Bruno Fernandes confirmado no Sporting e com contrato até 2023

António Cotrim / Lusa

O internacional português vai permanecer no Sporting, com um novo contrato válido para as próximas cinco temporadas, depois de ter avançado com a rescisão do seu contrato com o clube de Alvalade por justa causa.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a SAD do Sporting dá conta do novo contrato com o médio de 23 anos, que tinha chegado ao Sporting no início da época passada, proveniente dos italianos da Sampdoria, por 8,5 milhões de euros, com a duração de cinco temporadas e uma cláusula de rescisão de 100 milhões de euros. Antes, tinha vestido as camisolas de Novara e Udinese.

Bruno Fernandes, que integrou a seleção portuguesa no Mundial 2018, tinha, em 11 de junho último, solicitado “a resolução do seu contrato de trabalho desportivo [que terminava em 2022], com invocação de justa causa”, que tinha a duração de cinco temporadas.

O futebolista afirmou que optou por regressar ao Sporting por terem sido garantidas melhorias na segurança da Academia, em Alcochete, e que, apesar de ter assinado novo contrato, manteve as condições salariais inalteradas.

“O ordenado foi melhorado pelo meu empresário, mas rejeitado por mim. Voltei com as mesmas condições. Se fosse pelo facto financeiro, não estaria aqui. Se sair um dia, quero sair pela porta grande. Tive propostas muita mais vantajosas a nível financeiro. Não foi por falta de clubes interessados que fiquei no Sporting”, afirmou Bruno Fernandes.

O médio de 23 anos falava aos jornalistas no Estádio José Alvalade, em Lisboa, com o presidente da SAD leonina, Sousa Cintra, a seu lado, na conferência de imprensa que marcou o regresso do internacional português ao clube.

“Foi-me garantido que o clube está a trabalhar para melhorar a segurança. Que está a trabalhar para dar segurança a mim, à minha família, a todos. Voltei porque o projeto desportivo continua o mesmo, porque me sinto feliz aqui, sinto-me em casa, e porque o Sporting quer escrever uma nova página”, disse.

Bruno Fernandes admitiu que os incidentes na Academia “deixaram marcas” e que vai ser “difícil” o regresso aos treinos, algo que o tempo irá ajudar a melhorar.

Vou ter de reviver aquilo que aconteceu, mas são estas situações que nos fazem crescer. Tenho de ser forte psicologicamente. Não interessa de quem foi a culpa. Isso acabou. O Sporting está a virar a página e eu acredito que essa página poderá ser muito boa e importante para o clube”, referiu.

O jogador formado no Boavista desvalorizou ainda as eleições para os órgãos sociais do clube, agendadas para 8 de setembro, e o possível regresso de Bruno de Carvalho à presidência do emblema lisboeta.

Não estou preocupado com isso. Estou preocupado com o Sporting, com a pré-época, independente de quem vier para ser presidente”, frisou.

Bruno Fernandes acrescentou que já falou com José Peseiro e mostrou-se disponível para encurtar as férias, caso seja o desejo do técnico ‘leonino’. Por seu lado, Sousa Cintra apontou o regresso de Bruno Fernandes como uma “prioridade” e destacou as qualidades “futebolísticas e humanas” do internacional português.

Foi o melhor jogador da última época da I Liga. É um jogador essencial para o Sporting. Teve um comportamento exemplar neste processo, pela forma como quis regressar e ajudar o Sporting a ser campeão. Não quis que o ordenado fosse aumentado. É um grande homem, um grande líder”, disse o presidente do Sporting.

Além de Bruno Fernandes, rescindiram contrato, na sequência dos incidentes de 15 de maio, na Academia do clube, em Alcochete, Rui Patrício, William Carvalho, Gelson Martins, Podence, Battaglia, Bas Dost, Ruben Ribeiro e Rafael Leão.

Estas rescisões surgiram na sequência, entre outros casos, das agressões sofridas por vários elementos do plantel e da equipa técnica em 15 de maio, na Academia do Sporting, em Alcochete, por cerca de 40 pessoas encapuzadas.

Dos atacantes foram detidos 36, dos quais nove esta segunda-feira e 27 que já estavam em prisão preventiva.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Relatório secreto aponta o dedo à CMVM, auditoras e Angola na queda do BES

O Banco de Portugal não será o único culpado pela queda do BES. O Relatório Costa Pinto aponta o dedo à CMVM, à KPMG e PwC, e ao Banco Nacional de Angola. O Relatório Costa Pinto …

Ventura vai "atrás" de Costa (e espera um milhão de votos nas legislativas)

O Chega organizou, este domingo, uma manifestação contra a ilegalização do partido. André Ventura sublinhou que o partido não tem medo e que "só o povo" pode fazê-lo. O presidente do Chega afirmou, este domingo, que …

Juiz-Anti-Confinamento

"Pelos castelos de Portugal" em protestos ilegais, juiz anti-confinamento não pode ser detido

O juiz Rui Fonseca e Castro, que se tornou conhecido pela postura anti-confinamento tem reunido vários apoiantes em protestos sem máscaras e sem distanciamento social. Mas apesar da detenção de alguns desses apoiantes, o magistrado …

Navalny. Ministros europeus analisam situação de opositor russo

Os ministros dos Negócios Estrangeiros europeus vão analisar a situação de Alexei Navalny, opositor à Presidência russa cujo estado de saúde se agravou devido à greve de fome que iniciou na prisão, anunciou este domingo …

Espanha aprova lei para proteger as crianças contra a violência. Decisão é pioneira a nível mundial

Espanha está a pouco mais de um mês de dar um passo importante em prol da defesa dos direitos sociais dos cidadãos. O Congresso dos Deputados aprovou na passada quinta-feira o projeto de lei de …

Linhas do tempo da monarquia. Pela primeira vez, Portugal vai ter um Plano Ferroviário

Pela primeira vez, Portugal vai ter um Plano Ferroviário Nacional (PFN). Esta segunda-feira, é dado o pontapé de saída para o debate nacional sobre a ferrovia. Em declarações à TSF, o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno …

Sporting volta à carga por Yaremchuk, mas tem concorrência de Paulo Fonseca

Roman Yaremchuk volta a entrar na equação do Sporting. O avançado ucraniano leva 20 golos esta temporada e pode ser reforço para a próxima temporada. O Sporting CP não desiste de procurar opções para o ataque, …

Atraso de três meses do Governo terá facilitado venda de barragens da EDP

O Ministério do Ambiente demorou quase três meses a pedir uma avaliação do negócio das seis barragens da EDP à Engie, o que terá facilitado o processo de venda. Em 30 de julho de 2020, a …

Marques Mendes acredita que Sócrates tem ajudado a extrema-direita a crescer

Segundo Luís Marques Mendes, José Sócrates "tem dado um contributo enorme, enorme, enorme para o crescimento da extrema-direita em Portugal". No seu habitual espaço de comentário no Jornal da Noite da SIC, Luís Marques Mendes defendeu …

Rio impôs candidatos a Leiria e Castelo Branco (e causou desconforto no PSD)

Em Leiria e Castelo Branco as estruturas locais do PSD mostraram-se descontentes com as escolhas de Rui Rio para a corrida às autárquicas e imputam os resultados de outubro à direção nacional do partido. Ainda no …