Bolsonaro volta a criticar os media. “Para a imprensa o vírus sou eu”

jeso.carneiro / Flickr

Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil

O Presidente brasileiro voltou a criticar a imprensa e, num momento de descontrolo da pandemia no país, afirmou que para os jornalistas o vírus é o próprio chefe de Estado.

“Estamos a fazer o dever de casa”, disse Jair Bolsonaro numa breve conversa com um pequeno grupo de apoiantes, esta quarta-feira, ao qual garantiu que o Brasil é “um dos países que mais vacina” no mundo, apesar de até agora apenas cerca de 3% da população, de 212 milhões de habitantes, ter sido imunizada.

“Mas para a imprensa o vírus sou eu”, disse o Presidente, em tom de queixa, num momento em que todos os especialistas em saúde afirmam que este é o pior momento da crise no Brasil, um dos três países do mundo mais afetados pela pandemia, e que registou esta quarta-feira 1840 mortes, um novo recorde diário.

Os hospitais em quase todo o país chegaram a um nível de colapso nos últimos dias, a tal ponto que alguns estados, como Santa Catarina, um dos mais prósperos do país, tiveram que transferir dezenas de pacientes para outras regiões por falta de camas nos cuidados intensivos.

Apesar do agravamento da pandemia, Bolsonaro tem criticado as medidas de isolamento social decretadas por vários governadores e prefeitos, tem questionado a eficácia do uso de máscaras para evitar a propagação do vírus e das próprias vacinas, consolidando o seu posicionamento negacionista em relação à gravidade da pandemia.

“No que depender de mim, nunca teríamos lockdown. Nunca. É uma política que não resultou em nenhum lugar do mundo. Nos Estados Unidos vários estados anunciaram que não vai acontecer mais. Mas não quero polemizar este assunto”, disse ainda o Presidente, citado pelo jornal O Globo.

Na terça-feira, avança o Correio da Manhã, o chefe de Estado decidiu fazer uma festa no Palácio da Alvorada, a sua residência oficial. O jornal adianta que se tratou de um almoço, em pleno horário de trabalho, com dezenas de aliados.

O Brasil, como muitos países do mundo, enfrenta sérios problemas de acesso às vacinas, das quais só adquiriu, até agora, a produzida pelo laboratório chinês Sinovac e a desenvolvida pela AstraZeneca e pela Universidade de Oxford.

Porém, essas vacinas chegam a conta-gotas e a aposta do Governo está na produção local dos dois antídotos que, segundo já admitiram o Instituto Butantan de São Paulo e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), associados, respetivamente, à Sinovac e à AstraZeneca, só começará de forma massiva no final deste ano.

O país sul-americano lida ainda com a nova estirpe detetada no Amazonas (P.1), que já se espalhou pelo território nacional e que, segundo o próprio Ministério da Saúde, é pelo menos “três vezes mais contagiosa” do que a original.

Segundo dados oficiais, até esta quarta-feira o Brasil acumulava 257.361 mortes e quase 10,7 milhões de infeções desde o início da pandemia, há pouco mais de um ano.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. «Tu» não és o virus para a imprensa… és o virus para todo o mundo.
    E lamentavelmente não existe ainda um «antidoto» contra ti.

RESPONDER

Os primeiros resultados dos Censos: Portugal perdeu população pela primeira vez desde 1970

O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou, esta quarta-feira, os primeiros resultados dos Censos 2021, cujas respostas por via digital ultrapassaram os 99%. Portugal tem hoje 10.347.892 residentes, menos 214.286 do que em 2011, segundos os …

Portugueses esperam quase até aos 40 para comprar casa

Um barómetro que avalia a preferência dos consumidores na hora de comprar um imóvel indica que a maioria dos portugueses só liquida o crédito à habitação após a reforma. O indicador destaca ainda que os portugueses …

Moedas fecha lista para a Câmara de Lisboa

O candidato à Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, já fechou a equipa que o vai acompanhar nas próximas autárquicas. O anúncio de que a lista de Carlos Moedas para a Câmara de Lisboa está fechada será …

Abaixo-assinado apelida Bolsonaro de genocida após 550.000 mortes no Brasil

Dezenas de personalidades e organizações da sociedade civil portuguesa subscreveram um abaixo-assinado de solidariedade internacional para com o Brasil, no qual apelidam o Presidente, Jair Bolsonaro, de "genocida" após mais de 550.000 mortes devido à …

Jovens com 18 ou mais anos já podem agendar a vacina contra a covid-19

O autoagendamento da vacina contra a covid-19 para pessoas com 18 ou mais anos ficou disponível, esta quarta-feira, no portal da Direção-Geral da Saúde (DGS). "O auto-agendamento para os utentes com idade igual ou superior a …

Juiz Carlos Alexandre aceita proposta de pagamento de caução de Joe Berardo

O juiz Carlos Alexandre aceitou, esta quarta-feira, a proposta e a forma de pagamento da caução de cinco milhões de euros apresentada pelo empresário madeirense no processo da Caixa Geral de Depósitos. A decisão favorável do …

Mais 13 mortes e 3452 casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, esta quarta-feira, mais 13 mortes e 3452 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3452 novos …

MPT junta-se a PDR e pedem que Nós, Cidadãos! seja banido das autárquicas pelo TC

O MPT juntou-se ao PDR e ambos pedem que o Nós, Cidadãos! seja impedido de "apresentar candidaturas" às eleições autárquicas de setembro. Em junho, o PDR deu entrada com um pedido no Tribunal Constitucional (TC) para …

Relatório revela envolvimento da Igreja Católica em 100 casos de pedofilia na Polónia

Uma comissão estatal que analisou as denúncias de crimes de pedofilia registadas na Polónia entre 2017 e 2020 denunciou na terça-feira que quase um terço dos casos estudados, num total superior a 300 processos, envolvem …

Polícias voltam aos protestos por causa do subsídio de risco em dia de nova reunião com o Governo

Elementos da PSP e da GNR voltam esta quarta-feira aos protestos por causa do subsídio de risco, uma concentração que vai decorrer enquanto os sindicatos e associações socioprofissionais estão reunidos no Ministério da Administração Interna …