violam aquilo que foi definido nas reuniões” entre os 27 Estados-membros da União Europeia.

Questionado também sobre a capa do jornal espanhol El País, que noticiou o “confinamento de três milhões de portugueses”, Eduardo Cabrita salientou que se trata de uma informação falsa.

“Manifestamente, não há três milhões de cidadãos confinados. Estamos a falar de um conjunto de 19 freguesias relativamente às quais existe o dever cívico de recolhimento, o que significa – como sabemos, já passámos todos por essa fase num quadro nacional – um dever de circunscrever as deslocações ao local de trabalho e à aquisição de bens alimentares essenciais”, sustentou.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Não no país todo.
    Mas com o como nao se contém o que esta a acontecer na capital… infelizmente poderá facilmente disseminar-se.
    Agora, os ingleses sabem tomar decisões acertadas e prudentes.
    Já por cá…. é mais optimismo… e bola.

    • Não sei o que aconteceu por aí, mas em Portugal foram tomadas de decisões muito mais acertadas e prudentes do que na Inglaterra!!
      Optimismo e bola tambem foi mais por lá – e o resultado é o que se vê – até o PM britânico, que inicialmente desvalorizou o problema, acabou por ir parar os cuidados intensivos!…

    • Ó realidade, tu confias nos mentirosos ingleses que só tem podridão, são racistas, tem um PM maluco………………sinceramente!

  2. Não haja dúvida nenhuma que a pandemia vai ser usada, da forma que der mais jeito, pelos países mais poderosos, com fins políticos é óbvio!

  3. Por aqui há muitos a defender a ideia, e a servir de caixa de ressonância do nosso primeiro-ministro, que fomos um espetáculo no combate à COVID19 . A triste realidade é que não fomos. Numa Europa-27 estamos em todos os indicadores em 7º ou 9º a contar do fim. Essa é a triste realidade.

    • Ai sim carneirinho? E o Reino Unido??
      A ilha sem fronteiras terrestres está em que lugar?
      Pois… caso não tenhas reparado, é o Reino Unido que aparece na notícia!…

  4. Tanta informacao mal tratada, tantos estudos para nada …. senao vejam onde estao os Planos de controlo e protecao ativados… para grandes males grandes remedios …. ignorar a realidade e os factos ou é ignorancia ou é crime ….

    Ai se sociedade nao fosse manssa ….
    quem esta mal que saia que va para fora que emigre….
    Pobre pais…
    Pobre povo que esta adormecido e convencido que vive bem com restos que governo dá…

    Este virus é só o exemplo de como sociedades nao funciona bem nas areas urbanas… k tudo nao passa de utopias e ganancia de alguns…. porque em situacao de doencas só piora…

    É bom viver nas estrelas mas a realidade nua e crua tem de ser lembrada sempre e falada a novas geracoes…

    O que nos da nas escolas é só um pequena informacao do que vamos enfrentar na vida… para aqueles que nao tiveram oportunidades… a vida é dura e tem ser valorizada…

    Estar na area de conforto e dizer que vida é dura é um crime é criar elusao as pessoas… é dizer que vida é facil….

    Este virus é grande desafio para todos… aprendemos com ele… em silencio contamina e em silencio mata pessoas…

    OU povo muda e entende ou vamos sendo dizimados lentamente a medida que nossos corpos ficam mais debilitado e virus aproveita se disso e destroi por dentro….

    é facil falar em amor e compaixao e justica …. pratica la é difrente e nao é nada facil numa sociedade materialista… eu quero para mim e para meus…por aqui termino desejando que todos sejam mais justos consigo proprios….

RESPONDER

Equipas móveis vão percorrer o país para testarem alunos, professores e funcionários de escolas públicas

Equipas móveis - compostas por enfermeiros, técnicos e administrativos - vão percorrer o país para testarem todas as escolas públicas do continente. Numa primeira fase, o universo de testados rondará as 500 mil pessoas. O Público …

Disse para mim mesma: "Auriol, o primeiro é o teu lugar" - e foi

A portuguesa Auriol Dongmo conquistou, esta sexta-feira, a medalha de ouro do lançamento do peso nos Campeonatos da Europa de atletismo de pista coberta, que se estão a disputar em Torun, Polónia. Auriol Dongmo conquistou a …

Eduardo Quaresma não tem o que é preciso para singrar, diz olheiro de topo

Um olheiro internacional de topo considera que Eduardo Quaresma não tem aquilo que é preciso para singrar ao mais alto nível. Em declarações ao ZAP, o scout argumenta que lhe faltam qualidades físicas. Eduardo Quaresma é …

Governo aprova proposta de lei para retirar veto de autarquias a aeroportos

Após o chumbo do Montijo, o Conselho de Ministros aprovou, esta sexta-feira, uma proposta de lei que prevê a dispensa do parecer favorável das autarquias na construção de aeroportos. De acordo com o Observador, esta proposta …

João Loureiro regressou a Portugal. Diz ter sido "ingénuo ou utilizado" no caso do avião com cocaína

João Loureiro, antigo presidente do Boavista, aterrou esta sexta-feira em Portugal. Em declarações aos jornalistas, remeteu explicações para mais tarde. João Loureiro regressou a Portugal esta sexta-feira. O ex-presidente do Boavista afirmou ter sido “ingénuo” ou …

Pavlopetri é uma impressionante cidade subaquática na Grécia (e é das mais antigas do mundo)

A cidade foi descoberta nos anos 60 e acredita-se que tenha mais de 5 mil anos de história. Com o seu planeamento urbano praticamente intacto, o local ainda exibe ruas, pátios, edifícios e até mesmo …

Dos partidos aos patrões, há expectativas quanto ao plano de desconfinamento

O primeiro esboço do plano de desconfinamento será apresentado na reunião do Infarmed, marcada para a próxima segunda-feira. A apresentação do roteiro para a reabertura do país acontece no dia 11 de março. Esta semana, o …

"Estamos em pé de guerra." OMS defende dispensa de patente para países poderem fazer cópias baratas de vacinas

Os laboratórios devem dispensar as patentes se tal for necessário para garantir que todas as pessoas são imunizadas contra o novo coronavírus, defendeu o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS). Num artigo publicado esta sexta-feira …

Apalpar fruta passou à história. Cientistas criam novo método para saber quando está madura

Uma equipa de investigadores desenvolveu um método para saber se uma fruta está madura sem a apalpar. Para já, os testes foram realizados em mangas, mas os cientistas esperam alargá-lo a outras frutas. Apalpar fruta para …

Governo espera reabrir turismo em maio

A secretária de Estado do Turismo revelou à BBC que Portugal espera poder abrir as fronteiras e o turismo no início de maio. Portugal espera poder abrir as fronteiras e o turismo no início de maio …