Bruno demite-se se jogadores decidirem ficar. Benfica atrás de Gelson e Bruno Fernandes

Nuno Fox / Lusa

Bruno de Carvalho, presidente do Sporting

O presidente do Sporting anunciou, esta segunda-feira, que o Conselho Diretivo apresenta “imediatamente” a demissão se os seis futebolistas que rescindiram contrato, invocando justa causa, recuarem para permanecer no clube, mesmo que esta direção vença novas eleições.

Numa conferência de imprensa realizada no Estádio José Alvalade, depois de um dia em que William Carvalho, Gelson Martins, Bruno Fernandes e Bas Dost apresentaram também as suas cartas de desvinculação, Bruno de Carvalho começou por lamentar “mais um dia difícil” para os adeptos, mas abriu o cenário de uma possível demissão caso os seis jogadores voltem atrás na saída de Alvalade.

“Se para os atletas o problema é este Conselho Diretivo, os jogadores que escrevam uma carta a dizer que se esta direção se demitir voltam atrás nas rescisões e jogam no Sporting e que se nos voltarmos a candidatar e ganharmos, continuam a valer estas premissas. Na mesma hora demitimo-nos. E tem de ser os seis, não basta um jogador”.

Apesar de já terem passado os sete dias para Rui Patrício e Podence – os dois primeiros jogadores a avançar para a saída – poderem recuar formalmente nas suas rescisões, o presidente dos leões explicou que a porta não está fechada e que estes dois eventuais regressos dependem agora do crivo da SAD.

“Aqueles sete dias são sete dias em que a SAD não pode recusar o recuo. A partir do sétimo dia não significa que não possam voltar, significa que já é uma decisão da SAD. É lógico que, mais cedo ou mais tarde, vão voltar atrás. A partir de sete dias já depende da SAD”, vincou.

Considerando que o clube está a ser alvo de um “ataque concertado grande”, além de confirmar as quatro rescisões desta segunda-feira e que “poderão ser mais” até dia 15, Bruno de Carvalho reiterou que os processos e os argumentos apresentados pelos jogadores não são fundamento para rescindir por justa causa.

“No dia em que formos embora, estes processos caem porque têm de cair. Pois se forem até ao fim nenhum jogador ganha. Posso garantir aos sportinguistas que não vai dar em nada. Tenham os sportinguistas a calma e a serenidade para nos deixar continuar a gerir o Sporting, porque assim o Sporting vai continuar a ser um exemplo para o futebol mundial”.

Nuno Fox / Lusa

Bruno de Carvalho, presidente do Sporting

O presidente do Sporting comparou também as ações dos jogadores a “jogadas de xadrez” que visam um “xeque-mate ao povo sportinguista”, alegando a existência de uma “chantagem” sobre o clube que pode, no entender do dirigente, mudar a força do Sporting para o futuro e o paradigma do futebol mundial.

“O futebol mudava de paradigma, porque, se isto são rescisões com justa causa, é melhor o futebol mudar. A seguir, fosse quem fosse, como é que ia gerir o Sporting? Ia gerir sob medo? A coisa mais fácil que podíamos fazer era apresentarmos a demissão, mas o Sporting perdia o que foi conquistado nestes cinco anos: respeito e credibilidade”, atirou, ao lado de Carlos Vieira, administrador da SAD, e Fernando Correia, porta-voz do Conselho Diretivo.

A conferência terminou em clima de tensão, com um grupo de cerca de duas dezenas de adeptos a insultar o líder leonino e a pedir a sua saída, tendo inclusivamente obrigado à retenção dos jornalistas no auditório no final até que chegassem agentes da PSP ao exterior para garantir a saída em condições de segurança.

De acordo com o código do trabalho, a declaração de resolução do contrato por justa causa deve acontecer nos 30 dias subsequentes aos factos que a justificam, pelo que até quinta-feira, 14 de junho, outros jogadores do plantel profissional do Sporting poderão rescindir.

114,5 milhões de euros a voar com seis rescisões

Segundo o Diário de Notícias, até agora, são já cerca de 115 milhões de euros a “voar” com as seis rescisões dos jogadores do plantel leonino, segundo os valores de mercado, com base no site Tranfermarket.

Gelson Martins é o jogador mais valioso. De acordo com o jornal, o extremo foi avaliado em 30 milhões de euros, e a imprensa britânica já noticiou que o Arsenal terá avançado com uma oferta desse valor (mas o Sporting pediu mais). A cláusula de rescisão era de 60 milhões de euros e o contrato válido até 2022.

Segue-se William Carvalho, avaliado em 25 milhões de euros e com uma cláusula de rescisão de 45 milhões, que tem muito mercado, assim como Bruno Fernandes, avaliado em 20 milhões de euros e dono da maior cláusula de rescisão leonina: 100 milhões.

Por sua vez, Bas Dost está avaliado pelo mesmo site em 19 milhões de euros, sendo a cláusula de rescisão de 60 milhões de euros e Rui Patrício, o primeiro a avançar para a saída, tem um valor de mercado próximo dos 16 milhões de euros e uma cláusula de rescisão de 45 milhões, cita o DN.

Por fim, Daniel Podence está avaliado em 4,5 milhões de euros mas, apesar disso, tem uma cláusula de rescisão de 60 milhões.

Benfica vai atrás dos jogadores que rescindiram

De acordo com o mesmo diário, o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, admitiu, durante a assembleia-geral desta segunda-feira, contratar algum dos jogadores que já rescindiram com o rival de Alvalade.

Vou fazer uma pequena loucura que se calhar não devia. Mas vou. Há 25 anos brincaram connosco mas não brincam mais”, declarou o presidente dos encarnados. Recorde-se que, em 1993, o Sporting aproveitou os salários em atraso dos jogadores da Luz para contratar Pacheco, Paulo Sousa e João Pinto.

Segundo o Correio da Manhã, Gelson e Bruno Fernandes já têm pré-acordo com os encarnados. Na sexta-feira, o jornal já tinha avançado que Gelson Martins se reuniu com representantes do Benfica, na sexta-feira, antes da partida da seleção para a Rússia.

José Sena Goulão / Lusa

Gelson Martins

Marta Soares avança com duas providências cautelares

“Vou avançar com duas providências cautelares para garantir tudo o que é importante e fundamental em todas as áreas, não só a segurança, para que a Assembleia Geral do dia 23 de junho se realize”, disse Jaime Marta Soares à agência Lusa.

O presidente demissionário da Mesa da Assembleia Geral (MAG) explicou que é o único que tem legitimidade para marcar Assembleias Gerais. “Sou o presidente da MAG em exercício e cumpri sempre os estatutos”, frisou, reafirmando que as AGs anunciadas por Bruno de Carvalho, para 17 de junho e 21 de julho, “terão resultados nulos e sem nenhum efeito”.

Marta Soares explicou ainda que vai também avançar com a marcação da Assembleia Geral sobre o Plano de Atividades e Orçamento. “Vou marcar, nos próximos dias e dentro dos prazos, a Assembleia Geral para o Plano de Atividades e Orçamento. Segundo os estatutos, têm até ao dia 15 de junho para me entregar todos os documentos e até ao momento nada chegou às minhas mãos”.

O presidente demissionário da MAG recusou comentar a conferência de imprensa de hoje de Bruno de Carvalho e apenas apelou aos jogadores para que não rescindam os seus contratos. “Desejo ardentemente que os jogadores não rescindam”.

Miguel A. Lopes / Lusa

O presidente da mesa da Assembleia do Sporting, Jaime Marta Soares

Holdimo manifesta “profundo desagrado” com rescisões

“A Holdimo manifesta o seu profundo desagrado pelas rescisões apresentadas por mais três jogadores da equipa principal da Sporting SAD. É mais um momento triste para um calvário que tem assolado o dia a dia dos sportinguistas. Mas, o lamento não chega, é preciso reagir e agir”, refere em comunicado.

A Holdimo, detentora de 29,8% do capital do Sporting, salienta que o tempo “não resolve o problema”, apenas o agrava, referindo que reconhece a “gravidade do problema e a urgência de uma solução” e que está empenhada em “virar a página do pesadelo” que o clube atravessa.

“Apresentámos, há cerca de duas semanas, uma ação para destituição do Conselho executivo da SAD. Evocámos o caráter de urgência, porque sabemos que cada dia que passa é mais um dia a acrescentar problemas e menos um dia a construir solução”.

A Holdimo deu entrada nos tribunais com uma ação especial para destituir a administração liderada por Bruno de Carvalho, segundo foi anunciado por Álvaro Sobrinho, líder do grupo angolano. “Pela reserva a que nos obriga a ação que apresentámos, remetemos para momento posterior uma posição mais detalhada”, conclui o documento da Holdimo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Este gajo já deveria estar no manicómio. Os verdadeiros Sportinguistas que se imponham para que este louco não aniquile o Sporting Clube de Portugal.

RESPONDER

Bastonária dos Enfermeiros aumentou salários na Ordem à "socapa" (e com retroativos)

A Bastonária dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco, está a ser acusada por antigos responsáveis da Ordem e outros profissionais de saúde de aprovado “à socapa” um subsídio de função, que a beneficia financeiramente, bem como …

Bancos emprestaram 47 milhões por dia às famílias

Os bancos emprestaram, em média, 47 milhões por dia desde janeiro. Os créditos concedidos para compra de casa e bens de consumo continuam a subir. Só no mês de junho, foram emprestados mil milhões para crédito …

Glisofato encontrado em cereais de criança

O herbicida glisofato, que causou cancro a um jardineiro, foi encontrado em 43 dos 45 cereais à base de aveia e barras de snack numa amostra recolhida nos Estados Unidos. O glisofato é um herbicida muito …

Funcionários da Google em protesto contra motor de busca censurado para a China

Mais de mil funcionários do gigante da Internet Google assinaram uma petição em protesto contra o plano secreto da empresa para criar um motor de busca que vai cumprir com as exigências da censura chinesa. O …

Pasteleiro que recusou fazer bolo de casamento homossexual volta a tribunal

Jack Phillips avançou com uma ação em tribunal contra o estado, alegando discriminação religiosa. Em causa está o facto de a Comissão de Direitos Civis do Colorado ter deliberado contra o pasteleiro, depois de este …

Em 2017, só 387 funcionários públicos esperaram pelos 70 anos para se reformar

No ano passado, só 387 funcionários públicos esperaram pelos 70 anos para se aposentarem. Este valor representa 3.1% de todas as novas pensões concedidas em 2017 pela Caixa Geral de Aposentações. As categorias profissionais mais altas …

Costa preocupado com aumento de risco de incêndio no interior norte do país

O primeiro-ministro manifestou-se preocupado com as previsões meteorológicas que indiciam um aumento do risco de incêndio a partir de sexta-feira. António Costa relembrou ainda os comportamentos que devem ser evitado no fim-de-semana. “As previsões podem implicar …

Pode ter sido encontrada a solução para comer sem engordar

Uma equipa de investigadores pode ter descoberto como resolver o problema da obesidade, e como comer sem engordar. Eles conseguiram bloquear a absorção de gordura por parte do corpo, mas, para já, só em ratos. Esta …

Nova moeda na Venezuela obriga banca a paralisar serviços eletrónicos por 24 horas

A reconversão monetária vai obrigar a banca venezuelana a paralisar o serviço eletrónico durante 24 horas, a partir das 18h00 horas locais de domingo (22h30 horas em Lisboa), anunciou o ministro venezuelano do Interior, Justiça …

Governo italiano admite ser "inevitável" que número de mortos em Génova aumente

O Governo de Itália admitiu nesta quinta-feira que será "inevitável" que o número de mortos na sequência da queda de uma ponte na terça-feira em Génova aumente à medida que os trabalhos de resgate prosseguem …