As cabras reconhecem expressões faciais humanas (e preferem as felizes)

Na verdade, as cabras são muito perspicazes a ler pessoas do que pensávamos. Um novo estudo revelou que estes animais domésticos são capazes de distinguir expressões faciais humanas e preferem uma cara alegre em detrimento de uma expressão de descontentamento. 

De acordo com um novo estudo da Universidade Queen Mary de Londres, publicado nesta terça-feira na Royal Society Open Sciencei, as cabras são mais atraídas para humanos com expressões felizes. A investigação sugere ainda que há uma variedade muito maior de animais capazes de ler a disposição dos humanos do que se pensava.

“Esta é a primeira evidência a mostrar que as cabras são capazes de discriminar visualmente as expressões faciais de uma espécie muito diferente, os humanos, que expressam as suas emoções de formas distintas”, disse Natalia Albuquerque, autora do estudo e etnologista da Universidade de São Paulo, no Brasil.

“E isso significa que as cabras são muito mais complexas do que pensávamos”, explicou.

Outros animais domésticos, como os cães ou os cavalos, e até alguns primatas, já tinham revelado a capacidade de reconhecer expressões faciais. O estudo pode agora ajudar a melhor compreender a “vida emocional de todos os animais domésticos”, de acordo com o comunicado da Universidade Queen Mary de Londres.

Para a investigação, os cientistas analisaram a interação de 20 cabras com expressões humanas positivas (felizes) ou negativas (tristes ou zangadas) e descobriram que os animais preferiam relacionar-se com as expressões positivas.

Alan McElligott, autor do estudo e investigador na Universidade Queen Mary, explicou que este estudo pode ter implicações importantes na forma como interagimos com o gado e com outras espécies. O investigador sublinha na mesma nota que a capacidade de percecionar expressões e emoções humanas pode ser mais extensa, não estando apenas limitada a animais domésticos ou de estimação.

Durante a experiência, as cabras observaram imagens impressas em cores cinzentas de uma mesma pessoa, que nunca tinham visto antes, com expressões felizes e zangadas. Observou-se que as imagens com caras felizes suscitavam maior interação por parte das cabras, que tendiam a aproximar-se da imagem, explorando-as com o focinho.

A equipa de investigação tenciona continuar a estudar a perceção das cabras, de forma a descobrir como é que estes animais domésticos processam as emoções. “As cabras discriminam uma pessoa irritada de uma pessoa feliz e preferem interagir com pessoas felizes”, concluiu Albuquerque em declarações ao Gizmodo.

Por isso, remata, “quando estamos perto de cabras, devemos mostrar-lhes a nossa boa disposição e carinho” – afinal de contas, estes animais percebem!

ZAP // Efe

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Ativista brasileiro vê semelhanças na chegada ao Parlamento de Ventura e Bolsonaro

O ativista brasileiro Anderson França encontra semelhanças na chegada ao Parlamento de André Ventura, em Portugal, e de Bolsonaro à Câmara dos Deputados, no Brasil, e recomenda que esta nova presença seja estudada e levada …

"Repetitivo e confuso". Acordo para o Brexit não será votado hoje

John Bercow, presidente da Câmara dos Comuns, recusou que o Parlamento britânico votasse esta segunda-feira o acordo para a saída do Reino Unido da União Europeia. Bercow considerou que não estavam reunidas as condições para que …

Pérola com 8 mil anos vai estar em exposição pela primeira vez

O Louvre Abu Dhabi, nos Emirados Árabos Unidos, vai ter uma pérola com 8 mil anos em exposição. Considerada como a mais antigo do mundo, será a primeira vez que vai ser exibida ao público. A …

Anúncios para crianças vão banir alimentos com mais açúcar, sal e gorduras

A publicidade a alimentos com elevado teor de açucar, sal e gordura como os chocolates, barras energéticas e refrigerantes, está proibida a partir de hoje num raio de 100 metros das escolas e em programas …

Eleições em Moçambique. Dirigente local da oposição e marido abatidos a tiro

Uma dirigente local da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), maior partido da oposição, e o seu marido foram abatidos a tiro por desconhecidos no interior de Moçambique, sendo o mais recente caso conhecido de homicídio de …

Johnson retira lote de pó de talco para bebé (mas insiste que é seguro)

A Johnson & Johnson decidiu mandar retirar um lote de pó de talco para bebé, vendido online nos Estados Unidos, depois de ter contestado várias vezes a existência de vestígios de amianto nos seus produtos. A …

Augusto Inácio abandona comando técnico do Desportivo das Aves

O treinador Augusto Inácio deixou hoje o comando técnico do Desportivo das Aves, informou em comunicado o 18.º e último classificado da I Liga de futebol. "Augusto Inácio já não é treinador do Clube Desportivo das …

"A Google sabe sempre onde são os primeiros surtos de gripe"

Hoje em dia, "há uma tendência para disponibilizar tudo na Internet", o que pode ser perigoso e ter consequências para toda a vida. O alerta é da presidente da Comissão Nacional de Protecção de Dados …

Queda de avião ligeiro causa três mortos no Brasil

Um avião ligeiro caiu hoje na cidade brasileira de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, deixando três mortos e três pessoas feridas, segundo informações do corpo de bombeiros divulgadas pela imprensa local. O acidente aconteceu em …

Austrália pressionada a restituir 5000 milhões de dólares a Timor-Leste

A Austrália deve devolver cinco mil milhões de dólares (4470 mil milhões de euros) a Timor-Leste, defenderam entidades que foram depor num inquérito no Parlamento australiano, responsável por examinar a conduta do país durante as …