Cabrita responde ao Reino Unido. “Manifestamente, não é em Portugal que está o risco”

Tiago Petinga / Lusa

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita

Eduardo Cabrita adiantou que “Portugal tem melhores indicadores de saúde pública e melhores indicadores de resposta à pandemia do que o Reino Unido”.

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, disse esta sexta-feira que “não há nenhuma razão” para a aplicação de quarentena no regresso ao Reino Unido, mas não quis antecipar o anúncio do Governo britânico sobre o corredor aéreo com Portugal.

“Estamos, designadamente com o Reino Unido, a evidenciar aquilo que é óbvio: Portugal tem melhores indicadores de saúde pública e melhores indicadores de resposta à pandemia do que o Reino Unido. Por isso, não há nenhuma razão, de acordo com os critérios comparativos, para a existência de qualquer aplicação de regras de quarentena no regresso ao Reino Unido”, disse o governante.

Em causa está a lista de países para os quais o Reino Unido vai criar corredores de viagem que evitam o cumprimento da quarentena imposta devido à pandemia de covid-19, cujo anúncio será efetuado na próxima segunda-feira. Portugal é um dos países que tem manifestado interesse em negociar um “corredor aéreo” com o Reino Unido para poder receber turistas britânicos, que representaram quase 20% do total em 2019.

De acordo com alguns jornais britânicos, Portugal é considerado de “alto risco” e existe um “debate intenso” sobre a sua inclusão na lista de países com corredores aéreos com o Reino Unido.

Sem antecipar a resposta do Governo britânico, Cabrita reforçou que “basta comparar os dados sanitários” para verificar que, “manifestamente, não é em Portugal que está o risco”.

No seu discurso, à margem da apresentação do programa “Algarve Seguro”, em Faro, o governante já tinha acusado “alguma imprensa de outros países” de, com “uma competitividade não inteiramente limpa”, apontar dados pontuais que “não põem em causa a resposta” do Algarve à covid-19, relembrando que na região não existem pacientes internados nos cuidados intensivos.

Sobre outros Estados que colocaram restrições às entradas de passageiros de voos com origem em Portugal, o ministro da Administração Interna sublinhou que o país tem transmitido “viva discordância” em relação a essas decisões. “Sem qualquer fundamento, mantêm práticas discriminatórias que violam aquilo que foi definido nas reuniões” entre os 27 Estados-membros da União Europeia.

Questionado também sobre a capa do jornal espanhol El País, que noticiou o “confinamento de três milhões de portugueses”, Eduardo Cabrita salientou que se trata de uma informação falsa.

“Manifestamente, não há três milhões de cidadãos confinados. Estamos a falar de um conjunto de 19 freguesias relativamente às quais existe o dever cívico de recolhimento, o que significa – como sabemos, já passámos todos por essa fase num quadro nacional – um dever de circunscrever as deslocações ao local de trabalho e à aquisição de bens alimentares essenciais”, sustentou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Não no país todo.
    Mas com o como nao se contém o que esta a acontecer na capital… infelizmente poderá facilmente disseminar-se.
    Agora, os ingleses sabem tomar decisões acertadas e prudentes.
    Já por cá…. é mais optimismo… e bola.

    • Não sei o que aconteceu por aí, mas em Portugal foram tomadas de decisões muito mais acertadas e prudentes do que na Inglaterra!!
      Optimismo e bola tambem foi mais por lá – e o resultado é o que se vê – até o PM britânico, que inicialmente desvalorizou o problema, acabou por ir parar os cuidados intensivos!…

    • Ó realidade, tu confias nos mentirosos ingleses que só tem podridão, são racistas, tem um PM maluco………………sinceramente!

  2. Não haja dúvida nenhuma que a pandemia vai ser usada, da forma que der mais jeito, pelos países mais poderosos, com fins políticos é óbvio!

  3. Por aqui há muitos a defender a ideia, e a servir de caixa de ressonância do nosso primeiro-ministro, que fomos um espetáculo no combate à COVID19 . A triste realidade é que não fomos. Numa Europa-27 estamos em todos os indicadores em 7º ou 9º a contar do fim. Essa é a triste realidade.

    • Ai sim carneirinho? E o Reino Unido??
      A ilha sem fronteiras terrestres está em que lugar?
      Pois… caso não tenhas reparado, é o Reino Unido que aparece na notícia!…

  4. Tanta informacao mal tratada, tantos estudos para nada …. senao vejam onde estao os Planos de controlo e protecao ativados… para grandes males grandes remedios …. ignorar a realidade e os factos ou é ignorancia ou é crime ….

    Ai se sociedade nao fosse manssa ….
    quem esta mal que saia que va para fora que emigre….
    Pobre pais…
    Pobre povo que esta adormecido e convencido que vive bem com restos que governo dá…

    Este virus é só o exemplo de como sociedades nao funciona bem nas areas urbanas… k tudo nao passa de utopias e ganancia de alguns…. porque em situacao de doencas só piora…

    É bom viver nas estrelas mas a realidade nua e crua tem de ser lembrada sempre e falada a novas geracoes…

    O que nos da nas escolas é só um pequena informacao do que vamos enfrentar na vida… para aqueles que nao tiveram oportunidades… a vida é dura e tem ser valorizada…

    Estar na area de conforto e dizer que vida é dura é um crime é criar elusao as pessoas… é dizer que vida é facil….

    Este virus é grande desafio para todos… aprendemos com ele… em silencio contamina e em silencio mata pessoas…

    OU povo muda e entende ou vamos sendo dizimados lentamente a medida que nossos corpos ficam mais debilitado e virus aproveita se disso e destroi por dentro….

    é facil falar em amor e compaixao e justica …. pratica la é difrente e nao é nada facil numa sociedade materialista… eu quero para mim e para meus…por aqui termino desejando que todos sejam mais justos consigo proprios….

RESPONDER

Cientistas medem temperatura a 4 mil borboletas (e revelam a influência do clima no seu habitat)

Um grupo de cientistas do Reino Unido recolheu 4 mil borboletas selvagens para medir a sua temperaturas, alertando que algumas das espécies mais reconhecidas do país estão em ameaça de colapso, e em risco de …

Teia da morte. Cientistas desenvolvem nova forma de matar células cancerígenas

Um novo estudo sugere que, através de uma interrupção direcionada e localizada da estrutura das células cancerígenas, o seu mecanismo de autodestruição pode ser ativado. As células cancerígenas multiplicam-se de forma incontrolável, levando a um crescimento …

Boavista 2-0 Porto | “Manita” em 45 minutos demolidores

Goleada do “dragão” no Bessa. No dérbi portuense entre Boavista e FC Porto, os campeões nacionais sentiram dificuldades na primeira parte, não conseguiram sequer enquadrar qualquer um dos seus remates, mas na segunda parte tudo …

Magawa, o rato que deteta minas, ganhou uma medalha de ouro

Magawa, um rato gigante africano, foi treinado para descobrir minas terrestres e tem estado ao serviço no Camboja. O animal foi agora proclamado herói e premiado por salvar vidas naquele país. A instituição de caridade britânica …

Cientistas descobrem nova espécie de crustáceo no lugar mais quente da Terra

Uma equipa de cientistas descobriu uma nova espécie de crustáceo de água doce durante uma expedição ao deserto de Lute, no Irão, também conhecido como o lugar mais quente do planeta. Hossein Rajaei, do Museu Estadual …

Furacão Sally fragmentou parte de uma ilha da Florida em três

A passagem do furacão Sally fragmentou parte de uma ilha na costa da Florida, no Estados Unidos, criando assim três pequenas porções de terra. Na prática, tal como explica o portal USA Today, o furação abriu …

Benfica 2-0 Moreirense | “Águia” vence e convence cónegos

Após ter perdido e empatado nas duas últimas recepções ao Moreirense, o Benfica voltou a vencer o emblema de Moreira de Cónegos na Luz. Este sábado, em duelo relativo à segunda jornada do campeonato, as “águias” …

"Surpreendente e fascinante". Descoberta pela primeira vez uma aurora sobre um cometa

A nave Rosetta da Agência Espacial Europeia (ESA) detetou uma aurora boreal sobre o cometa 67P / Churyumov-Gerasimenko (67P / C-G). Em comunicado, os cientistas envolvidos na deteção frisam que esta é a primeira vez quem …

Austrália não quer que turistas caminhem na famosa rocha sagrada Uluru (nem no Google Maps)

A Austrália pediu ao Google que remova do seu serviço Maps fotografias tiradas do topo de Uluru, o monólito aborígine sagrado que os visitantes estão proibidos de escalar desde o ano passado. De acordo com a …

NASA vai procurar aquíferos nos desertos com tecnologia já usada em Marte

Uma parceria entre a NASA e a Fundação Qatar tem como objetivo procurar as cada vez mais escassas águas que estão enterradas nos desertos do Saara e da Península Arábica. Este processo deverá ser desenvolvido …