Há uma “bomba relógio” por baixo da Califórnia que vai provocar um grande sismo

Um perigo iminente assola a região de São Francisco, na Califórnia, nos EUA, e pode provocar um grande sismo a qualquer momento. A culpa é da fractura tectónica Hayward que é “uma bomba-relógio” prestes a explodir.

O alerta é do Serviço Geológico dos EUA, conhecido pela sigla USGS, que no âmbito de uma investigação a que chama o “cenário do terramoto HayWired”, prevê os impactos causados por um sismo de magnitude 7.0, provocado pela Fractura de Hayward.

Esta fractura de 83 quilómetros passa por algumas das cidades mais habitadas da Baía de de São Francisco, onde moram mais de dois milhões de pessoas. No caso de um terramoto de magnitude 7.0, vão morrer centenas de pessoas, segundo os especialistas ouvidos pelo jornal Los Angeles Times (LAT).

O geólogo de terramotos do USGS, David Schwartz, alerta que a fractura Hayward é considerada uma “bomba-relógio tectónica” que “está à espera para explodir”, conforme declarações àquele diário.

Este especialista refere que a falha tectónica produz, em média, um grande terramoto a cada 150 a 160 anos. O último grande sismo provocado pela fractura Hayward foi de magnitude 6.8 e está prestes a completar 141 anos, no próximo dia 21 de Outubro, conforme dados do USGS.

“Mesmo considerando as incertezas, estamos definitivamente mais perto do próximo do que estamos longe dele”, avisa David Schwartz.

O último grande sismo da zona, ocorrido em 1989 e com magnitude 6.9, teve epicentro em Loma Prieta e causou cerca de 60 mortes e 10 mil milhões de dólares em danos. O “cenário HayWired” prevê consequências “10 vezes” mais dramáticas, caso ocorra um terramoto de 7.0 nos próximos tempos, com os danos a atingirem mais de 100 mil milhões de dólares, frisa o LAT.

A fractura Hayward é considerada mais perigosa do que a falha de S. Andreas que provocou o grande sismo de 1906 que destruiu São Francisco, há mais de um século.

Em caso de um novo e grande abalo provocado pela falha tectónica, cerca de 800 pessoas poderiam morrer e mais de 18 mil ficar feridas no seguimento de um sismo de 7.0, com epicentro por baixo da cidade de Oakland, nota o LAT.

Além disso, milhares de outras pessoas morreriam devido aos incêndios provocados pelo sismo, devido a danos nos gasodutos. Mais de 150 mil casas ficariam destruídas, afectando meio milhão de habitantes.

E mesmo com os requisitos de segurança que são obrigatórios nas construções na Califórnia, o terramoto de 7.0 levaria 8.000 edifícios ao colapso e cerca de 100.000 ficariam inacessíveis, por estarem demasiado danificados. Isto geraria um problema habitacional enorme, com milhares de pessoas deslocadas.

Por outro lado, as cidades afectadas ficariam impossibilitadas do acesso a água potável durante cerca de seis meses, pelo menos.

As autoridades norte-americanas têm tomado diversas medidas, nos últimos anos, no sentido de proteger as populações para um eventual cenário de terramoto, mas “a maior parte da região continua vulnerável”, notam os especialistas ouvidos pelo LAT.

SV, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. “o grande sismo de 1906 que destruiu São Francisco, há mais de uma década” ???…

    Bem, sim. Em rigor, 1906 é há mais de uma década, mas acredito que se tenha querido escrever “há mais de um século”.

RESPONDER

Morreu a atriz Mya-Lecia Naylor. Tinha 16 anos

A atriz, cantora e modelo britânica Mya-Lecia Naylor morreu no último dia 7, na sequência de um desmaio, mas a notícia só veio a publico esta quinta-feira. A causa da morte precoce de Mya-Lecia Naylor, com …

Embarcação de pesca localizada. Tripulantes estão bem

A embarcação de pesca que estava incontactável desde a noite de quarta-feira foi hoje encontrada e todos os tripulantes estão bem de saúde, disse à Lusa fonte da Marinha. Segundo o porta voz da Marinha, comandante …

Site expôs falhas em plugins Wordpress. Hackers agradeceram e invadiram 160 mil sites

Um trio de vulnerabilidades zero-day em plugins do WordPress deixou 160 mil sites expostos a ataques na última semana. O termo zero-day é usado para descrever uma ameaça que não foi corrigida ou que ainda …

Comissária de bordo em coma depois de contrair o vírus do sarampo

Uma comissária de bordo de Israel, de 43 anos, está em coma profundo há dez dias depois de contrair o vírus do sarampo. Segundo as autoridades de saúde israelenses, a mulher tem encefalite - ou …

Eintracht vs Benfica | Golos fora custam eliminação

Os dois golos que o Eintracht de Frankfurt marcou em Lisboa, na semana passada, acabaram por ser decisivos nos quartos-de-final da Liga Europa. Os alemães venceram o Benfica em casa por 2-0, num jogo em …

Gangue partia membros do corpo a pessoas vulneráveis e encenava acidentes para receber indemnizações

Um grupo criminoso em Palermo (Sicília) encenava acidentes de viação e partia membros do corpo às alegadas vítimas, a fim de receber indemnização de seguros. O esquema, que já levou à prisão mais de 40 …

Rival para Alexa e Siri. O Facebook também quer ouvir a sua voz

O Facebook está a trabalhar num novo assistente de voz para competir com a Siri, da Apple, e a Alexa, da Amazon. O projeto começou em 2018 e ainda não tem data de divulgação. O projeto …

O "polencalipse" chegou aos Estados Unidos

No início da semana, o fotógrafo Jeremy Gilchrist capturou algumas imagens incríveis do fenómeno que batizou de "Polenpocalypse" em Durham, Carolina do Norte. A cidade de Durham, na Carolina do Norte, Estados Unidos, declarou no início …

Candidato à presidência da Guatemala detido nos EUA por tráfico de cocaína

As autoridades norte-americanas detiveram na quarta-feira o candidato presidencial da Guatemala Mario Estrada Orellana, acusado por um tribunal federal de Nova Iorque de conspirar para importar cocaína. Estrada Orellana, do partido Unión del Cambio Nacional (UCN, …

Consumidores estão a gastar mais. Televisões e smartphones foram os mais vendidos em 2018

Em 2018 as vendas a retalho cresceram 3,4%, para quase 21 mil milhões de euros. O sector não alimentar foi o que mais contribuiu. São dados do barómetro de vendas da Associação Portuguesa de Empresas de …