Milhares de britânicos foram infetados com hepatite C e SIDA em tratamento de saúde

Persian King / Flickr

Nos anos 70 e 80, cerca de 7.500 britânicos foram infetados com produtos sanguíneos contaminados emitidos pelo Serviço Nacional de Saúde. Quase cinco mil pacientes contraíram hepatite C e SIDA.

Os casos têm mais de 30 anos, mas têm agora ganho atenção mediática, já que alguns dos pacientes estão a ser ouvidos em tribunal, com a abertura da investigação sobre o escândalo médico. Dos 7.500 envolvidos, cerca de 4.800 tinham hemofilia — um distúrbio da coagulação do sangue — e contraíram hepatite C e SIDA.

Os produtos contaminados do Serviço Nacional de Saúde foram infetados por transfusões sanguíneas ou durante o parto, segundo informa o All That’s Interesting. Sabe-se que o sangue foi importado dos Estados Unidos e foi pago a grupos de alto risco, como presidiários, para doarem o sangue, sem que fosse feita uma triagem adequada.

Depois de importado, o sangue foi usado num tratamento com plasma sanguíneo humano, que ficou conhecido como Fator VIII. Como a procura era imensa, a solução encontrada na altura foi importar o sangue dos EUA, que foi inclusive usado para tratar pequenas lesões.

Muitos dos pacientes que participaram em tratamentos com este sangue contraíram doenças como a hepatite C e a SIDA. Entre os infetados estavam algumas crianças. De todos os infetados, apenas 250 deles estão hoje vivos.

“Quando somos jovens, somos invencíveis. Quando temos 23 anos, estamos em boa forma — mas depois quando nos dizem que temos 12 meses para viver — é muito difícil compreender”, explicou Derek Martindale, um dos pacientes infetados.

Martindale contraiu SIDA e hepatite C após ter sido infetado com sangue contaminado do Serviço Nacional de Saúde britânico. Na altura, o britânico tinha apenas 23 anos quando soube da sua situação. O britânico explica que foi aconselhado a não contar a ninguém, porque poderia tornar-se num “pária social”.

O irmão de Martindale, que também sofria de hemofilia e passou pelo mesmo tratamento, contraiu SIDA e morreu em 1990. Durante as suas declarações em tribunal não conseguiu esconder a emoção ao contar a sua história.

Ele sabia que estava a morrer, sabia que tinha SIDA e que não tinha muito tempo para viver e só queria falar sobre isso, falar sobre como estava com medo. Mas eu não pude”.

Antes das audiências, o Governo britânico anunciou um apoio financeiro extra para aqueles que foram infetados. Os novos fundos rondariam entre as 75 e as 98 milhões de libras.

“Eu sei que este será um momento difícil para as vítimas para as famílias, mas hoje começa uma jornada que será dedicada a saber a verdade sobre o que aconteceu e fazer justiça a todos os envolvidos”, disse a primeira-ministra Theresa May em comunicado.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Facebook lança o seu próprio MB Way

O Facebook lançou nos Estados Unidos uma nova funcionalidade para facilitar pagamentos através das quatro principais aplicações do grupo, que é semelhante ao funcionamento das transações com o MB Way. Em comunicado, Deborah Liu, responsável do …

O dilema dos chumbos, o "engano" de Ventura e o "falso liberal". O primeiro debate aqueceu

O primeiro debate quinzenal da legislatura arrancou esta quarta-feira e ficou marcado pelas retenções até ao 9.º ano - Chumba ou não chumba?, quis saber a direita, bem como pelo aumento do salário mínimo nacional …

Sondagem europeia defende tratado internacional que proíba "robôs assassinos"

Quase três em cada quatro pessoas querem que o seu governo colabore com outros países para proibir sistemas letais de armas autónomas. A organização não-governamental Human Rights Watch (HRW) divulgou esta quarta-feira os resultados de uma …

Pentágono está a criar bactérias que detetam explosivos no subsolo

O Pentágono, em conjunto com a empresa de defesa Raytheon, está a desenvolver um sistema capaz de produzir bactérias geneticamente modificadas no subsolo, com o objetivo de detetar explosivos no subsolo. Neste projeto, iniciado pela Agência …

Hospitais voltam a não poder aumentar número de trabalhadores sem visto da tutela em 2020

Os hospitais vão continuar em 2020 impedidos de aumentar o número de trabalhadores sem a autorização prévia do Ministério da Saúde, segundo um despacho a que a agência Lusa teve acesso. O despacho assinado pelo secretário …

Onda crescente de ataques com explosivos alarma Suécia

A Suécia tem visto um aumento sem precedentes de ataques com explosivos. Em outubro, Estocolmo foi alvo de três ataques em apenas uma noite.  Se pensarmos num país com guerras de gangues constantes, o último nome …

Ruben foi libertado depois de passar 11 anos na prisão por crimes que não cometeu

Ruben Martinez Jr. saiu em liberdade do Supremo Tribunal de Los Angeles após ter passado 11 anos na prisão por uma série de assaltos à mão armada que não cometeu. Um homem que passou 11 anos …

Um em cada três portugueses não vai ao dentista ou só vai em caso de emergência

Mais de 30% dos portugueses não vão ao dentista ou só o fazem em caso de urgência e quase 10% não tem qualquer dente, segundo o Barómetro da Saúde Oral de 2019. De acordo com os …

Pintura de Monet rende 25 milhões de euros em leilão

A Sotheby's vendeu por 27,6 milhões de dólares (25 milhões de euros) uma pintura de Claude Monet, "Charing Cross Bridge", na terça-feira à noite em Nova Iorque num leilão de arte impressionista e moderna. O trabalho …

Bruno de Carvalho quer reconstituição do ataque a Alcochete (e chama Pinto da Costa)

O antigo presidente do Sporting Bruno de Carvalho pediu ao tribunal a reconstituição da invasão à Academia do clube, em Alcochete, e arrolou 22 testemunhas, incluindo Pinto da Costa, Sousa Cintra, atletas das modalidades do …