/

Bolsonaro cancela encontro com Marcelo Rebelo de Sousa. PR aguarda “serenamente”

37

Paulo Novais/Lusa

Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, fala à comunicação social antes de partir para o Brasil

Bolsonaro disse que o cancelamento surge porque Marcelo Rebelo de Sousa “teria uma reunião com o Lula [da Silva]”, na residência oficial do Cônsul-Geral de São Paulo, no domingo de manhã.

O chefe de Estado português, Marcelo Rebelo de Sousa, chegou hoje ao Rio de Janeiro, de onde seguirá para São Paulo, e quanto ao almoço com Bolsonaro em Brasília respondeu que aguarda “serenamente” o que sucede.

Em declarações aos jornalistas, num hotel em Copacabana, Marcelo Rebelo de Sousa voltou a defender que a força da “aliança fraterna” entre Portugal e o Brasil reside no povo brasileiro e no povo português: “Tudo o resto muda, quer dizer, as instituições vão mudando, mudaram tanto em 200 anos”.

Interrogado se já recebeu algum comunicado oficial da parte do Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, a cancelar o encontro entre os dois seguido de almoço e se irá ou não a Brasília, afirmou: “Eu tenho o programa que tenho. Eu naturalmente farei, para já, o programa inicial. Em relação ao resto, vamos aguardar. Aguardamos“.

“Para já tenho uma prioridade que é aqui [no Rio] celebrar os cem anos da travessia do Atlântico, estar na Bienal [do Livro de São Paulo] em força, com os escritores brasileiros e portugueses, ter os contatos que tencionava ter [com os antigos Presidentes do Brasil Lula da Silva e Michel Temer] e que sempre tive, e que tive no ano passado”, referiu.

Quanto ao seu programa em Brasília, na segunda-feira, o Presidente português acrescentou que aguarda para “ver o que sucede, serenamente“, observando: “Não há pressa”. Marcelo Rebelo de Sousa voltou a desvalorizar um eventual cancelamento do almoço para o qual Bolsonaro o convidara: “Um almoço pode acontecer agora, pode acontecer em setembro, pode acontecer em outubro, pode acontecer em novembro”.

“A minha experiência de muitos anos de vida e muitos anos de vida política é que o fundamental é olhar para os povos. Depois, as questões conjunturais, almoça hoje, almoça amanhã, almoça depois de amanhã, há de haver um momento em que há um almoço por força das situações, por força das circunstâncias“, considerou.

Ontem, o Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, declarou à CNN Brasil que decidiu cancelar o encontro com Marcelo Rebelo de Sousa em Brasília: “Resolvi cancelar o almoço que ele teria comigo, bem como toda a programação“.

Em declarações  ainda no aeroporto de Lisboa, Marcelo afirmou que partia para o Brasil “com o mesmo programa” que tinha previsto, incluindo Brasília, dando a entender que o convite de Jair Bolsonaro para um encontro na segunda-feira não foi oficialmente retirado.

Se isso vier a acontecer “não é um drama“, considerou o Presidente da República, que desvalorizou as consequências deste incidente nas relações bilaterais defendendo que são acima de tudo entre os dois povos.

Marcelo Rebelo de Sousa falava aos jornalistas no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, antes de embarcar num voo especial da TAP para o Rio de Janeiro para celebrar a travessia aérea do Atlântico Sul feita há cem anos por Gago Coutinho e Sacadura Cabral.

O convite de Bolsonaro para um encontro seguido de almoço no Palácio Itamaraty, em Brasília, na segunda-feira, surgiu depois de já ter marcada esta deslocação ao Brasil, com passagens pelo Rio e por São Paulo, referiu o Presidente português.

  // Lusa

37 Comments

    • Até mete dó este presidente Marcelo! Se há eleições daquia pouco, porque há-de ele ir encontrar-se com Lula, influenciando as mesmas eleições? Estabelecia apenas os contactos mínimos e oficiais. Depois, como cresceu tempo, atirou-se ao mar da praia do Rio de Janeiro, para chamar a atenção, como fez da outra vez no Rio Tejo. É dos presidentes mais caricatos que tivemos. Ás vezes até parece ingénuo.

      • Menos!…
        Convém conhecer minimamente o que se comenta: não foi uma visita oficial e ainda não começou a campanha presidencial no Brasil!!

  1. A Bolsonaro falta-lhe sentido de Estado. Espero que Marcelo consiga sensibilizar Lula para ele não apoiar a Russia no conflito que assola a Ucrânia. Os países da América do Sul ao reagirem ao Imperialismo Americano tendem a não perceber que o Imperialismo Russo é um perigo para o Mundo Livre, Democrático.

    • E o moeda de duas caras, tem sentido de estado ao visitar o luladrão…., ou com quem se identifica mais?
      E a China, não será um perigo maior para o mundo livre, pois é vítima do regime mais criminoso da História da Humanidade?

  2. Sou português, fez muito bem o Presidente Bolsonaro. Venerar comunistas é o que gosta o Presidente Marcelo.

  3. Quem almoça com bandidos, ladroes e corruptos não tem lugar à mesa com um chefe de estado de verdade. Marcelo fez uma asneira gigante

  4. A questão principal é: porque raio de razão vai o Marselfie fazer uma visita paga pelos contribuintes ao Sócrates brasileiro?

    • Será que o povo brasileiro vai meter um ladrão como Presidente da República? Será muito giro, se assim for.

      • Lamentável ter de o dizer, mas antes um pickpocket como PR do Brasil, do que um fascista assassino, racista, boçal, nepotista e incendiário da Amazónia, apoiante de outro psicopata chamado Putin.
        Parece impossível que num país com 213 milhões de habitantes não consigam reunir uma dúzia de políticos competentes, responsáveis, honestos, cultos e civilizados para governar o Brasil. Só aparecem estes sujeitos sinistros ou caricatos, que parecem saídos de uma telenovela barata.

      • Só se fraudarem as urnas… E esse é o esquema que a esquerda está trabalhando. O Brasil é Bolsonaro de norte a sul!

    • Boa pergunta!
      O que em espanta é que essa questão parece não suscitar curiosidade na maioria dos portugueses, nem parece suscitar qualquer pudor na mente do Marcelo. Talvez seja o reflexo dos tempos que vivemos…

  5. Boa pergunta!
    O que em espanta é que essa questão parece não suscitar curiosidade na maioria dos portugueses, nem parece suscitar qualquer pudor na mente do Marcelo. Talvez seja o reflexo dos tempos que vivemos…

  6. Eu faria o mesmo que Bolsonaro. Nem sequer me encontraria com ele. Marcelo não tem o mínimo de nível, como chefe de de um Estado.. O que quer é dar nas vistas.

  7. Seria mais ético encontrar-se com o presidente do país e só depois com os adversários deste. O que está fazendo é no mínimo falta de respeito com o Brasil, que não é representado pelo ex presidiário.

    • Não vejo o porquê. Se me disser que o PR português deveria evitar reunir-se com um ex-presidiário (que foi também presidente do Brasil), até concordo. Mas uma coisa nada tem que ver com a outra. A ambos falta tacto e sentido de Estado. Ambos amuam com facilidade e carecem de bom senso. Marcelo deveria ter evitado este episódio. Bolsonaro deveria ter ignorado, porque era o que mais faltava vir agora o Presidente do Brasil imiscuir-se na agenda da visita presidencial e oficial da primeira figura de um Estado soberano…. Enfim, dois a precisarem de rápida substituição….

  8. O palhaço do Bolsonaro ficou chateado? Como dizemos em Portugal, que meta uma rolha! Grandessíssimo fascista e pistoleiro, está a começar a sentir o chão a fugir-lhe debaixo dos pés, e tudo é pretexto para fazer birra, tal como um miúdo mimado, bem à imagem do seu líder espiritual, Pato Donald Trump!

  9. O Bolsonaro age como se fosse importante!
    Será que que ficou a pensar que o Marcelo se ia importar? 😀 LOL

  10. Está interessado em roubar o brasil, em troca de diploma de honoris causa perdida na “universidade ” de coimbra.

    Estão com problemas graves de infraestrutura como aeroportos e querem se aventurar em copa do mundo de 2030?

    O povão português precisa ficar experto, porque de 2006 para cá as realizações de copas não trouxeram benefícios onde foram
    realizadas.

    áfrica do sul, brasil e rússia estão amargando os prejuízos.

    Quem lucrou foi uma minoria e a maioria pagou a conta.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.