/

Bolsonaro sob suspeita de corrupção na compra de vacinas

21

Joedson Alves / EPA

Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil

Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil, está envolvido num aparente escândalo de corrupção no âmbito da aquisição de 20 milhões de vacinas contra a covid-19.

O Governo brasileiro fechou um acordo para a compra de 20 milhões de vacinas da Covaxin por um valor cerca de dez vezes superior ao que fora inicialmente negociado. Segundo o jornal Público, o acordo foi intermediado por uma empresa nacional e a vacina em causa é desenvolvida pelo laboratório indiano Bharat Biotech.

O caso marcou a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) aberta pelo Senado para avaliar a resposta governamental à pandemia de covid-19.

O senador Randolfe Rodrigues, um dos que ajuizou a ação no Supremo Tribunal Federal, explicou que o contrato de intenção de compra firmado entre o Governo e a empresa indiana Bharat Biotech contém “inúmeras irregularidades“, que “devem ser esclarecidas pelo Presidente”.

Algumas foram reveladas na semana passada pelo deputado Luis Miranda, na CPI no senado brasileiro, que investiga alegadas falhas do Governo na gestão da pandemia.

“Podemos estar frente a vários casos de tráfico de influência, corrupção passiva e ativa, prevaricação e outros“, declarou Rodrigues sobre o negócio, que implicava um custo de 1,6 mil milhões de reais (279 milhões de euros) pela vacina que ainda não tinha sido certificada pelo órgão regulador brasileiro.

Segundo documentos apresentados pelo deputado Miranda, que integra a base de apoio de Bolsonaro, e o seu irmão Luís Ricardo Miranda, chefe de importação do Departamento de Logística do Ministério da Saúde, na negociação com a Bharat Biotech havia ficado acordado que parte do pagamento das vacinas seria depositado a uma empresa que não constava no contrato.

Trata-se da empresa Madison, com sede em Singapura, situação que a CPI considerou “altamente suspeita” juntamente com outras cláusulas do contrato, que tinha como “intermediário” um empresário brasileiro investigado por fraudes na área da saúde.

Esse empresário foi identificado como Francisco Maximiano, dono de outra empresa investigada por corrupção por ter “vendido” ao Ministério da Saúde material médico que nunca entregou.

O deputado Miranda revelou que, em março passado, comunicou a Bolsonaro as suas suspeitas e que o chefe de Estado lhe disse que “isso é coisa” do parlamentar Ricardo Barros, líder do Governo na Câmara dos Deputados, e que foi ministro da Saúde entre 2016 e 2018, durante a gestão do ex-presidente Michel Temer.

O Governo acusou Miranda de “caluniar” e “trair” Bolsonaro, que por sua vez disse desconhecer detalhes das negociações para a compra da Covaxin e sublinhou que ainda não foi pago “um tostão” pelo imunizante, que ainda não chegou ao país.

Os prazos previstos de entrega do produto estão atrasados e o órgão regulador do Brasil só aprovou no dia 4 de junho a sua importação com restrições.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Bolsonaro desdramatiza

Um dos senadores da CPI pediu a abertura de um inquérito pela Procuradoria-Geral da República para investigar se o Presidente cometeu algum crime, dado o seu conhecimento prévio de aparentes sinais de ilegalidade no contrato de compra das vacinas.

Jair Bolsonaro tem tentado desdramatizar o caso. Esta segunda-feira, em declarações aos jornalistas, disse que não tem “como saber o que acontece nos ministérios, vou na confiança em cima de ministro, e nada fizemos de errado”.

Apesar de reconhecer ter recebido a visita dos irmãos Miranda, não adiantou se foi avisado para alguma irregularidade nas negociações: “Aqui vem tudo quanto é tipo de gente.”

Estas revelações surgem num momento delicado para Bolsonaro, que tem aparecido nas sondagens com uma taxa de aprovação abaixo dos 30%. Grande parte dos brasileiros responsabiliza-o pela crise sanitária, que já vitimou mais de 500 mil pessoas.

  Liliana Malainho, ZAP // Lusa

21 Comments

  1. O que dizer de tudo isso. O Brasil vive “kafka”. O deputado Luís Miranda, principal denunciante, tem diversos inquéritos onde é acusado como estelionatário, tem reportagem dele no programa fantástico da rede globo, a comissão parlamentar de inquérito para verificar corrupção na área de saúde é presidida por um senador que tem a esposa e três irmãos presos por corrupção na área de saúde, o relator da mesma comissão já chegou a ter 14 inquéritos por corrupção/enriquecimento ilícito/prevaricação no “supremo” tribunal federal do Brasil, nenhum ainda foi julgado, apenas 9 restaram, 5 foram arquivados ou prescritos, o governo federal do brasil não dispendeu 1 real/dolar sequer, não houve nenhum contrato fechado, e nenhuma vacina foi entregue. Narrativas questionáveis precisam ser esclarecidas. Esse é o escândalo.

    • O Brasil é o Brasil… todos são corruptos de uma forma ou outra no meio político. O sistema está tão podre que não tem “milagre” que os ajude.

  2. O Governo Brasileiro não fez nenhuma compra da Covaxin, não houve nenhuma importação, pois o governo colocou a condição de que a vacina deveria ser aprovada pela Anvisa, como todas as outras, apenas fez o contrato de intenção de compra. O valor acordado é o mesmo praticado em 13 Países onde a empresa já fez contratos. Para vocês terem ideia, esta CPI esta sendo coordenado por senadores com diversos processos na justiça Brasileira, com o o Omar Aziz que tem processos até por pedofilia e e por desvios de recursos públicos, todos os irmãos dele e a esposa foram presos pr desvios públicos(este é o presidente da CPI, o Renan Calheiros que é relator da CPI tem mais de 20 processos por corrupção. Todos estes querem derrubar um governo de direita que acabou com a possibilidade de continuarem a roubar o dinheiro publico no Brasil.

    • Eu acho interessante os Bolsonaristas continuarem a proteger um presidente com o rabo tão trilhado como nunca antes visto. As provas são expostas sem sombra de dúvida e de repente… desaparecem, a testemunha morre ou nunca mais se sabe onde está… provas desaparecem… é sem dúvida um governo que rouba o dinheiro publico no Brasil… só não ve quem não quer.

      • Uma simples pergunta e algumas constatações.
        Pergunta: Você mora no Brasil?
        Constatações: Se não mora, não viveu a verdadeira época da corrupção aqui, onde a esquerda comunista literalmente depredou o país de TODAS as maneiras possíveis: desvios de verbas na saúde, na educação, na Petrobrás, nos Correios (e seus Fundos de Pensão também), no BNDES… A lista é IMENSA!!! Sem contar com o financiamento de várias obras, mundo afora, em países onde a esquerda comunista dominava o poder, enquanto o povo brasileiro era sugado por impostos e era privado de investimentos em educação, saúde, saneamento básico, etc… O Brasil, no domínio da esquerda comunista, era repleto de ONGS e sindicatos que promoviam os saques e organização de conflitos que desestabilizavam toda ordem social e financeira. Tudo isso simplesmente PAROU com o Presidente Bolsonaro no comando.
        Todo tipo de acusações e comentários contra o Presidente Bolsonaro são baseados em ficção: não há nada de concreto, a não ser a distorção e invencionice de fatos e narrativas que pretendem destituí-lo a qualquer custo para que a corrupção volte a imperar no País. Basta olhar o histórico destes que assinam o “super pedido de impeachment” (que não durou nem 5 horas e já foi constatada uma assinatura falsa nele) e verá que absolutamente TODOS tinham ou pretendiam ter uma fonte de recursos vindos de corrupção.
        Na área da saúde, em época de pandemia, o Presidente Bolsonaro recomendou e lutou pelo tratamento precoce, que certamente teria poupado milhares de vidas. Disso depreende-se que o exarcebado número de mortes no país deve-se ao fato de um “supremo tribunal federal” completamente político e corrupto, cerceou-lhe o direito de tomar decisões para enfrentamento da pandemia, restando-lhe apenas “abastecer” governos estaduais corruptos com dinheiro, que podia ser gasto e desviado com bem lhes apetecesse. São vários escândalos de desvios de dinheiro, compras super faturadas, desativação de hospitais de campanha para tratamento de contaminados. Tudo isso – contrariamente ao tratamento precoce – incentivando as pessoas a ficarem em suas casas e só procurassem atendimento médico “quando estivessem já com falta de ar”. Os “lockdowns” decretados por governadores corruptos levaram milhões de famílias a passar fome, pois não podiam trabalhar e nem sair de suas casas.
        Agora, se você mora (ou morou) no Brasil, certamente foi doutrinado pela esquerda comunista ou tinha (ou buscava) alguma fonte de recursos escusa, pois somente esquerdistas comunistas (ou corruptos) defendem a queda de um Presidente que, apesar de lutar contra todo um sistema de corrupção endêmica, está fazendo o país crescer acima da média mundial.
        Então, se não tiver fatos concretos de corrupção, desleixo, má administração ou qualquer outro que desabone realmente nosso Presidente (sem ser numa visão esquerdista comunista e corrupta), sugiro que se abstenha de postagens que possam levá-lo a situação vexatória e descridibilizada.

        • Vou responder às constatações:
          Sim moro no Brasil.
          Até dá para rir a forma como cospe ideias pré concebidas. Que tal parar, respirar fundo e abrir os olhos para o actual governo?
          Em breve, repito: EM BREVE vai ver a ficção tomar forma e esse senhor estar em tribunal a responder por muitas coisas, apenas espere.
          Dá para rir os seus comentários sobre corrupção quando actualmente existe mais corrupção do que nunca do actual governo… o presidente elege quem quer colocar, de repente o elegido é acusado, ele despede-o e diz que ele é o inimigo e não tem nada a ver! esquisito no mínimo.
          Faz lembrar o ministro da saúde Pazuelo que está na pior das situações… com aval e conhecimento do presidente.
          Sobre a Doutrina… estou-me completamente a lixar para a vossa política, voces podiam ser todos Lelinistas, Marxistas, Nazis, Monarcas, o que vos desse na telha… problema vosso.
          A única pessoa que se deve abster de postagens é o senhor… eu sou Portugues, este é um site Portugues EM PORTUGAL. Eu como Portugues tenho todo o direito de comentar quantas vezes quiser… comente os do seu país.

          • Por tudo o que escreveu, só me resta deixar duas sugestões:
            1 – Se és português e mora no Brasil, nosso regime de governo deveria importar-lhe, pois é dele – DIRETAMENTE – que deriva sua qualidade de vida;
            2 – Se é contra o nosso Presidente (para o qual, deve respeito) e se não está contente com o que acontece aqui, sugiro encaminhar-se ao balcão da TAP e retornar à sua terra. Não desejamos mais esquerdistas aqui. Se quer viver em um país que adota tal regime, vá para a vizinha Argentina ou Venezuela, caso não queira voltar à Portugal.

            Quanto a comentar em qualquer site, todos nós temos o direito de comentar sobre quaisquer assuntos, desde que sejamos sempre corteses e respeitosos, inclusive sobre política. Apenas uma coisa digo: caso morasse eu nos EUA ou em Portugal, não entraria num site do Brasil para criticar o que acontecesse no país onde morasse. Considero isso falta de caráter.

            • 1. Realmente… mas influencia-me directamente, se não sabe porque… não entendo a sua dúvida nem falta de conhecimento
              2. Eu não devo respeito ao vosso presidente porque ele é vosso presidente, devo respeito como ser humano, mas isso não me tira o direito à opinião… algo que deixará de acontecer com todos os brasileiros… numa possivel eleição desse senhor… ditadura militar… informe-se
              Da mesma forma que me convidou a sair deste pais, aconselho-o a ter cuidado com a “sua ditadura”, pois este é um site Português de Portugal, o que me dá ligeira vantagem sobre si sobre os comentarios no mesmo. (Já que pensa assim)
              Aliás, não tem lógica o senhor achar que o seu comentário aqui terá qualquer influencia sobre o seu país.
              As suas sugestões de imigração são ridículas a roçar a demencia.
              A sua falta de carácter é que está a puxar a conversa… por isso continue.

  3. São todos da mesma massa, só mudam na cor política, estão bem servidos os nossos amigos brasileiros, mas não desanimem que nós por cá também temos bons protetores.

  4. Amigos portugueses, nunca no Brasil houve um presidente com a vida tão avassaladoramente monitorada e esmiuçada, e nunca encontraram nada concreto. Agora um político já condenado, preso, solto, mas respondendo a inúmeros processos acusa, sem provas, uma fraude em compra que nunca existiu. Ora, como há de haver corrupção em algo que não houve? Um dia a crítica é por não comprar, outra por querer comprar? Eles sequer decidem qual crítica fazer.

    • Amigos Brasileiros, só acho interessante os processos que este presidente está a passar serem diferentes do tal Lula! O tal presidente Lula sofreu impichment porque a oposição ACREDITAVA que ele era culpado… como se vê até hoje acreditam mas não existem provas e por isso saiu em liberdade!
      Neste presidente Bolsonaro ACREDITAM na culpa dele, mas ele ali anda com muitas mais PROVAS contra ele e filhos do que seria bom admitir… mas está lá
      Quanto a provas, eu acho extremamente estranho a testemunha de repente mudar de ideia e versão, a testemunha desaparecer ou morrer… provas em papel serem proibidas de serem usadas ou são queimadas! Tudo extremamente esquisito para nós que estamos do lado de fora das vossas políticas!

      • Esclarecendo: O ex-presidente Lula não foi declarado inocente por absolutamente NINGUÉM! Nem mesmo pela “suprema corte”, que é política e corrupta!
        O que aconteceu, verdadeiramente, é que essa “suprema corte” política e corrupta, se utilizou de “manobras” INCONSTITUCIONAIS e interpretações pessoais de nossa Constituição (mesmo indo contra decisões próprias) que acabaram por eliminar uma força-tarefa anti-corrupção e anular os processos nos quais Lula era réu. Isso não faz dele um inocente. Foram apenas estratagemas ilícitos para torná-lo elegível nas próximas eleições. E quem mais, além de uma corte corrupta, para dizer que o tal ladrão não é culpado? Basta ver o histórico de cada um dos membros da “suprema corte”: todos assumiram seus postos graças a indicações do Lula ou de seus correligionários comunistas e corruptos. Alguns deles foram sindicalistas no passado, outros advogados de organizações criminosas. Todos devem algum tipo de favor ao Lula ou tem interesses escusos que vão contra a administração do Presidente Bolsonaro.

        • Quando não se consegue influenciar ao comprar uma “suprema corte” não faz dela corrupta. Eu acompanho os relatos, noticias etc porque estou cá no Brasil. Está equivocado.
          As “manobras” que se refere estão a ser constantemente tentadas pelos políticos corruptos actualmente no governo… por alguma razão o presidente vai a convocatória e terá de responder .
          Por mim o tal Lula pode ser o que vocês quiserem, não me faz qualquer diferença… mas vir comentar num site Portugues estão sujeitos a respostas.
          Apenas uma pergunta, o senhor deve pensar como alguns: “só os ricos podem viajar de avião”; ” só os ricos podem ter carro”; “so os ricos podem ter casa”, é isso não é?

          • Não compartilho de pensamentos que “só os ricos podem viajar de avião”; ” só os ricos podem ter carro”; “só os ricos podem ter casa”, etc…
            Todos podem ter o que quiserem: basta apenas que TRBALHEM para conquistar o que querem! Os esquerdistas simplesmente não trabalham!!! Já viu algum grande empresário socialista?
            Quanto à sua visão sobre os aspectos políticos do nosso Brasil, lamento informar que carece-lhe informações mais aprofundadas e abrangentes sobre a situação toda.
            O Lula não sofre impeachment apenas por que se ACREDITAVA em sua culpa. Houveram PROVAS (inúmeras) de sua corrupção e enriquecimento ilícito (dele e de sua família). O que houve para que saísse livre, foram artimanhas jurídicas processuais para anular suas condenações (e não as provas), justamente por esta suprema corte corrupta. Volto a sugerir que estude o sistema legislativo e judiciário brasileiro, bem como busque por informações de origem confiável para poder emitir opiniões que possam ser sustentadas com fatos não distorcidos pela imprensa de esquerda.
            Sem mais, espero ter colaborado para o aprimoramento de sua cultura geral e encerro por não ver motivos para tentar esclarecer quem não quer ser esclarecido.

            • Sim… pelo que li e estive a ver, provas fabricadas que rapidamente se dissolveram porque não eram reais.
              Espero que a sua cultura influenciada pela necessidade de uma Ditadura militar… não o morda de volta um dia.

  5. O pior presidente da história do Brasil. Corrupto, preconceituoso, falastrão e GENOCIDA. Tivesse um mínimo de dignidade já teria renunciado. Mas será julgado e preso. Se não pelos tribunais brasileiros o será pelo Tribunal Internacional. CADEIA PARA BOLSONARO!!!

  6. Vamos aos fatos:
    1. O contrato expressamente condiciona o pagamento a 2 pontos:
    a. aprovação pela ANVISA
    b. recebimento físico do produto
    2. O fornecedor nomeou representantes para a transação e não há nada ilegal ou estranho nisso. Prática normal especialmente em transações internacionais.
    3. O fornecedor emitiu uma fatura (invoice) com erro apontado pelo Ministério da Saúde. O fornecedor prontamente emitiu uma segunda fatura, em que ainda foi apontado um erro. O fornecedor emitiu uma terceira fatura, considerada correta. As correções foram feitas dentro de 3 dias.
    4. O suposto faturamento 10 vezes acima do preço expressa o anafalbetismo matemático dos acusadores: a 1a fatura foi emitida para 300.000 frascos de 5 ml, cada frasco contendo 10 doses. A pedido do ministério, a fatura foi reemitida para 3.000.000 de doses, pelo mesmo valor total. Nenhum desvio do preço contratado e dos padrões internacionais dessa vacina.
    5. As correções foram feitas há 3 meses e o irmão do deputado confirmou na CPI que sabia da correção mas que não informou ao deputado. O deputado então acusou o presidente de corrupção apresentando a 1a fatura, que foi substituída no prazo de 3 dias, 3 meses antes da denúncia.
    6. Como o produto não foi entregue, nenhum pagamento foi feito e, quando for feito, o será contra a fatura corrigida já há tres meses.
    7. A legislação autorizando as condições de compra foi proposta e relatada pelo irmão do relator da CPI, pelo presidente da CPI e por 2 deputados do PCdoB, oposição ao presidente, além do líder do governo, Ricardo Barros. Não há como acusar este último pelo ato trans-partidário.
    8. Questionado na CPI, o irmão do deputado desmentiu as acusações do deputado.
    Em 900 dias de governo, não há evidência de atos corruptos nesse governo, que tem sido intensamente vigiado e combatido. Qualquer comparação com os governos Lula e Dilma exige muita desonestidade intelectual para tentar igualá-los.

  7. O incompetente fracassado “enviado por Deus” contínua a arrastar o Brasil para a Idade Média e, os “crentes” ainda o defendem… uma dia, quando (e se), acordarem para a realidade, vão ter uma surpresa desagradável…

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.