Buracos negros podem reanimar estrelas mortas

A. Hobart/NASA/CXC

Imagem ilustrativa de uma anã branca a interagir com um buraco negro

Um encontro inesperado com um buraco negro pode reanimar, ainda que momentaneamente, uma estrela morta. De acordo com um novo estudo, por breves e cintilantes instantes, uma estrela pode renascer.

Uma equipa de astrónomos conduziu simulações computorizadas para determinar o que acontece a um corpo celeste morto – conhecido como anã branca – quando este passa perto de um buraco negro de massa intermédia – cerca de mil a 10 mil vezes a massa do sol da Terra.

Os investigadores concluíram que a poderosa gravidade do buraco negro pode esticar e distorcer tão drasticamente as entranhas da anã branca que os processos de fusão nuclear podem reacender-se, mesmo que por breves instantes, convertendo hélio, carbono e oxigénio em elementos mais pesados, como o ferro.

Este violento cataclismo – apelidado de TDE (tidal disruption event, em português evento de perturbação por forças de maré) – também pode gerar ondas gravitacionais, as ondulações no espaço-tempo previstas por Albert Einstein há cerca de um século e detetadas diretamente pela primeira vez em 2015 pelo LIGO (Laser Interferometer Gravitational-Wave Observatory).

Provavelmente, o LIGO não será capaz de detetar estas ondas gravitacionais em particular, de acordo com os investigadores do estudo. Contudo, instrumentos do futuro – como a Antena Espacial do Interferómetro Laser da Agência Espacial Europeia, que pode ser lançada em 2034 – podem já ser capazes de fazer a identificação.

Enormes quantidades de material estelar – que é como quem diz estrelas anãs “desmembradas2 – podem ser sugadas por buracos negros “assassinos”, provocando fortes rajadas de radiação que os telescópios atuais são capazes de detetar.

O novo estudo, disponibilizado para pré-visualização há duas semanas no Arxiv.org, sugere uma nova forma de lidar com os buracos negro de tamanho médio, que se têm mostrado surpreendentemente difíceis de estudar.

Os astrónomos já encontraram imensos buracos negros pequenos (de massa estelar) e buracos negros supermassivos, que contêm milhões de massas solares e são conhecidos por se esconderem no coração da maioria das galáxias – se não de todas.  No entanto, os seus “primos”, os buracos negros de massa intermédia, continuam indescritíveis.

“É importante saber quantos buracos negros intermédios existem, pois este número ajudará a responder à questão de onde vêm os buracos negros supermassivos”, sustentou Chris Fragile, co-autor do estudo e professor de Física e Astronomia no College of Charleston, na Carolina do Sul, nos Estados Unidos.

“Encontrar buracos negros intermédios em vez de eventos de perturbação por forças de maré seria um enorme avanço”, sustentou.

No estudo, os investigadores notaram ainda que os buracos negro supermassivos não são bons disruptores e, provavelmente, devorariam a anã branca antes mesmo de conseguir perturbá-la consideravelmente.

Este trabalho vai além do interesse académico, uma vez que descreve um cenário no qual o nosso próprio Sol pode acabar num futuro distante.

Cada estrela que começa a sua vida com cerca de 8 massas solares ou menos vai acabar como uma anã branca superdensa. Este mesmo aguarda o nosso sol daqui a 5 mil milhões de anos ou mais. Depois do Sol esgotar o seu combustível de hidrogénio, o astro vai aumentar de tamanho e forma, tornando-se num gigante vermelho que acabará por colapsar com uma anã branca.

ZAP ZAP // LiveScience

PARTILHAR

RESPONDER

Fé nos números. Foi o voto não religioso que Donald Trump perdeu em 2020 

Em novembro de 2020, Joe Biden foi eleito Presidente dos Estados Unidos da América. Uma análise revelou recentemente que a derrota de Donald Trump dependeu daqueles que não se identificam com nenhuma religião. Ryan Burge, professor …

Chega apresenta oito candidatos para o distrito do Porto. Ventura acredita que vai ter "grande resultado"

O líder do Chega anunciou este sábado oito candidatos às próximas eleições autárquicas no distrito do Porto, onde André Ventura acredita que o partido vai ter "um grande resultado". "Fizemos esta deslocação ao Porto para anunciar …

"A política ama traição, mas despreza o traidor". Sócrates acusa PS de "ataque injusto" (e diz-se alvo de "vingança" da direita)

"A política ama a traição, mas despreza o traidor". No livro "Só Agora Começou", que será publicado nos próximos dias, José Sócrates acusa a atual direção do PS de traição. De acordo com o Diário de …

"Novas dificuldades e entropias". Autarcas independentes exigem extinção imediata da CNE

Os presidentes de Câmara e representantes de movimentos independentes decidiram este sábado dar um novo prazo aos partidos para que estes possam alterar a lei eleitoral autárquica. Porém, exigem a extinção imediata da Comissão Nacional …

Estudo mostra que as ovelhas preferem acasalar com machos subordinados

Um novo estudo descobriu que, ao contrário do que se podia pensar, as ovelhas preferem acasalar com machos que estão mais abaixo na hierarquia. Atualmente, a vida sexual da maioria das ovelhas é controlada pela indústria …

“Vamos iniciar uma nova etapa". Madeira vai testar toda a população (gratuitamente)

O Governo da Madeira vai desencadear uma campanha de testagem massiva da população da região, ainda sem data, que será gratuita, para aferir da evolução da pandemia da covid-19 no arquipélago, anunciou este sábado o …

O armazenamento de energia "sem massa" está a chegar

Uma equipa de cientistas da Chalmers University of Technology, na Suécia, produziu uma bateria estrutural com um desempenho dez vezes melhor do que todas as versões anteriores. A descoberta abre caminho ao armazenamento de energia …

Ataque terrorista a cidade na Nigéria atinge organizações humanitárias e instalações da ONU

Jihadistas alegadamente ligados ao Estado Islâmico atacaram este sábado as instalações de várias organizações humanitárias e das Nações Unidas na cidade nigeriana de Damasak, e ainda estão no local, afirmaram fontes das organizações não-governamentais (ONG). O …

Os humanos foram "superpredadores" durante dois milhões de anos

Uma nova investigação revelou que os humanos foram um predador de ponta durante cerca de dois milhões de anos. Só a extinção da megafauna e o declínio das fontes de alimentos de origem animal no …

Paços de Ferreira 0-5 Benfica | Seferovic “parte tudo” na Capital do Móvel

Na noite deste sábado, o Benfica somou o sétimo triunfo consecutivo no campeonato, ao golear o Paços de Ferreira por 5-0, num embate relativo à 26.ª jornada do campeonato. A equipa de Jorge Jesus, que acabou …