Brasil convida DiCaprio a conhecer “como funcionam as coisas” na Amazónia

(dr) Paramount Pictures / Red Granite Pictures.

O vice-Presidente brasileiro, general Hamilton Mourão, convidou Leonardo DiCaprio a visitar a Amazónia, para “aprender como funcionam as coisas”, após o ator norte-americano ter criticado a posição do Governo face aos fogos naquela floresta.

“A Amazónia não é uma coisa única. Existem 22 tipos de floresta diferentes aqui dentro, não é uma floresta única e muito menos é uma planície”, afirmou Mourão, num encontro da Confederação Nacional da Indústria (CNI) sobre desenvolvimento sustentável na Amazónia.

“Gostaria de convidar o nosso mais recente crítico, o ator Leonardo DiCaprio, para ir comigo aqui a São Gabriel da Cachoeira e nós fazermos uma marcha de oito horas pela selva (…). Ele vai aprender, em cada socavão (buraco) que ele tiver de passar, que a Amazónia não é uma planície e aí entenderá melhor como funcionam as coisas nesta imensa região”, acrescentou o general, citado pela imprensa local.

Além da vice-presidência do Brasil, Mourão lidera o Conselho Nacional da Amazónia Legal, entidade que coordena diversas ações direcionadas à preservação daquela que é a maior floresta tropical do mundo.

Hamilton Mourão dirigiu-se a DiCaprio após o ator ter criticado, na semana passada, a postura do chefe de Estado brasileiro, Jair Bolsonaro, perante os incêndios que atingiram fortemente a Amazónia em 2019 e que já lavram este ano.

“O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, está sob pressão internacional para conter os incêndios, mas ele duvidou publicamente da gravidade dos mesmos no passado, alegando que opositores e comunidades indígenas foram os responsáveis”, escreveu o ator na rede social Instagram.

O ator citou ainda dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) do Brasil para mostrar o aumento de 28% dos incêndios naquela floresta em julho deste ano, em comparação o período homólogo do ano passado. “Os primeiros números de agosto também mostram um aumento de 7%”, alertou o ator que, além da carreira no cinema, se tem associado a causas ambientais.

Além de Mourão, também o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, atacou DiCaprio, afirmando que o ator “deveria cuidar das coisas do país dele”. “Eu acho que Leonardo DiCaprio deveria cuidar das coisas do país dele, da turma dele, inclusive do pessoal do meio artístico, que tem muitos recursos, mas investe muito pouco na proteção ao meio ambiente. Quem quer dar palpite tem de pôr a mão no bolso, palpite de graça a gente nem responde”, declarou o responsável pela tutela do Ambiente, em entrevista à rádio Jovem Pan.

Esta não é a primeira vez que DiCaprio se refere à situação da Amazónia brasileira, o que levou Bolsonaro a acusar a estrela de Hollywood de financiar queimadas na floresta, no ano passado.

De acordo com o Inpe, órgão tutelado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia do Brasil, nos últimos 12 meses os alertas de destruição cobriram um total de 9.205 quilómetros quadrados dentro da Amazónia.

O aumento dos alertas indicia que a desflorestação e os incêndios na Amazónia brasileira podem ser ainda mais graves nesta temporada do que foram no ano passado, quando a devastação daquela região alarmou o mundo.

A Amazónia é a maior floresta tropical do mundo e possui a maior biodiversidade registada numa área do planeta, com cerca de 5,5 milhões de quilómetros quadrados, e inclui territórios do Brasil, Peru, Colômbia, Venezuela, Equador, Bolívia, Guiana, Suriname e Guiana Francesa (pertencente à França).

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Não posso ficar sentado a ver-nos voltar a 1972". Médico desafia a lei no Texas e admite que já fez um aborto

Um médico texano escreveu uma coluna de opinião no Washington Post a admitir que já fez um aborto no estado, depois da lei que proíbe interromper as gravidezes após seis semanas ter entrado em vigor. Em …

A cidade mais segura do mundo foi revelada (e é europeia)

Copenhaga foi eleita a cidade mais segura do mundo em 2021 pelo Índice de Cidades Seguras (SCI), da Economist Intelligence Unit. Quando se trata de escolher o destino a visitar, a segurança é um dos aspetos …

Benfica 3-1 Boavista | Águia evolui com Darwin para a vitória

Desde 1982/83 que o Benfica não vencia os primeiros seis jogos no Campeonato. Pois bem, na noite desta segunda-feira, os encarnados venceram o duelo ante o Boavista e fizeram xeque-mate graças ao bis de Darwin …

Milhões de pessoas em risco de tráfico e escravidão devido à crise climática, revela relatório

Milhões de pessoas forçadas a deixar as suas casas por causa da seca severa e ciclones correm o risco da escravidão moderna e de tráfico humano nas próximas décadas, alertou um novo relatório publicado esta …

Mercado teme corrida ao imobiliário com o fim dos vistos gold

A partir de janeiro, segundo as novas regras aplicáveis aos vistos gold, vão deixar de estar abrangidos os investimentos em imobiliário com destino a habitação em Lisboa, no Porto e no litoral. O regime que visa …

Desempregados inscritos no IEFP caem 10% em agosto

O número de desempregados inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) voltou a cair, pelo quinto mês consecutivo. Agosto fechou com 368.404 desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego De acordo com os dados …

Agora que a catedral de Notre-Dame está estabilizada, pode dar-se início à reconstrução

Dois anos e meio após o incêndio que devastou a catedral de Notre-Dame, o edifício encontra-se seguro para iniciar o processo de reconstrução, que se espera estar concluído em 2024. Os trabalhos de segurança e consolidação …

Agente de viagens burlou Cristiano Ronaldo em 200 mil euros

Cristiano Ronaldo foi burlado, ao longo de mais de três anos, pela funcionária de uma agência de viagens a quem confiou os seus cartões de crédito e códigos. Jorge Mendes, Gestifute, Nani e Manuel Fernandes …

França diz-se "enganada" pela Austrália após suspensão de contrato de submarinos

Na semana passada, Estados Unidos, Austrália e Reino Unido anunciaram um acordo de defesa que inclui o desenvolvimento de submarinos nucleares na Austrália. O embaixador francês na Austrália, Jean-Pierre Thebault, disse esta segunda-feira que a França …

Sete mortos e 306 infetados nas últimas 24 horas

Portugal registou, esta segunda-feira, 306 novos casos e sete mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …