Braga vs Sporting | “Bombardeiro” Dyego abate leões

Manuel Fernando Araújo / Lusa

O Sp. Braga venceu esta segunda-feira o Sporting por 1-0, na Pedreira, em jogo que fechou a quinta jornada da Liga NOS.

Num embate muito intenso e disputado, mas nem sempre com o melhor futebol, os minhotos acabaram por beneficiar de uma maior eficácia na concretização, em especial na segunda parte, com Dyego Sousa a marcar o único tento da partida.

O Jogo explicado em Números

  • Arranque de jogo muito animado, com ligeiro ascendente leonino (52% de posse) no primeiro quarto de hora. O primeiro remate do jogo surgiu apenas aos 16 minutos, após bom lance do “leão” Raphinha, mas a bola saiu um pouco por cima da baliza de Tiago Sá.
  • Jogo intenso, táctico e muito disputado, com o Sporting a chegar à meia-hora com maior domínio (57% de posse), mas apenas um remate, o de Raphinha que falámos anteriormente. Os minhotos apostavam nas transições e registavam três disparos nesta fase, um enquadrado, todos eles de fora da área – “leões” muito bem nos momentos defensivos.
  • Muito bem Sebastián Coates a contribuir para essa consistência leonina. O uruguaio somava três duelos aéreos defensivos ganhos nesta fase, nos quatro em que participara, e ainda três alívios. Marcelo Goiano era o melhor do Braga, já com oito acções defensivas, entre elas três desarmes.
  • A intensidade do jogo não permitia uma grande qualidade no passe, com o Braga a não passar dos 71% de eficácia e o Sporting dos 77% por volta dos 40 minutos. Mas emoção não faltava ao jogo, apesar de escassearem as ocasiões de golo.
  • Nulo chegado ao descanso na Pedreira, reflexo de um jogo de certa forma repartido, disputado com muita intensidade e garra, nem sempre com a melhor qualidade.
  • Somente oito remates no primeiro tempo, cinco para o Braga, com o “leão” a enquadrar mais um e a usufruir de mais tempo de posse de bola (54%). Porém, as oportunidades de golo escassearam, tirando dois lances, um em cada uma das balizas.
  • O melhor nesta fase, com um GoalPoint Rating de 6.4, foi Coates, que se mostrou imparável no futebol pelo ar – quatro duelos aéreos ganhos em cinco – e registou oito acções defensivas (quatro desarmes e outros tantos alívios).
  • O reatamento trouxe mais do mesmo, com a diferença que, chegada a hora de jogo, o Braga apresentava mais posse de bola (55%) desde o descanso. Contudo, nestes 15 minutos, apenas dois remates, um para cada lado. As equipas continuavam encaixadas e a anularem-se mutuamente, ao ponto de o Sporting não passar dos 60% de eficácia de passe e o Braga de 71%.
  • O jogo acabou por ser desbloqueado aos 67 minutos. Eduardo, lançado poucos minutos antes por Abel, fugiu pela esquerda, cruzou atrasado e o goleador do Braga, Dyego Sousa, desviou para o fundo da baliza sportinguista. Um tento ao nono remate bracarense, quarto no segundo tempo, num total de quatro enquadrados.
  • Excelentes os “arsenalistas” a cortarem as vias mais perigosas para a sua baliza. O Sporting chegou aos 80 minutos com mais um remate que o seu adversário no segundo tempo (6-5), mas sem conseguir enquadrar nenhum deles.
  • Muito bem Jovane Cabral aos 88 minutos, a passar por toda a gente a flectir para o meio e a rematar para grande defesa de Tiago Sá. O jovem extremo veio dar mais ânimo ao futebol leonino nos últimos minutos. Mas os minhotos aguentaram firme a pressão final do Sporting e arrecadaram os três pontos.

O Homem do Jogo

Num jogo em que as equipas encaixaram os seus esquemas tácticos e as ocasiões apenas surgiram a espaços, é natural que os defesas tenham sido os que melhores desempenhos mostraram. Assim, o melhor na Pedreira foi o sportinguista Sebastián Coates, que já no primeiro tempo se havia destacado. Com um GoalPoint Rating de 7.1, o uruguaio terminou o embate com oito duelos ganhos em dez e 14 acções defensivas, entre elas nove alívios. Só mesmo aquele remate de Dyego Sousa deitou por terra o trabalho defensivo do central.

Jogadores em foco

  • Marcelo Goiano 6.7 – Que grande jogo do lateral-direito bracarense. Ao todo, Goiano somou 20 acções defensivas, entre elas oito desarmes (máximo da jornada) e cinco bloqueios de passe. Esteve menos afoito no apoio ofensivo.
  • Dyego Sousa 6.0 – O brasileiro decidiu o jogo, com um golo em três remates, dois enquadrados, e esteve muito activo, com quatro duelos aéreos ofensivos ganhos em nove. A sua nota não é mais elevada porque foi desarmado seis vezes e somou seis maus controlos de bola.
  • Romain Salin 6.5 – O guarda-redes do Sporting continua em grande forma e evitou males maiores para o “leão”. Ao todo realizou três defesas, um número não muito elevado, mas o grau de dificuldade das mesmas justifica o rating alto.
  • Marcos Acuña 6.0 – O argentino, que jogou a lateral-esquerdo, teve alguma dificuldade a nível do passe, com 67% de eficácia apenas, e perdeu 29 vezes a posse de bola. Porém, recuperou-a nove vezes e ainda registou 11 acções defensivas, entre elas cinco desarmes.
  • Eduardo Teixeira 5.9 – O brasileiro entrou a 30 minutos do fim e acabou por ser decisivo. Fez um remate e apenas um passe para finalização, mas este acabou por ser a assistência para o golo do seu compatriota. Completou ainda as três tentativas de drible.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

Meghan Markle vence primeira batalha judicial contra jornal britânico

A Duquesa de Sussex conseguiu que o Tribunal Superior de Londres optasse por manter anónima a identidade das suas cinco amigas, como parte da ação legal que está a ser levada a cabo. O 39º aniversário …

Cientistas obrigados rebatizar dezenas de genes humanos por causa do Excel

Só no ano passado, os cientistas viram-se obrigados a mudar os nomes de 27 genes humanos por causa de um erro de leitura do Microsoft Excel. Tal como explica o portal The Verge, que avança …

"Vai continuar a queimar". Covid-19 é parecida com fogo florestal, não com ondas e picos

Com o surgimento do novo coronavírus no mundo, vários especialistas previam que este iria surgir em ondas e picos. Agora a visão de futuro é outra e os especialistas dizem que a pandemia se compara …

Mudanças climáticas podem vir a causar mais mortes do que a covid-19, alerta Bill Gates

  As mudanças climáticas podem custar muito mais vidas nas próximas décadas do que a pandemia do novo coronavírus (covid-19). O alerta é do co-fundador da Microsoft, Bill Gates, que, através de uma reflexão no seu …

Descoberta a primeira disrupção gigante nas nuvens de Vénus

Uma equipa internacional de cientistas, que incluiu um investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), descobriu a "primeira disrupção gigante" nas nuvens de Vénus que tem fustigado as zonas profundas da atmosfera …

TVI aposta em estúdio a Norte. Nuno Santos quer Informação mais ao estilo da SIC Notícias do que da CMTV

O diretor-geral da TVI, Nuno Santos, afirmou, em entrevista ao jornal Público, que a estação de Queluz de Baixo vai apostar num estúdio no Norte, revelando ainda que pretende mudar a Informação do canal mais …

Fair-play financeiro. UEFA mantém restrições ao FC Porto

A UEFA informou, esta sexta-feira, que o FC Porto "cumpriu parcialmente as metas estabelecidas para a época 2019/20" a nível do fair-play financeiro e que vai manter as restrições impostas ao clube azul e branco. "O …

Procuradora-geral de Nova Iorque quer dissolver NRA após investigação de fraude

A procuradora-geral de Nova Iorque anunciou, esta quinta-feira, ter movido um processo judicial contra a National Rifle Association (NRA), depois de uma investigação que mostra que os seus dirigentes desviaram milhões de dólares para benefício …

MP abre inquérito sobre surto em lar de Reguengos de Monsaraz

O Ministério Público (MP) instaurou um inquérito sobre o surto de covid-19 num lar em Reguengos de Monsaraz, no distrito de Évora, que já provocou 18 mortos. Questionada pela agência Lusa, a Procuradoria-Geral da República (PGR) …

Ciclista Fabio Jakobsen já saiu do coma induzido

O ciclista holandês saiu do coma induzido, dois dias depois de uma violenta queda na primeira etapa do Tour da Polónia, que o deixou em estado grave e obrigou a uma cirurgia de cinco horas. "Temos …