Bolsonaro diz-se perseguido pela Globo. E a questão do jornalista ameaçado ecoa pelas redes sociais

Abir Sultan / EPA

Jair Bolsonaro

O Presidente brasileiro, que no domingo ameaçou um jornalista depois de este o ter questionado sobre depósitos não justificados na conta bancária da sua mulher, afirmou sentir-se perseguido pela Globo.

“O sistema Globo está a perseguir-me há pelo menos 10 anos sem provar nada”, escreveu o Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, na sua conta do Twitter, acrescentando que aguarda “explicações da família Marinho” (dona da Rede Globo) sobre denúncias do ‘doleiro’ Darío Messer, condenado a 13 anos de prisão, na semana passada, por evasão de divisas e lavagem de dinheiro.

‘Doleiro’ é a designação dada a quem efetua câmbios de moeda em mercados paralelos.

Bolsonaro referia-se a uma reportagem publicada pela revista Veja sobre um acordo de colaboração judicial firmado por Messer, ainda mantido em sigilo judicial, no qual o detido terá dito que realizou operações irregulares de câmbio para a família Marinho.

No entanto, a própria publicação esclareceu que, de acordo com as informações que obteve, Messer não apresentou qualquer prova de um suposto negócio com os donos da Rede Globo. Estes negaram veementemente, através das suas redes de comunicação, qualquer relação com o ‘doleiro’.

O chefe de Estado atacou a Globo um dia depois de se ter irritado publicamente com um repórter deste grupo que lhe perguntou sobre um escândalo que envolve a sua mulher, Michelle Bolsonaro.

“A vontade que tenho é de encher a sua boca de porrada“, disse o Presidente ao jornalista, durante uma visita a uma pequena feira de artesanato em frente à Catedral de Brasília.

De acordo com denúncias publicadas nos últimos dias por diferentes meios de comunicação social do Brasil, o ex-assessor da família Bolsonaro, Fabrício Queiroz, fez, entre 2011 e 2016, cerca de 20 depósitos na conta da primeira-dama no valor total de 89 mil reais (cerca de 13,3 mil euros).

Queiroz está atualmente detido em casa, no âmbito de uma investigação que também envolve o filho mais velho do Presidente brasileiro, Flávio Bolsonaro, acusado de desvio de recursos públicos quando exercia o mandato de deputado estadual do Rio de Janeiro.

“Porque é que a sua esposa recebeu 89 mil reais?”

Nas redes sociais, uma mensagem rapidamente se tornou viral repetindo a pergunta a que o Presidente não respondeu: “Presidente Jair Bolsonaro: Porque é que a sua esposa, Michelle, recebeu 89 mil reais de Fabrício Queiroz?”.

Entre os utilizadores que questionam o chefe de Estado estão dezenas de figuras públicas, como políticos de partidos da oposição, entre eles Marello Freixo (PSOL) e Randolfe Rodrigues (Rede Sustentabilidade), e artistas brasileiros como, por exemplo, o músico Caetano Veloso.

Os ataques de Bolsonaro à imprensa são recorrentes desde que assumiu o poder, em janeiro de 2019, e têm como alvo, em particular, o Grupo Globo. O governante chegou a ameaçar não renovar a concessão do sinal de televisão do grupo quando expirar, em 2022.

A organização não-governamental Repórteres Sem Fronteiras (RSF) denunciou, nos últimos meses, o elevado número de ataques feitos por Bolsonaro aos meios de comunicação e à liberdade de imprensa.

De acordo com um estudo da Federação Nacional de Jornalistas (Fenaj), os ataques a jornalistas no Brasil, incluindo assassínios, agressões e ameaças, saltaram 54,07% no ano passado, de 135 casos, em 2018, para 208 casos, em 2019.

A Fenaj registou, pelo menos, 121 declarações públicas feitas por Bolsonaro no ano passado nas quais atacou ou desacreditou jornalistas ou veículos de comunicação social do país.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Esta torre construída na Suécia não é gigante em altura, mas em sustentabilidade

Para além de ser feito de um material sustentável — fornecido por florestas locais com gestão consciente e transformado por uma serração nas proximidades, o Centro Cultural dispõe de múltiplas tecnologias que fazem dele mais …

Empresa canadiana debaixo de fogo por publicar anúncios de emprego destinados a não vacinados

Uma empresa de canoagem, sediada no Canadá, está debaixo de fogo depois de ter colocado anúncios de emprego destinados, exclusivamente, a pessoas não vacinadas contra a covid-19. "Por favor, NÃO se candidate se tiver tomado quaisquer …

Disparam ataques a jornalistas. Bruxelas insta países da UE a aumentar proteção

Os países da União Europeia (UE) foram instados por Bruxelas a tomar medidas para proteger os jornalistas, após um aumento no número de ataques a membros da imprensa. A Comissão Europeia exortou os governos a criarem …

Facebook e Google criticados por anúncios de "reversão do aborto"

O Facebook já veiculou anúncios de "reversão do aborto" 18,4 milhões de vezes desde janeiro de 2020, de acordo com um relatório do Center for Countering Digital Hate (CCDH), promovendo um procedimento "não comprovado, antiético" …

Líder militar dos EUA temeu que Trump iniciasse guerra nuclear com a China - e chegou a ligar aos chineses

As revelações aparecem em Peril, o novo livro de Bob Woodward e Robert Costa sobre os bastidores da Casa Branca. Trump já respondeu. O General Mark Milley, o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas dos EUA, …

França suspende 3.000 profissionais de saúde que recusaram vacina contra covid-19

A França suspendeu 3.000 profissionais de saúde sem remuneração por se recusarem a tomar a vacina contra a covid-19, revelou o ministro responsável pela pasta, Olivier Véran. Segundo Véran, citado esta quinta-feira pelo Guardian, "várias dezenas" …

Austrália, Reino Unido e EUA assinam pacto de defesa para conter China

A Austrália, os Estados Unidos (EUA) e o Reino Unido anunciaram o "Pacto de Aukus", que visa frente às pretensões territoriais da China no Indo-Pacífico e envolverá a construção de uma frota de submarinos com …

Governo tem margem de 1600 milhões de euros nas negociações do Orçamento

Os dados são de um relatório do Conselho das Finanças Públicas, que deixa alertas para que o executivo não se estique muito no aumento da despesa e no corte à receita. Segundo escreve o Público, o …

Mundial de Futsal. Portugal esmaga as Ilhas Salomão por 7-0 e tem um pé nos oitavos

Portugal lidera o grupo C e pode garantir o apuramento caso Marrocos não perca contra a Tailândia. A seleção portuguesa de futsal, campeã europeia em título, somou hoje o segundo triunfo em dois jogos no grupo …

"Dezenas de pessoas" da comitiva de Putin infetadas com covid-19

O Presidente russo, Vladimir Putin, informou que dezenas de pessoas da sua comitiva testaram positivo para o coronavírus, doença que afetou mais de 7 milhões de habitantes no país. Putin entrou em isolamento no início desta …