Bruges limita turismo “para não se tornar uma Disneylândia”

Burges, na Bélgica, é a mais recente cidade europeia a impor limites ao turismo para que “não se torne a Disneylândia”.

Dirk De Fauw, presidente da câmara local, anunciou em declarações ao jornal Het Nieuwsblad que terminaram as campanhas de publicidade para atrair turistas até Bruges, na Bélgica, como forma de “controlar” o fluxo turístico na cidade para que não se torne “uma Disneylândia”.

No âmbito de um pacote de medidas aprovado pela autarquia para restringir o número de turistas, apenas dois navios cruzeiro vão poder, a partir de agora, aportar diariamente a Bruges. Atualmente é permitido que atraquem cinco cruzeiros por dia.

O número de entradas de turistas na cidade por dia será também limitado. O presidente da câmara afirma que “continua a haver espaço para todos”, mas pretende que o turismo  deixe de ser “o das excursões que ficam apenas por três horas e vão embora”, para ser um turismo mais alargado no tempo, que inclua pernoitas nos hotéis da cidade.

Este ano, a cidade registas já um aumento de 900 mil visitantes em relação ao ano passado, com 8,3 milhões de turistas. No centro da cidade, já há restrições à transformação de casas em alojamento local e o objetivo é “estender a medida aos subúrbios também”.

Segundo o Observador, o município também já pediu ao governo belga que limite a “criação de lojas turísticas monótonas”, restringindo a abertura de mais lojas de chocolates, por exemplo.

Para combater aquilo que considera ser a “Disneyficação” da cidade, também Amesterdão impôs limites ao turismo através do aumento das taxas pagas pelos turistas. Veneza, na Itália, foi uma das primeiras cidades a avançar com restrições ao turismo, assim como  Roma e Florença, com multas por mau comportamento ou com a proibição de piqueniques junto a museus.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ex-ministro francês François Bayrou acusado de cumplicidade na apropriação de fundos

O ex-ministro francês François Bayrou, dirigente centrista e próximo de Emmanuel Mácron, foi acusado na sexta-feira por "cumplicidade na apropriação indevida de fundos públicos" no caso dos assistentes parlamentares do seu partido. A acusação, "anunciada antecipadamente …

"Profundamente envergonhada", Merkel visitou Auschwitz pela primeira vez

A chanceler alemã, Angela Merkel, visitou esta sexta-feira pela primeira vez o campo de concentração e extermínio de Auschwitz-Birkenau num "sinal de reconciliação com os judeus e o estado de Israel", considera o historiador René …

Capital do Natal de Algés avança com queixa-crime contra promotores

A organização da Capital do Natal, evento que decorre em Algés, Oeiras, vai apresentar uma queixa-crime contra os promotores turísticos que "adulteraram a oferta do parque", o que defraudou "um conjunto alargado de pessoas". Em causa …

Menino de 5 anos convidou todos os colegas do infantário para assistir à sua adoção

Um menino de cinco anos de Michigan, nos Estados Unidos, convidou a sua turma do infantário para testemunhar à sua adoção legal. A criança, identificada como Michael, foi adotada formalmente pela sua nova família na passada …

TDT vai mudar de frequência (outra vez)

A frequência da Televisão Digital Terrestre (TDT) está a ser alterada de forma faseada, o que significa que os portugueses que usem este serviço gratuito de televisão têm de sintonizar novamente os seus recetores e/ou …

Ruas de Águeda entre as "mais bonitas do mundo" para a CNN

As ruas do centro de Águeda, no distrito de Aveiro, decoradas com guarda-chuvas estão entre as 21 mais bonitas de mundo para a emissora norte-americana CNN. A distinção é avançada pelo jornal Público, que dá …

Hospitais vão poder pagar mais a médicos para garantir urgências no Natal

Os hospitais vão poder contratar médicos prestadores de serviço, vulgo tarefeiros, por valores superiores aos de referência durante o Natal e o Ano Novo. De acordo com o presidente da Federação Nacional dos Médicos, Noel Carrilho, …

Jovem que abandonou bebé no lixo esteve 13 anos institucionalizada em Cabo Verde

A jovem que abandonou o filho recém-nascido no lixo, em Lisboa, esteve institucionalizada durante 13 anos em Cabo Verde. A sua mãe está agora a lutar pela guarda da criança. Numa entrevista ao programa Sexta às …

Último debate. Boris defendeu o Brexit e Corbyn falou da Saúde (pelo menos 15 vezes cada um)

No debate televisivo, transmitido pela BBC, o último antes das eleições da próxima quinta-feira, Boris Johnson defendeu que é o melhor preparado para concretizar o Brexit e terminar com o impasse no processo, prometendo ainda …

No São José, há um doente numa cama 9 meses depois de ter alta. Não tem para onde ir

O Centro Hospitalar Lisboa Central tem diariamente uma média de 70 camas ocupadas com doentes que já deviam ter saído do hospital e há atualmente um caso que espera há nove meses por uma solução. Em …