Bombeiros exigem demissão de inspetor da Proteção Civil por causa das refeições servidas

Nuno André Ferreira / Lusa

Bombeiros tentam combater o fogo na Serra da Arada, em São Pedro do Sul, Viseu

O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses exige ao Governo a demissão do diretor de auditorias da Proteção Civil, acusando-o de má-fé e incompetência no inquérito sobre fornecimento de refeições aos operacionais.

“Não houve nenhuma irregularidade. Os inspetores da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) é que, para agradarem ao seu dono, ao seu amo, não se importam de desrespeitar e pôr em causa a honorabilidade, a dignidade e a honradez de uma associação humanitária de bombeiros. A sua incompetência é que os leva, efetivamente, a estas atrocidades”, disse hoje Jaime Soares, presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP).

Em causa está o inquérito ordenado pelo Ministério da Administração Interna à ANPC sobre as refeições servidas aos bombeiros durante o combate aos incêndios, no qual foram alegadamente detetadas irregularidades e discrepâncias entre as refeições servidas por 12 associações humanitárias e os documentos que as comprovam.

Em declarações no final da sessão solene do 135º aniversário dos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz, alegou que a LBP não pôs em causa a necessidade de auditorias, mas reclamou auditorias “sérias e transparentes, e não auditorias que antes de o ser, já são de má-fé”.

“E é contra a má-fé, contra a incompetência, que a Liga dos Bombeiros Portugueses levanta a sua voz”, declarou Jaime Soares, que, aquando do anúncio do inquérito, já tinha contestado a isenção da ANPC na realização da auditoria, por ser a entidade que financia as refeições servidas aos bombeiros durante o combate aos incêndios.

“O inspetor de auditorias e fiscalização da Autoridade Nacional de Proteção Civil está de má-fé. E lançou a suspeição para cima de todos os bombeiros portugueses quando há uma dúzia de associações que não cometeram nenhuma ilegalidade”, frisou o presidente da Liga.

Jaime Soares admitiu que “há uma diferença” entre as refeições fornecidas aos bombeiros e as faturas da compra de alimentos que “não correspondem ao mesmo valor, nem podem corresponder”, porque parte dos alimentos resultam de doações das pessoas, alegou.

“O povo português, muitas vezes, está nos bombeiros a ajudar a confecionar as refeições, dá o arroz, dá as batatas, dá o bacalhau, dá a massa, dá o azeite, dá o vinho, dá essas coisas todas e, efetivamente, dá aos bombeiros, para ajudar os bombeiros, não dá ao Estado, não dá à Autoridade Nacional de Proteção Civil”, argumentou.

Na sessão solene realizada na noite de terça-feira, Jaime Soares dirigiu-se ao secretário de Estado da Proteção Civil, Artur Neves, presente na cerimónia, e exigiu ao governante que demitisse “imediatamente” o diretor de auditorias e fiscalização da ANPC, acusando-o de “falta de capacidade e honestidade intelectual” para exercer as funções.

Na resposta, Artur Neves defendeu a realização de auditorias, afirmando que “todos devem ser escrutinados”.

“A seu tempo, as instituições terão justificações para dar e não haverá problema a esse nível. Não vamos fazer disto uma luta, porque não vale a pena“, retorquiu o secretário de Estado.

Na sua intervenção, Artur Neves frisou que os incêndios de 2017 obrigam a “uma meditação profunda” e defendeu uma estratégia de Proteção Civil “preventiva” em Portugal.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Bombeiros e “O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses” são coisas bem diferentes!…
    O maior “incendiário” português (Jaime Mata Soares),além de não representar os bombeiros portugueses, só diz e faz cenas que os envergonham!!
    Esta é mais uma!…

RESPONDER

DiCaprio explica como reverter a crise climática

Ice on Fire é um documentário HBO produzido e narrado pelo ator norte-americano Leonardo DiCaprio que retrata a atual crise climática. A grande produção foi discutida esta segunda-feira em Lisboa, onde se falou do contexto …

Descoberto fóssil de macaco que viveu há 4,2 milhões de anos no Quénia

Uma equipa internacional de investigadores descobriu restos fósseis de um pequeno macaco que viveu no Quénia há 4,2 milhões de anos. Os responsáveis pela investigação, que será publicada na revista Journal of Human Evolution, são cientistas …

Air France acusada de negligência no desastre do voo Rio de Janeiro-Paris

A justiça francesa acusou a Air France de negligência, na sequência da investigação ao acidente aéreo do voo Rio de Janeiro-Paris, que causou 228 mortos em 2009, confirmou esta quarta-feira a AFP. O Ministério Público considerou …

Governo "está preparado” para eventual greve dos camionistas

O ministro do Trabalho, Vieira da Silva, disse esta quarta-feira que “não perdeu as esperanças no esforço de conversação” com os representantes dos camionistas, mas garantiu que “o Governo está preparado para o que vier …

Carga misteriosa e contradições nos passageiros. Revelados novos dados sobre o MH370

A França é o único país que continua a investigar o desaparecimento do voo MH370 da Malaysia Airlines em Março de 2014. E emergem novos dados sobre o que apuraram os magistrados envolvidos no caso, …

Foi avistada uma alforreca gigante no Reino Unido

A alforreca gigante, a maior alguma vez encontrada em águas britânicas, foi avistada na Cornualha, no Reino Unido, no sábado, por uma bióloga e repórter da BBC. Segundo o Washington Post, a criatura foi avistada, no …

Montepio condenado a ressarcir cliente que culpou de ataque informático

O Tribunal da Relação de Guimarães condenou o banco Montepio a pagar a uma cliente de Barcelos os 28.596 euros que em quatro dias foram retirados da sua conta, na sequência de ataque informático. Por acórdão …

Crew Dragon. Já se sabe o que causou a misteriosa explosão da nave da SpaceX

A NASA e a SpaceX explicaram, finalmente, o motivo da explosão da nave espacial Crew Dragon. Apesar de terem sido divulgadas imagens da explosão, nenhuma das agências explicou as razões do desastre. As imagens da nave …

Turistas britânicos encorajados a afixar cartazes de Maddie durante as férias

Turistas britânicos com viagens marcadas para o estrangeiro estão a ser encorajados a levar cartazes de Madeleine McCann pela campanha oficial lançada pelos pais para encontrar a criança inglesa desaparecida em Portugal em 2007. “Vai de …

Crianças preferem ser YouTubers do que astronautas

A maioria das crianças entrevistadas prefere mais ser YouTuber do que ser astronauta. De uma lista de cinco profissões, a de cosmonauta foi a menos escolhida entre crianças americanas e britânicas. Há 50 anos, a ida …