Coreia do Norte detonou bomba atómica equivalente a 17 “Hiroshimas”

Dados de um satélite japonês revelam que a explosão de um teste nuclear na Coreia do Norte, em 2017, terá sido 17 vezes mais poderosa do que a bomba de Hiroshima.

A Coreia do Norte estimou que a arma nuclear, testada em 2017, tivesse provocado uma explosão entre 50 e 70 quilotoneladas de potência mas, entretanto, uma revisão indicou que este valor ultrapassava os 400 quilotoneladas.

Agora, uma equipa de cientistas, liderada por K. M. Sreejith, da Organização Indiana de Pesquisa Espacial (ISRO), usou dados de satélite para analisar o deslocamento do solo nessa explosão, que indicaram um rendimento entre 245 e 271 quilotoneladas.

Esse valor seria aproximadamente 17 vezes mais poderoso do que a Little Boy (15 quilotons), bomba utilizada pelos Estados Unidos para destruir a cidade japonesa de Hiroshima em 1945.

O grupo utilizou os dados do satélite japonês ALOS-2, dotado de um poderoso radar de abertura sintética, PALSAR-2 — utilizado para cartografia e deslocamentos na superfície, onde o teste da bomba H foi realizado, segundo o Serviço Geológico dos EUA.

O satélite mediu uma alteração de alguns metros na superfície da montanha acima do ponto de detonação, movendo o flanco do pico Mantapsan em cerca de meio metro. Com isso, a equipa estima que a explosão tenha ocorrido aproximadamente 540 metros abaixo do topo, criando uma cavidade dentro da montanha com um ângulo de 66 graus.

“Os radares baseados no satélite são ferramentas poderosas para medir as mudanças na superfície terrestre, além de permitirem estimar a localização e o rendimento dos testes nucleares debaixo do solo”, afirmou Sreejith, autor principal do estudo publicado na Geophysical Journal International, uma publicação da Royal Astronomical Society.

As negociações entre os EUA e a Coreia do Norte ficaram congeladas desde a cimeira entre Donald Trump e Kim Jong-un, em fevereiro passado, apesar de os dois líderes terem feito um esforço para avançar no processo, num novo encontro em junho, na fronteira entre as duas Coreias.

Pyongyang tem pedido a Washington um alívio das sanções impostas em represália aos testes com armas nucleares, mas Trump já disse que qualquer alteração de posição deverá ser antecedida por medidas de desarmamento nuclear.

PARTILHAR

18 COMENTÁRIOS

  1. A juntar-se a estes, temos agora o do Brasil e também o do Reino Unido!
    Lindo!
    Não sei o que se passa com os seres humanos que só colocam no poder doentes mentais!

  2. Meu caros, aqui vem o chato (uma vez mais). Quilotons, não existe em português (no do rectângulo, pelo menos). Creio que o objectivo seria referirem quilotoneladas…

  3. Bem, todos os outros países à excepção dos aliados dos EUA têm que desarmar mas os meninos bonitos americanos não desarmam nem por decreto assinado por Jesus. Então mas eles têm direito e os outros não?! Hipocrisia e dissimulação exacerbada, é muito nojenta essa política externa americana.

  4. Os americanos inventaram esta ****, passaram-na aos soviéticos, etc. e agora armam-se em moralistas. Quem os fez que os lamba. O pior é que meteram neste sarilho a humanidade inteira. Os pais do Einstein, na noite em que o fizeram, mais valia terem ido passear o cão. Pobre Terra, que deve estar toda podre com tanta bomba nuclear detonada, 2421, até agora…

RESPONDER

Nicolas Bourbaki foi o maior matemático de sempre (mas nunca existiu)

Considerado como um dos maiores matemáticos de sempre, Nicolas Bourbaki não passava de um pseudónimo adotado por um grupo de grandes matemáticos, que revolucionou a matemática como a conhecemos. Nicolas Bourbaki está entre os maiores matemáticos …

No aquário do Tennessee, é uma enguia que acende as luzes da árvore de Natal

A enguia Miguel Wattson é a responsável pelo espírito natalício que se vive no Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos. O Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos, encontrou uma forma inusitada de celebrar esta época festiva: …

Há 34 anos, Diana dançou com Travolta. Agora, o seu vestido foi vendido por 261 mil euros

O vestido que a Princesa Diana usou para jantar na Casa Branca, em 1985, foi vendido por mais de 261 mil euros. O vestido azul que a Princesa Diana usou num jantar na Casa Branca, em …

Doentes crónicos com baixo nível de literacia em saúde recorrem mais às urgências

Os doentes crónicos e com um nível de literacia em saúde mais baixo utilizam mais vezes os serviços de urgência hospitalares e dos centros de saúde, bem como as consultas de medicina geral e familiar, …

Ártico viveu em 2019 o segundo ano mais quente em 119 anos

O Ártico viveu em 2019 o seu segundo ano mais quente desde 1900, de acordo com um relatório publicado na terça-feira, aumentando receios de degelo e aumento do nível da água. O Polo Norte está a …

Jardineiro encontra por acaso a obra mais procurada de Gustav Klimt. Estava no galeria onde foi roubada

Um funcionário da galeria de arte Ricci Oddi, na cidade italiana de Piacenza, encontrou por acaso a obra mais procurado do pintor austríaco Gustav Klimt. Estava na própria galeria, onde a obra terá sido roubada …

YouTube reforça políticas contra assédio online

O YouTube anunciou, esta quarta-feira, um conjunto de alterações às políticas que visam combater o assédio que existe na plataforma. O YouTube anunciou esta quarta-feira o reforço das suas políticas contra o assédio online, que preveem …

Deus bebé indiano vence caso em tribunal e reinvindica território sagrado

O Supremo Tribunal Indiano declarou Ram Lalla Virajman, um deus bebé, como o legítimo proprietário de Ayodhya, uma terra no norte da Índia considerada sagrada por muçulmanos e hindus. O tribunal decidiu que o Governo …

China usa comités partidários para manipular empresas estrangeiras

Em outubro, quando a Liga Norte-Americana de Basquetebol (NBA) tentou voltar atrás no apoio aos protestos em Hong Kong, foi criticada por se submeter ao regime autoritário da China. Mas são cada vez mais as …

Ângelo Rodrigues, Flamengo e Tinder. Os temas mais procurados pelos portugueses no Google

Ângelo Rodrigues, Flamengo, como saber onde votar, como funciona o Tinder e "Game of Thrones" estão entre os tópicos que os utilizadores portugueses do Google mais pesquisaram ao longo de 2019. Os dados são divulgados …