Há uma “bomba relógio” por baixo da Califórnia que vai provocar um grande sismo

Um perigo iminente assola a região de São Francisco, na Califórnia, nos EUA, e pode provocar um grande sismo a qualquer momento. A culpa é da fractura tectónica Hayward que é “uma bomba-relógio” prestes a explodir.

O alerta é do Serviço Geológico dos EUA, conhecido pela sigla USGS, que no âmbito de uma investigação a que chama o “cenário do terramoto HayWired”, prevê os impactos causados por um sismo de magnitude 7.0, provocado pela Fractura de Hayward.

Esta fractura de 83 quilómetros passa por algumas das cidades mais habitadas da Baía de de São Francisco, onde moram mais de dois milhões de pessoas. No caso de um terramoto de magnitude 7.0, vão morrer centenas de pessoas, segundo os especialistas ouvidos pelo jornal Los Angeles Times (LAT).

O geólogo de terramotos do USGS, David Schwartz, alerta que a fractura Hayward é considerada uma “bomba-relógio tectónica” que “está à espera para explodir”, conforme declarações àquele diário.

Este especialista refere que a falha tectónica produz, em média, um grande terramoto a cada 150 a 160 anos. O último grande sismo provocado pela fractura Hayward foi de magnitude 6.8 e está prestes a completar 141 anos, no próximo dia 21 de Outubro, conforme dados do USGS.

“Mesmo considerando as incertezas, estamos definitivamente mais perto do próximo do que estamos longe dele”, avisa David Schwartz.

O último grande sismo da zona, ocorrido em 1989 e com magnitude 6.9, teve epicentro em Loma Prieta e causou cerca de 60 mortes e 10 mil milhões de dólares em danos. O “cenário HayWired” prevê consequências “10 vezes” mais dramáticas, caso ocorra um terramoto de 7.0 nos próximos tempos, com os danos a atingirem mais de 100 mil milhões de dólares, frisa o LAT.

A fractura Hayward é considerada mais perigosa do que a falha de S. Andreas que provocou o grande sismo de 1906 que destruiu São Francisco, há mais de um século.

Em caso de um novo e grande abalo provocado pela falha tectónica, cerca de 800 pessoas poderiam morrer e mais de 18 mil ficar feridas no seguimento de um sismo de 7.0, com epicentro por baixo da cidade de Oakland, nota o LAT.

Além disso, milhares de outras pessoas morreriam devido aos incêndios provocados pelo sismo, devido a danos nos gasodutos. Mais de 150 mil casas ficariam destruídas, afectando meio milhão de habitantes.

E mesmo com os requisitos de segurança que são obrigatórios nas construções na Califórnia, o terramoto de 7.0 levaria 8.000 edifícios ao colapso e cerca de 100.000 ficariam inacessíveis, por estarem demasiado danificados. Isto geraria um problema habitacional enorme, com milhares de pessoas deslocadas.

Por outro lado, as cidades afectadas ficariam impossibilitadas do acesso a água potável durante cerca de seis meses, pelo menos.

As autoridades norte-americanas têm tomado diversas medidas, nos últimos anos, no sentido de proteger as populações para um eventual cenário de terramoto, mas “a maior parte da região continua vulnerável”, notam os especialistas ouvidos pelo LAT.

SV, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. “o grande sismo de 1906 que destruiu São Francisco, há mais de uma década” ???…

    Bem, sim. Em rigor, 1906 é há mais de uma década, mas acredito que se tenha querido escrever “há mais de um século”.

RESPONDER

Hotel condenado a pagar 19 milhões por discriminação religiosa a funcionária despedida

Quando foi contratada pelo hotel Conrad, Marie Jean fez um acordo: não trabalharia ao domingo, para cumprir os seus compromissos religiosos na igreja Bethel Baptist. Marie Jean Pierre era uma imigrante a tentar ganhar a vida …

"Alpinista de biquiní' morre de hipotermia após queda em desfiladeiro

Famosa pelos seus passeios em biquíni pelas montanhas, Gigi Wu caiu de um desfiladeiro e morreu de hipotermia no Parque Nacional Yu Shan, em Taiwan. Gigi Wu, de 36 anos, apelidada de "alpinista de biquíni" pelos …

Crimes de Vale e Azevedo no Benfica prescreveram

O Tribunal da Relação de Lisboa considerou prescritos os crimes de que o ex-presidente do Benfica João Vale e Azevedo estava acusado, relativos ao desvio de dinheiro dos direitos televisivos do clube, disse esta terça-feira …

Suspensão de voos em Gatwick devido aos drones custou quase 17 milhões à easyJet

A transportadora aérea easyJet informou que os custos devido à suspensão da operação em Gatwick, um dos aeroportos que serve Londres, devido à presença de drones, chegou quase aos 17 milhões de euros. Em comunicado enviado …

Passageiro alcoolizado desviou um avião na Rússia

Um avião de passageiros que voava da Sibéria para Moscovo foi desviado por um passageiro que alterou a rota prevista, obrigando-o a aterrar no Afeganistão. O homem estaria alcoolizado e já foi detido. A Associated Press, …

Santana desafia partidos a falar sobre coligações antes das legislativas

O presidente do partido Aliança, Pedro Santana Lopes, desafiou os líderes partidários a dizerem antes das eleições legislativas deste ano se querem alguma coligação pós-eleitoral e com que partidos. Uma coligação pré-eleitoral dos partidos do centro-direita …

Polícia prende cinco suspeitos da morte de Marielle

A operação Os Intocáveis, desencadeada nesta manhã em áreas controladas por milícias do Rio de Janeiro, prendeu cinco suspeitos do envolvimento nos assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. São integrantes de uma …

Centeno não estará no próximo Governo "para não ter de gerir as consequências" das políticas adotadas

Daniel Bessa, antigo ministro da Economia de António Guterres, alerta que as contas públicas estão "por arames", considerando que Mário Centeno, que lidera a pasta das Finanças no atual Executivo socialista, não fará parte de …

Cientista que criou bebés geneticamente modificados foi despedido

O cientista chinês He Jiankui, que anunciou a criação da primeira modificação genética de bebés, foi acusado pelo Governo chinês de driblar a fiscalização e de quebrar as diretrizes em busca de fama e fortuna. Esta …

Autarca que engoliu prova começa a ser julgado (com actores chamados a tribunal)

O antigo-vice-presidente da Câmara de Portimão, Luís Carito, começa nesta terça-feira a ser julgado, depois de ter engolido uma alegada prova dos crimes relacionados com o projecto que visava tornar a cidade algarvia na "Meca …