Bolsonaro volta a criticar os media. “Para a imprensa o vírus sou eu”

jeso.carneiro / Flickr

Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil

O Presidente brasileiro voltou a criticar a imprensa e, num momento de descontrolo da pandemia no país, afirmou que para os jornalistas o vírus é o próprio chefe de Estado.

“Estamos a fazer o dever de casa”, disse Jair Bolsonaro numa breve conversa com um pequeno grupo de apoiantes, esta quarta-feira, ao qual garantiu que o Brasil é “um dos países que mais vacina” no mundo, apesar de até agora apenas cerca de 3% da população, de 212 milhões de habitantes, ter sido imunizada.

“Mas para a imprensa o vírus sou eu”, disse o Presidente, em tom de queixa, num momento em que todos os especialistas em saúde afirmam que este é o pior momento da crise no Brasil, um dos três países do mundo mais afetados pela pandemia, e que registou esta quarta-feira 1840 mortes, um novo recorde diário.

Os hospitais em quase todo o país chegaram a um nível de colapso nos últimos dias, a tal ponto que alguns estados, como Santa Catarina, um dos mais prósperos do país, tiveram que transferir dezenas de pacientes para outras regiões por falta de camas nos cuidados intensivos.

Apesar do agravamento da pandemia, Bolsonaro tem criticado as medidas de isolamento social decretadas por vários governadores e prefeitos, tem questionado a eficácia do uso de máscaras para evitar a propagação do vírus e das próprias vacinas, consolidando o seu posicionamento negacionista em relação à gravidade da pandemia.

“No que depender de mim, nunca teríamos lockdown. Nunca. É uma política que não resultou em nenhum lugar do mundo. Nos Estados Unidos vários estados anunciaram que não vai acontecer mais. Mas não quero polemizar este assunto”, disse ainda o Presidente, citado pelo jornal O Globo.

Na terça-feira, avança o Correio da Manhã, o chefe de Estado decidiu fazer uma festa no Palácio da Alvorada, a sua residência oficial. O jornal adianta que se tratou de um almoço, em pleno horário de trabalho, com dezenas de aliados.

O Brasil, como muitos países do mundo, enfrenta sérios problemas de acesso às vacinas, das quais só adquiriu, até agora, a produzida pelo laboratório chinês Sinovac e a desenvolvida pela AstraZeneca e pela Universidade de Oxford.

Porém, essas vacinas chegam a conta-gotas e a aposta do Governo está na produção local dos dois antídotos que, segundo já admitiram o Instituto Butantan de São Paulo e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), associados, respetivamente, à Sinovac e à AstraZeneca, só começará de forma massiva no final deste ano.

O país sul-americano lida ainda com a nova estirpe detetada no Amazonas (P.1), que já se espalhou pelo território nacional e que, segundo o próprio Ministério da Saúde, é pelo menos “três vezes mais contagiosa” do que a original.

Segundo dados oficiais, até esta quarta-feira o Brasil acumulava 257.361 mortes e quase 10,7 milhões de infeções desde o início da pandemia, há pouco mais de um ano.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. «Tu» não és o virus para a imprensa… és o virus para todo o mundo.
    E lamentavelmente não existe ainda um «antidoto» contra ti.

RESPONDER

SEF oficialmente extinto. Serviço de Estrangeiros e Asilo entra em funções esta quinta-feira

O processo de reestruturação do SEF foi publicado em Diário da República, esta quarta-feira, entrando em vigor no dia seguinte, ou seja, esta quinta-feira. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) foi oficialmente extinto esta quarta-feira, …

União Europeia não vai renovar contrato com AstraZeneca e Johnson & Johnson

A União Europeia não vai renovar os contratos da vacina contra a covid-19 com empresas como Astrazeneca e Johnson & Johnson no próximo ano. A notícia da decisão de não renovação dos contratos da vacina contra …

Entre um Porto "dominante" e "ineficaz", a bicicleta de Taremi foi um "inútil golo de bandeira"

A imprensa internacional realça a boa prestação do FC Porto e o golo de bandeira de Taremi, que acabou por revelar-se insuficiente para dar continuidade às aspirações portistas. O FC Porto está fora da Liga dos …

Eventual criação do indicador "incidência vizinha" pode influenciar planos do Governo

Esta terça-feira, na reunião no Infarmed, o matemático Óscar Felgueiras defendeu a criação de um novo indicador, "incidência vizinha", que teria como vantagens sinalizar risco associado à proximidade de zonas mais críticas e evitar a …

Relatório secreto de Costa Pinto defende que Banco de Portugal podia ter feito mais no BES

O "Relatório Costa Pinto" argumenta que o Banco de Portugal tinha conhecimento dos problemas do BES e tinha poderes para fazer mais, melhor e mais cedo. O "Relatório Costa Pinto" tem vindo a ser negado ao …

Lopetegui viu Corona em Sevilha e pode avançar com proposta

Julen Lopetegui, treinador do Sevilha, está atento a Tecatito Corona. O extremo portista mostrou-se em bom plano frente ao Chelsea. O antigo treinador dos 'dragões' Julen Lopetegui, atualmente no comando técnico do Sevilha, esteve esta terça-feira …

Especialistas aconselham Governo a não avançar no desconfinamento

Manuel Carmo Gomes, o epidemiologista que deixou de participar nas reuniões no Infarmed, aconselhou o Governo a não avançar para a terceira fase de desconfinamento. E não é o único a defender a suspensão. De acordo …

Oposição quer redução de portagens. Governo responde com cortes ou aumento de impostos

O Governo disse hoje que a redução de portagens nas ex-SCUT "é legal e constitucional", defendendo que a Assembleia da República deve ajudar a encontrar a compensação para encargos de até 149 milhões de euros …

Bispo do século XVII foi enterrado com um feto. Cientistas já sabem porquê

Cientistas já sabem porque é que foi encontrado o cadáver de um feto junto dos restos mortais de um antigo bispo de Lund, na Suécia. Peder Pedersen Winstrup foi um bispo de Lund, cidade na atual …

Detenção da autarca de Vila Real de Santo António surpreende PSD. Deputado do PS suspeito no negócio

Esta terça-feira, a presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, Conceição Cabrita, foi detida por suspeitas do crime de corrupção num negócio de imobiliário em Monte Gordo.  Fonte da direção do PSD disse, …