Cabras sapadoras que ajudam no combate aos incêndios em Portugal chegam ao “New York Times”

O jornal norte-americano The New York Times visitou a aldeia de Vermelhos, no interior do Algarve, para mostrar como as cabras foram promovidas a um “bombeiro low-cost”

“Portugal tem tido dificuldades em encontrar soluções para os incêndios que devastaram o país nos últimos anos. Testou ferramentas de alta tecnologia como drones, usaram satélites e aeronaves para combater os fogos. Lidou com mudanças políticas a longo prazo para melhor a gestão florestal para conseguir prevenir incêndios. E depois há as cabras”.

É num misto de espanto com insólito que o jornal norte-americano The New York Times noticia a utilização de “cabras sapadoras”, um programa desenvolvido pelo Governo para cinco anos que prevê que anualmente seja aumentada “a área de gestão de combustíveis. A expectativa é que, por via da pastorícia, estejam a ser geridos 20 mil hectares por rebanhos de cabras sapadoras – ou “os bombeiros low cost”, como escreve o jornal norte-americano.

A publicação visitou Vermelho, uma aldeia no interior do Algarve, onde conheceu Leonel Martins Pereira, de 49 e último habitante daquele lugar. Há mais entre 40 a 50 agricultores como ele, que disponibilizam as suas cabras em quase três mil hectares de áreas consideradas mais vulneráveis aos fogos.

As cabras comem a vegetação rasteira que ajuda na combustão e propagação do incêndio. No entanto, o jornal lembra que isto não se pode aplicar a mais território devido à falta de trabalhadores no sector.

De facto, e como sublinha o jornal, nos últimos anos, o êxodo rural levou a que haja cada vez menos pastores e, portanto, menos animais a pastar, o que levou a que a floresta cresça de forma algo descontrolada, permitindo que os fogos se propaguem de forma mais rápida e brutal. O terreno acidentado impede aos tratores e outras máquinas de operarem naquelas áreas.

De acordo com o Expresso, já há 10.800 cabras sapadoras por todo o país. O grande problema é encontrar pastores para cuidarem dos animais, referiu um dos responsáveis pelo projeto ao jornal norte-americano, garantindo que há poucos candidatos a ir morar para uma zona remota do país.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Eu já tive um rebanho legalizado tipo b4 na acro torres Vedras nunca me foi disponibilizada qualquer tipo de ajuda .
    Sim tive de desistir por envenenamento morreram muitos animais o proprietario nao sinalizou entretanto tirei curso aplicador fitofarmaceuticos e nao está na legislação a obrigacao de marcar onde foi aplicado o herbicida ?
    Gostava de voltar aos animais mas nao tenho condicoes financeiros vou trabalhando em França
    Para conselho alenquer há ajudas comunitarias no ramo ?

RESPONDER

Um terço das empresas ainda não revelou o seu dono

As cerca de 600 mil empresas e outras entidades sujeitas a registo comercial que operam em Portugal eram obrigadas pelo Instituto dos Registos e do Notariado a fazer o Registo Central do Beneficiário Efectivo (RCBE) …

Benfica e Porto estarão interessados na contratação de Pepê

FC Porto e SL Benfica, juntamente com outros emblemas, estarão interessados na contratação do jovem brasileiro do Grêmio, Pepê. O clube pede entre 15 e 20 milhões de euros. Aos 22 anos de idade, Pepê tem …

Diamante de 183 quilates está à venda em leilão angolano

A Sodiam, empresa pública de comercialização de diamantes angolana, lançou na quarta-feira o segundo leilão para venda de diamantes brutos, que inclui uma pedra de 183 quilates, e no qual estão já registadas mais de …

Bruxelas aprova compra de Seguradoras Unidas e AdvanceCare pela Generali

A Comissão Europeia aprovou, esta quinta-feira, a compra das portuguesas Seguradoras Unidas e AdvanceCare ao grupo norte-americano Apollo pelo grupo italiano Generali, um negócio no valor estimado de 600 milhões de euros. O Executivo comunitário adiantou, …

"Rebeldes" que saíram do Partido Conservador concorrem como independentes ou pela oposição

Vários deputados dissidentes ou expulsos do Partido Conservador estão a candidatar-se como independentes ou por partidos da oposição nas legislativas de 12 de dezembro por se oporem ao Brexit negociado pelo primeiro-ministro. O antigo procurador-geral Dominic …

CGD já está a cobrar comissões nos depósitos de instituições financeiras

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) já começou a cobrar comissões nos depósitos das instituições financeiras, de modo a tentar contornar a política monetária do Banco central Europeu. A intenção de cobrar comissões nos depósitos de …

Câmara de Oliveira de Azeméis pagou contas de concelhia do PSD, acusa Ministério Público

O Ministério Público (MP) deduziu esta quarta-feira acusação contra 68 arguidos no âmbito da operação “Ajuste Secreto”. Entre os acusados está o antigo autarca da Câmara de Oliveira de Azeméis Hermínio Loureiro, que é a …

PAN defende atribuição de cartão de cidadão a sem-abrigo

A iniciativa recomenda ao executivo socialista, liderado por António Costa, que seja atribuído "um cartão de identificação a todos aqueles que não têm uma casa ou um teto". O PAN apresentou na Assembleia da República um …

Governo quer criar regras especiais para alunos do profissional acederem ao Ensino Superior

O Governo quer criar um modelo de acesso específico para alunos do ensino profissional que queiram prosseguir estudos superiores, uma proposta que chegou a estar desenhada na anterior legislatura, mas que ainda não avançou. Segundo noticiou …

Menos de metade dos médicos do SNS trabalha em regime de exclusividade

Menos de metade (42,9%) dos médicos do Serviço Nacional de Saúde (SNS) trabalha em regime de exclusividade, avança o Jornal de Notícias, citando números da Administração Central dos Serviços de Saúde.  Segundo dados apresentados esta quinta-feira …