Bombeiros profissionais de greve no Natal e Ano Novo

Manuel De Almeida / Lusa

Os bombeiros profissionais anunciaram que vão realizar uma greve entre os dias 19 de dezembro e 2 de janeiro em protesto contra as propostas do Governo que regulam o estatuto e o regime de aposentação.

O anúncio da greve de duas semanas foi feito durante a concentração de protesto realizada ao longa da tarde desta segunda-feira e promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores do Município de Lisboa (STML) e Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local (STAL), a que se juntaram a Associação Nacional dos Bombeiros Profissionais (ANBP) e o Sindicato Nacional dos Bombeiros Profissionais (SNBP).

“Vamos alargar a luta com o início de uma greve de 15 dias, será a primeira de muitas se o Governo não recuar”, disse à Lusa António Pascoal, dirigente dos sapadores de Lisboa no STML.

Os bombeiros profissionais concentraram-se inicialmente na Praça do Comércio, onde derrubaram as grades que estavam colocadas no local e foram travados junto à porta do Ministério da Administração Interna (MAI), onde estava uma delegação a entregar uma moção com as reivindicações.

Da Praça do Comércio, os manifestaram dirigiram-se para a Câmara Municipal de Lisboa com o objetivo de entregar uma carta ao presidente da autarquia, Fernando Medina, com os motivos do protesto.

Como Fernando Medida não estava na Câmara de Lisboa, ficou marcada uma reunião entre o autarca e as estruturas sindicais para as 12h00 desta terça-feira.

Durante o protesto, além de sirenes, a palavra de ordem mais ouvida entre os bombeiros profissionais foi “deixa arder”. Em causa está o novo estatuto profissional que regula a carreira especial de sapador bombeiro e de oficial sapador, e o novo regime de aposentação, aprovados na generalidade pelo Governo a 25 de outubro.

Esta proposta do Governo cria uma carreira unificada para os bombeiros municipais e sapadores e novas tabelas remuneratórias, além de integrar os operacionais da Força Especial de Bombeiros e os trabalhadores do Instituto de Conservação Natureza e das Florestas (ICNF) que desempenham funções de sapador florestal.

Para António Pascoal, a iniciativa apresentada pelo Governo “não vai valorizar a carreira e põe o socorro em risco”, contestando a aposentação que vai passar para os 60 anos e a proposta salarial, em que o bombeiro profissional “pode ganhar abaixo do salário mínimo nacional”.

Fernando Curto, presidente da ANBP, disse que há três patamares que os bombeiros não vão abdicar, designadamente as carreiras, a situação dos salários e a aposentação. Segundo o presidente da ANBP, as carreiras vão diminuir, passando a existir quatro postos em vez dos atuais sete.

Fernando Curto contestou também a questão salarial, sublinhando que não entende “como é que o Governo unindo uma carreira consegue diminuir o índice salarial, que passa de 890 euros para 600 euros”.

A deputada do Bloco de Esquerda Sandra Cunha esteve presente na manifestação para manifestar o desagrado do partido com a proposta apresentada pelo Governo, considerando que vai criar “mais injustiças, não só ao nível remuneratório porque baixa a remuneração, nomeadamente dos bombeiros sapadores, como também no que diz respeita às regras para a aposentação”.

“À boleia de se uniformizar uma carreira, o Governo aparentemente decide nivelar por baixo. Isso é absolutamente inaceitável”, disse à Lusa Sandra Cunha, sublinhando que “esta proposta não serve”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Bill Gates é o homem mais admirado do mundo. Ronaldo também está na lista

O cofundador da Microsoft já não é o homem mais rico do mundo, mas continua a ser o mais admirado. Cristiano Ronaldo é o 7.º. Na semana passada, Bill Gates perdeu o lugar que ocupava há …

Volvo vai chamar à oficina mais de 500 mil carros até ao fim do ano

O problema detetado no motor dos carros poderá afetar os automóveis a diesel de quatro cilindros, construídos entre 2014 e 2019, nas marcas V40, o V60, V70, S80 e XC60. A Volvo retirou cerca de 70 …

A baunilha é mais cara do que a prata (e há já quem mate pelo "ouro verde")

A baunilha, que era vendida em 2015 por cerca de 90 euros o quilograma, disparou no ano passado para 535 euros, ultrapassando assim o valor da prata. Esta subida que quase sextuplicou o valor da …

"Nova Expo". 300 milhões para requalificar zona ribeirinha entre Pedrouços e Cruz Quebrada

O projeto que vai requalificar a zona ribeirinha entre Pedrouços e Cruz Quebrada conta com um investimento de 300 milhões de euros. À zona ocidental de Lisboa já lhe chamam de "nova Expo". A zona ribeirinha …

Descoberta imensidão de tesouros arqueológicos ao largo da Galiza. São mais de 1.600 objetos

Trabalhos de arqueologia subaquática ao largo das costas galegas permitiram descobrir nas últimas três décadas um total de 1600 objetos arqueológicos. As peças afundaram-se ao longo dos séculos durante inúmeros naufrágios e ali se foram acumulando. …

27 anos depois, Clã anunciam saída de dois elementos

Mais de um quarto do século após a sua formação, a banda do Porto vê dois dos seus elementos fundadores partirem. Os Clã anunciaram a saída de dois dos seus elementos através de um comunicado publicado …

Reduzir o uso de ar condicionado pode ajudar a salvar vidas

Há muitas pessoas a precisar da ajuda preciosa do ar condicionado para sobreviver a temperaturas cada vez mais altas. Contudo, aquele que pensamos ser o nosso maior aliado pode ser, na verdade, o nosso pior …

Porto vai ter policiamento gratificado em "zonas particularmente sensíveis"

Rui Moreira diz que nos últimos 20 anos não houve investimento na polícia e afirma que o espaço público "não pode ser apropriado por gangues". O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, anunciou esta segunda-feira …

Altos níveis de ferro associados a um menor risco de doença cardíaca

Diferentes níveis de ferro podem ter efeitos dispares na nossa saúde. Uma equipa de cientistas descobriu uma associação entre altos níveis de ferro e um menor risco de doença cardíaca. A tarefa não foi propriamente fácil …

Quénia. Ministro das Finanças preso por suborno e fraude

O Ministro das Finanças do Quénia, Henry Rotich, e vários funcionários do seu ministério foram presos esta segunda-feira por suborno e fraude num projeto de construção de duas barragens que envolve milhões de dólares. Em declarações …