Bolsonaro quer levar Internet ao coração da floresta da Amazónia

Joedson Alves / EPA

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, durante um protesto em Brasília, em plena pandemia de covid-19

O Presidente brasileiro anunciou, esta terça-feira, um programa de infraestrutura que ampliará a rede de Internet no norte do país e que beneficiará nove milhões de pessoas que vivem na vasta região da Amazónia.

O programa será apoiado por investimentos de cerca de mil milhões de reais (cerca de 155 milhões de euros) e permitirá a instalação de redes de fibra ótica submarinas, que percorrerão os rios amazónicos ao longo de 10 mil quilómetros.

“Às vezes não damos a devida importância ao que temos”, disse Jair Bolsonaro, referindo-se ao facto de que nas regiões mais ricas do país a Internet já é uma realidade “há muitos anos”, mas continua ausente nas áreas mais pobres, como a própria Amazónia.

Segundo o chefe de Estado, que defende a exploração das riquezas amazónicas, é necessário integrar aquela que é a maior floresta tropical do mundo no resto do país, para tornar realidade um dos lemas do Brasil: “A Amazónia é nossa”.

Bolsonaro frisou que o programa será realizado com “recursos próprios”, apesar das dificuldades económicas que o Brasil atravessa.

“Se um dia precisarmos de recursos de outros países, podemos até aceitá-los, mas será de países que tenham os mesmos ideais de liberdade e democracia”, disse o Presidente, que acumula várias polémicas com Governos estrangeiros devido às suas políticas ambientais.

O ministro das Comunicações do Brasil, Fábio Faria, concedeu alguns detalhes sobre o programa, garantindo que “resolverá o problema de cerca de 25% dos 40 milhões de brasileiros que não têm acesso à Internet”.

Segundo o ministro, entre eles estão “as crianças que hoje, devido à pandemia, não podem estudar e as pessoas que não conseguem falar com os familiares” devido às restrições impostas pela crise de saúde provocada pela covid-19.

Com um olhar no futuro, o governante afirmou que, juntamente com as redes de Internet, chegará também a televisão digital, que até agora é “exclusiva” das regiões mais desenvolvidas do país.

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, também participou no evento de apresentação do programa, tendo destacado que a iniciativa irá “facilitar o acesso à Justiça”, que em quase todo o país opera com sistemas digitais.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Maiores de 35 anos vão poder agendar toma da vacina na segunda-feira

As pessoas com 35 ou mais anos vão poder agendar a toma da vacina contra a covid-19 na próxima segunda-feira. A informação foi confirmada ao Público por fonte da task force. A mesma fonte não adiantou …

Portugal vs Alemanha em direto: Alemães vencem 2-1 ao intervalo

A seleção portuguesa de futebol pode garantir hoje o apuramento para os oitavos de final do Euro2020, mas terá de vencer a poderosa Alemanha, ainda à procura dos primeiros pontos no Grupo F. O jogo …

Braga faz testes gratuitos a quem trabalhou em Lisboa

As autoridades de Braga estão a proporcionar testes gratuitos de despistagem da covid-19 a trabalhadores do concelho que tenham estado a trabalhar na Área Metropolitana de Lisboa, indicaram hoje os promotores da iniciativa. Os testes realizam-se …

Botswana descobre diamante que pode ser o terceiro maior do mundo

A empresa de diamantes Debswana, que se situa no Botswana, anunciou a descoberta de uma pedra de 1.098 quilates que descreveu como a terceira maior do seu tipo em todo o mundo. Contudo, ainda é …

Hungria 1-1 França | Magiares travam campeões do Mundo

A Hungria empatou hoje 1-1 com a França, em encontro da segunda jornada do grupo F do Euro2020 de futebol em que travou a campeã mundial, algo desinspirada no ataque, graças a uma atuação organizada …

Governo diz que limites à circulação na AML está protegida por Lei de Bases

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde afirmou hoje que a medida que impõe limites à circulação na Área Metropolitana de Lisboa (AML) está “bem protegida e consolidada” naquilo que é a Lei de …

Cidade australiana está coberta de teias de aranha. Fenómeno tem explicação

Uma região australiana está a ser inundada por teias de aranha, após se deparar com severas inundações que obrigaram os habitantes - e os aracnídeos - a procurar terras mais secas para se estabelecerem. A região …

Governo decide que mortes sob custódia policial passam a ter autópsia obrigatória

Decreto-lei de 16 de junho frisa a necessidade de haver sempre autópsia quando há mortes sob custódia ou em sequência de intervenções policiais e militares. O decreto formaliza "uma prática própria de um Estado democrático", diz …

Mais 1183 novos casos e uma morte nas últimas 24 horas

O último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde regista uma ligeira redução no número de infeções confirmadas pelo coronavírus SARS-CoV-2, com 1.183 casos, e uma morte associada à covid-19. O mesmo boletim indica que estão mais …

Austrália queixa-se da China à Organização Mundial do Comércio por tarifas sobre o vinho

A Austrália queixou-se formalmente à Organização Mundial do Comércio (OMC) sobre as tarifas que Pequim impôs aos vinhos australianos, disse hoje o Governo. A queixa surge na sequência de consultas intensivas com os produtores de vinho …