Bombeiros exigem demissão de inspetor da Proteção Civil por causa das refeições servidas

Nuno André Ferreira / Lusa

Bombeiros tentam combater o fogo na Serra da Arada, em São Pedro do Sul, Viseu

O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses exige ao Governo a demissão do diretor de auditorias da Proteção Civil, acusando-o de má-fé e incompetência no inquérito sobre fornecimento de refeições aos operacionais.

“Não houve nenhuma irregularidade. Os inspetores da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) é que, para agradarem ao seu dono, ao seu amo, não se importam de desrespeitar e pôr em causa a honorabilidade, a dignidade e a honradez de uma associação humanitária de bombeiros. A sua incompetência é que os leva, efetivamente, a estas atrocidades”, disse hoje Jaime Soares, presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP).

Em causa está o inquérito ordenado pelo Ministério da Administração Interna à ANPC sobre as refeições servidas aos bombeiros durante o combate aos incêndios, no qual foram alegadamente detetadas irregularidades e discrepâncias entre as refeições servidas por 12 associações humanitárias e os documentos que as comprovam.

Em declarações no final da sessão solene do 135º aniversário dos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz, alegou que a LBP não pôs em causa a necessidade de auditorias, mas reclamou auditorias “sérias e transparentes, e não auditorias que antes de o ser, já são de má-fé”.

“E é contra a má-fé, contra a incompetência, que a Liga dos Bombeiros Portugueses levanta a sua voz”, declarou Jaime Soares, que, aquando do anúncio do inquérito, já tinha contestado a isenção da ANPC na realização da auditoria, por ser a entidade que financia as refeições servidas aos bombeiros durante o combate aos incêndios.

“O inspetor de auditorias e fiscalização da Autoridade Nacional de Proteção Civil está de má-fé. E lançou a suspeição para cima de todos os bombeiros portugueses quando há uma dúzia de associações que não cometeram nenhuma ilegalidade”, frisou o presidente da Liga.

Jaime Soares admitiu que “há uma diferença” entre as refeições fornecidas aos bombeiros e as faturas da compra de alimentos que “não correspondem ao mesmo valor, nem podem corresponder”, porque parte dos alimentos resultam de doações das pessoas, alegou.

“O povo português, muitas vezes, está nos bombeiros a ajudar a confecionar as refeições, dá o arroz, dá as batatas, dá o bacalhau, dá a massa, dá o azeite, dá o vinho, dá essas coisas todas e, efetivamente, dá aos bombeiros, para ajudar os bombeiros, não dá ao Estado, não dá à Autoridade Nacional de Proteção Civil”, argumentou.

Na sessão solene realizada na noite de terça-feira, Jaime Soares dirigiu-se ao secretário de Estado da Proteção Civil, Artur Neves, presente na cerimónia, e exigiu ao governante que demitisse “imediatamente” o diretor de auditorias e fiscalização da ANPC, acusando-o de “falta de capacidade e honestidade intelectual” para exercer as funções.

Na resposta, Artur Neves defendeu a realização de auditorias, afirmando que “todos devem ser escrutinados”.

“A seu tempo, as instituições terão justificações para dar e não haverá problema a esse nível. Não vamos fazer disto uma luta, porque não vale a pena“, retorquiu o secretário de Estado.

Na sua intervenção, Artur Neves frisou que os incêndios de 2017 obrigam a “uma meditação profunda” e defendeu uma estratégia de Proteção Civil “preventiva” em Portugal.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Bombeiros e “O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses” são coisas bem diferentes!…
    O maior “incendiário” português (Jaime Mata Soares),além de não representar os bombeiros portugueses, só diz e faz cenas que os envergonham!!
    Esta é mais uma!…

RESPONDER

Um terço dos diplomados no curso de Aeroespacial vai trabalhar para o estrangeiro

A nota mínima de entrada no curso de Engenharia Aeroespacial do Técnico bateu um novo recorde. As oportunidades e os salários levam os diplomados para o estrangeiro. O único curso de Engenharia Aeroespacial no ensino superior …

Morreu o cantor Roberto Leal

Morreu o cantor Roberto Leal, confirmou o antigo secretário de Estado das Comunidades e da Administração Local. Tinha 67 anos e lutava contra um cancro. A notícia foi avançada pelo antigo secretário de Estado das Comunidades …

Estudo mostra que o canguru gigante tinha uma parecença com os pandas

O já extinto canguru gigante tinha uma característica muito semelhante com o panda-gigante dos dias modernos: grandes mandíbulas que lhe permitiam comer alimentos que outros animais não conseguiam. Há mais de 40 mil anos, o sudoeste …

Assunção Cristas contra o "ditador" verde e André Silva contra a "despesista" demagoga

O debate deste sábado, transmitido pela RTP3, sentou frente-a-frente os líderes do CDS e do PAN. Assunção Cristas contou quantas vezes o programa do adversário usa a palavra "proibir" e André Silva acusou os centristas …

Poluição no rio Lis arrasta-se há mais de 20 anos

A poluição na bacia hidrográfica do rio Lis arrasta-se há mais de duas décadas, com o contributo das descargas ilegais das suiniculturas, mas a construção da estação de tratamento de efluentes suinícolas tem sido adiada …

No Quénia, há meninas a faltar às aulas por não terem acesso a tampões

No Quénia, há adolescentes que não têm dinheiro para comprar pensos higiénicos ou tampões. Por isso, faltam às aulas. O Expresso conta a história de uma menina queniana, de 14 anos, que não aguentou ser humilhada …

As sestas podem ser boas amigas do coração

Fazer uma sesta uma ou duas vezes por semana pode reduzir o risco de ataque cardíaco ou AVC. No entanto, se fizer mais sestas do que o recomendado, os benefícios desaparecem. Uma equipa de cientistas decidiu …

Qual o tamanho mínimo para que um planeta possa ser habitável? Cientistas responderam

Uma equipa de cientistas de Harvard revelou o tamanho crítico abaixo do qual um planeta nunca pode ser habitável, mesmo que esteja numa área com uma distância à sua estrela que permita a existência de …

Criatura com "cabeça de canivete suíço" deu origem aos escorpiões e às aranhas

Encontrada no Canadá, esta nova espécie de fóssil provou ser o quelicerado mais antigo, situando a origem dos escorpiões e das aranhas há 500 milhões de anos. Com o tamanho de um dedo polegar, olhos em …

Benfica 2-0 Gil Vicente | "Águia" q.b. bate minhotos aguerridos

O Benfica cumpriu frente ao Gil Vicente, no Estádio da Luz, e venceu por 2-0, com um golo a fechar a primeira parte e outro a abrir a segunda. A formação “encarnada” sentiu muitas dificuldades para …